Pilotos pedem continuidade de Vila Real no WTCR

Os pilotos da Taça do Mundo de Carros de Turismo (WTCR) que hoje subiram ao pódio no Circuito Internacional de Vila Real defendem a continuidade da prova no campeonato apesar de o contrato com os promotores terminar este ano.

(auto.look2010@gmail.com)

O português Tiago Monteiro (Honda), que festejou a primeira vitória da temporada, disse mesmo, em jeito de brincadeira, que «se pudesse fazer-se aqui um campeonato inteiro, era bom».

Já o francês Yvan Muller, segundo classificado na corrida principal do fim-de-semana, defende que «o ambiente é incrível no circuito citadino de Vila Real». «Ver todas as bandeiras, as pessoas a gritar em todas as voltas, é um ambiente que não temos em muitos locais», vincou, ressalvando, contudo, que «há sempre algo a melhorar».

Também o francês Yann Ehrlacher, terceiro classificado, não tem dúvidas: «Quando vemos um país a apoiar todos os pilotos, temos definitivamente de regressar no próximo ano», vincou, na conferência de imprensa que se seguiu à corrida em que Tiago Monteiro festejou a primeira vitória da temporada.

Para os dois pilotos gauleses da Lynk & Co, tio e sobrinho, foi «um momento especial», pois foi «a primeira vez (que estiveram) juntos no pódio». «Quando comecei a correr, ainda nem sequer havia projecto de Yann e hoje está aqui connosco», brincou Yvan Muller, quatro vezes campeão mundial de turismos.

Já o sobrinho, de 23 anos, recordou que em 2016 assistiu «no meio do público aos festejos da primeira vitória de Tiago Monteiro em Vila Real». «Hoje estou aqui com eles, é fantástico», sublinhou.

Os três pilotos dedicaram o resultado de hoje ao mecânico da equipa chinesa falecido na madrugada de hoje, devido a doença súbita, na “box” da equipa.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação