Takaaki Nakagami mais veloz no treino livre

Numa sessão em que Miguel Oliveira não evitou um ligeiro despiste com a sua KTM; o piloto nipónico foi o mais rápido com a sua Honda, batendo as Ducati e Aprilia na primeira sessão de treinos livres no traçado de Mugello, tendo em vista o Grande Prémio de Itália.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O japonês Takaaki Nakagami (Honda) impôs-se na primeira sessão de treinos livres de MotoGP, à frente do espanhol Aleix Espargaro (Aprilia) e do italiano Francesco Bagnaia (Ducati), com a particularidade do japonês ter sido o único a chegar ao segundo “46”. Já o espanhol e o italiano efectuaram o mesmo tempo, situação que se repetiria com o espanhol Pol Espargaro (Honda) e o francês Johann Zarco (Ducati).

Com o quarto tempo, o espanhol Alex Rins (Suzuki) colocou quarto motos de marcas diferentes nas quatro primeiras posições onde, como quase sempre sucede faltam a Honda e a KTM, com o espanhol Pol  Espargaro (Honda), em oitavo, a ser o melhor da marca japonesa, e o sul-afriano Brad Binder (KTM), em 17.º, a ser o mais rápido do construtor austríaco.

O português Miguel Oliveira (KTM) registou o 18.º tempo, atrás do seu colega de equipa, o sul-africano Brad Binder (KTM), com as motos da marca austríaca a continuarem a revelar grande dificuldade no asfalto seco, mas com esperança que a chuva, que parece ser uma ameaça, apareça, o que permitirá ao português ter a possibilidade de repetir o resultado da Indonésia.

A sensivelmente a meio da sessão, o português Miguel Oliveira, que seguia ao lado de Aleix Espargaro na recta, andou pela relva após travar um pouco mais forte, conseguindo, no entanto, controlar a sua KTM e não houve nenhum acidente.

O inglês Jake Dixon (Kalex) impôs-se no sessão de Moto2, onde todos os pilotos tiveram ao seu dispor motores novos, e, tal como sucedeu nas restantes categoria, foi o único a chegar a um segundo diferente da concorrência, neste caso, o segundo “51”.

O espanhol Augusto Fernandez (Kalex), vencedor em Le Mans, registou o segundo tempo, á frente do seu compatriota Aron Canet (Kalex), com outro espanhol Alonso Lopez (Boscoscuro), que fechou o lote dos 10 mais rápidos, a ser o melhor das outras marcas.

O italiano Dennis Foggia (Honda) dominou a primeira sessão de treinos livres de Moto3, ao ser o único a chegar ao segundo “56”, impondo-se ao inglês John McPhee (Husqvarna) e ao japonês Ayumu Sasaki (Husqvarna), que colocaram as motos da marca sueca em plano de evidência.

O espanhol Sergio Garcia (GasGas), que chegou a Misano no comando do campeonato, não foi além do 14.º tempo entre os 30 pilotos que estiveram em acção.

FUTURO INCERTO FACE EM TERRITÓRIO EUROPEU

O atraso na homologação do KymiRing e as imprevisibilidade sobre o que pode acontecer depois da invasão da Ucrânia por parte da Rússia e da entrada da Finlândia na NATO e das ameaças dos russos, levaram à anulação do GP da Finlândia, onde o MotoGP regressaria após 40 anos de ausência.

Ponto assente é o seu regresso ao calendário no próximo ano. Como consequência o campeonato fica reduzido a 20 corridas e estará de férias durante o mês de Julho, com a pausa a estender-se de 26 de Junho (Holanda) a 7 de Agosto (Inglaterra).

Em Mugello, a Aprilia confirmou que os espanhóis Aleix Espargaro e Maverick Viñales renovaram por dois anos com a marca italiana, naquele que é o primeiro passo para o começar do arrumar do xadrez de pilotos para 2023

TEMPOS DOS TREINOS

MOTOGP – Takaaki Nakagami (Honda), 1’46,662”; Aleix Espargaro (Aprilia), 1’47,070”; Franco Bagnaia (Ducati), 1’47,070”; Alex Rins (Suzuki), 1’47,071”; Enea Bastianini (Ducati), 1’47,186”; Maverick Viñales (Aprilia), 1’47,191”; Jack Miller (Ducati), 1’47,315”; Pol Espargaro (Honda), 1’47,367”;Johann Zarco (Ducati), 1’47,367”; Luca Marini (Ducati), 1’47,383”; …; Miguel Oliveira (KTM), 1’47,820. Treinaram mais oito pilotos

MOTO2 – Jake Dixon (Kalex), 1’51,996”; Augusto Fernandez (Kalex), 1’52,282”; Aron Canet (Kalex), 1’52,346”; Pedro Acosta (Kalex), 1’52,361”; Filip Salac (Kalex), 1’52,470”; Sam Lowes (Kalex), 1’52,550”; Niccolò Antonelli (Kalex), 1’52,655”; Celestino Vietti (Kalex), 1’52,852”; Somkiat Chantra (Kalex), 1’52,899”; Alonso Lopez (Kalex), 1’52,906. Treinaram mais 21 pilotos

MOTO3 – Dennis Foggia (Honda), 1’56,916”; John McPhee (Husqvarna), 1’57,283”; Ayumu Sasaki (Husqvarna), 1’57,394”; Diogo Moreira (KTM), 1’57,850”; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’57,905”; Roberto Rossi (Honda), 1’58,059”; Izan Guevara (GasGas), 1’58,110”; Mario Aji (Honda), 1’58,153”;

Daniel Holgado (KTM), 1’58,285; Andrea Migno (Honda), 1’58,305”. Treinaram mais 20 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.