Autódromo do Algarve recebeu Grau 1 da FIA

O Autódromo Internacional do Algarve, um dos melhores e mais modernos circuitos do mundo, recebeu hoje, da Federação Internacional do Automóvel a homologação máxima de Grau 1 para as suas quatro versões, permitindo-lhe colher corridas de Fórmula 1.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Numa altura em que o mundo está a passar por momentos bastante complicados devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), nem todas as notícias surgem com o selo de angústia. O Autódromo Internacional do Algarve (AIA) teve o condão de receber uma novidade com conta, peso e medida: a partir de hoje, o emblemático circuito português passa a usufruir do estatuto de Grau 1 da Federação Internacional do Automóvel (FIA).

«Num momento tão difícil para todos, também é importante termos algumas boas notícias… Recebemos da FIA o Grau 1, portanto já poderíamos ter uma corrida de Fórmula 1, inspeccionada pelo saudoso Charlie Whiting e com o nosso Eduardo Freitas. O sonho comanda a vida… por agora ficamos em casa», foi desta forma que Paulo Pinheiro, CEO do Autódromo Internacional do Algarve deu a conhecer a extraordinária novidade na sua página de Facebook.

Refira-se que Paulo Pinheiro, engenheiro mecânico, é um grande aficionado do desporto motorizado, tendo idealizado a criação do autódromo na sua cidade natal, Portimão. A 2 de Novembro de 2008 viu concretizado esse projecto, com a inauguração do Autódromo Internacional do Algarve. Seria a primeira parte do projecto global Algarve Motor Park, que teve início em 2001.

Refira-se que a pista faz parte de um inovador complexo que oferece um extenso conjunto de serviços e infraestruturas para os vários “actores” da indústria automóvel – dos construtores, às marcas e equipas de competição. Permitindo-lhes testar, desenvolver e apresentar os seus produtos., cujo desenho do circuito possibilita uma ampla visibilidade e uma forte ligação à pista, a partir de qualquer bancada.

Paulo Pinheiro revelou que, em Novembro, está previsto que o circuito algarvio acolha os testes privados de uma das 10 equipas do actual pelotão de Fórmula 1: «Já temos o acordo assinado, pelo que, da nossa parte, está tudo pronto», frisou Paulo Pinheiro, escusando-se a revelar o nome da “escuderia” devido a um «acordo de confidencialidade».

No entanto, em 2021, o AIA vai candidatar-se a acolher os testes de inverno do Campeonato do Mundo de Fórmula 1, que nos últimos anos se realizaram em Barcelona. Além disso, prevê-se que no próximo ano o autódromo de Portimão possa receber, pela primeira vez, uma corrida do Mundial de MotoGP, no qual alinha o português Miguel Oliveira.

Com esta distinção, Paulo Pinheiro é hoje o “ponta-de-lança” de uma equipa que nunca baixou os braços e ofereceu a Portugal mais uma grande vitória, desenhada nos últimos anos com uma linha ascendente contínua. O futuro começa hoje no Algarve, fruto do trabalho e abnegação de Paulo Pinheiro, um homem que dispensa apresentações. Elucidativo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: