António Félix da Costa promovido ao 3.º lugar

Penalização de Jean-Eric Vergne, por não ter utilizado o “attack mode” em tempo útil, promoveu o piloto português a terceiro na segunda prova de Fórmula E.

(auto.look2010@gmail.com)

O piloto português António Félix da Costa (DS Techeetah) foi promovido à terceira posição na segunda corrida do Mundial de Fórmula E, para carros eléctricos, disputada em Diriyah, Arábia Saudita, depois de inicialmente ter terminado na quarta posição. A penalização do francês Jean-Eric Vergne (DS Techeetah) após o final da prova disputada na Arábia Saudita, por não ter utilizado o “attack mode” em tempo útil, promoveu o piloto luso a terceiro, somando 15 pontos, em vez dos anteriores 12.

«Primeiro pódio do ano, estou muito contente. Hoje não tivemos que limpar a pista, o que nos deixava numa posição mais forte para ir à procura de um bom resultado», começou por dizer António Félix da Costa. Sobre a corrida, o piloto de Cascais explicou que houve «muitas ultrapassagens, sempre a recuperar, numa corrida muito aquecida, com alguns toques», nomeadamente no seu companheiro de equipa, Jean-Eric Vergne.

O piloto português mostrou-se «muito contente pelo terceiro lugar, é o primeiro pódio da temporada», que lhe vale o quinto lugar do campeonato, a 14 pontos do líder, o holandês Nyck De Vries (Mercedes).

Agora segue-se a corrida em Roma (Itália), a 10 de Abril, na qual já terá à disposição o novo carro: «Na próxima corrida já teremos o carro novo e estamos mais confiantes num bom resultado», frisou.

CLASSIFICAÇÕES

Corrida – 1.º Sam Bird (Jaguar), 39’50,836”; 2.º Robin Frijns (Virgin), a 2,194”; 3.º António Félix da Costa (DS), a 6,900’’; 4.º Sérgio Sette Câmara (Penske), a 12,817”; 5.º Nico Mulles (Penske), a 13,924”; 6.º Oliver Turvey (Nio), a 15,523”; 7.º Oliver Rowland (Nissan), a 16,389”; 8.º Lucas Di Grassi (Audi), a 20,5612”; 9.º Nyck De Vries (Mercedes), a 22,482”; 10.º Pascal Werhlein (Porsche), a 25,385”. Classificaram-se mais oito pilotos.

Campeonato

Pilotos – 1.º Nyck De Vries, 32 pontos; 2.º Sam Bird, 25; 3.º Robin Frijns, 22; 4.º Edoardo Mortara, 18; 5.º António Félix da Costa, 15; 6.º Mitch Evans, 15; 7.º Oliver Rowland, 14; 8.º René Rats, 13; 9.º Sérgio Sette Câmara, 12; 10.º Pascal Wehrlein, 11; 11.º Nico Muller, 10; 12.º Oliver Turvey, 9; 13.º Alexander Sims, 6; 14.º Lucas Di Grassi, 6; 15.º Stoffel Vandoorne, 4.

Equipas – 1.ª Jaguar Racing, 40 pontos; 2.ª Mercedes-EQ Formula E Team, 36; 3.ª Envision Virgin Racing, 22; 4.ª Dragon/Penske Autosport, 22; 5.ª Audi Sport ABT Schaeffler, 19; 6.ª Rokti Venturi Racing, 18; 7.ª DS Techeetah, 15; 8.ª Nissan e-Dams, 14; 9.ª TAG Heuer Porsche Formula E Team, 11; 10.ª Nio 333 FE Team, 9; 11.ª Mahindra Racing, 6.

Próxima prova – Roma, a 10 de Abril

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *