Novo Peugeot 508 chegou ao mercado nacional

A proposta do modelo apresentou-se em Portugal através de uma gama dividida em cinco níveis de equipamento, composta por seis motorizações, com preços que variam entre entre os 35.300 euros (Peugeot 508 Active) e os 51.800 (Peugeot 508 GT).

(auto.look2010@gmail.com)

Peugeot 508

A Rede de Concessionários Peugeot acaba de dar início à comercialização do novo 508, abrindo um novo capítulo na história da marca francesa com uma proposta onde tudo muda: da arquitectura ao design – exterior e interior – passando pelo arsenal tecnológico, com benefícios claros para os ocupantes, quer em termos de vida a bordo, quer em sensações dinâmicas.

A nova arquitectura, rebaixada e compacta, completa um novo design exterior fluido e musculado, cortando com a silhueta clássica do passado e assumindo uma morfologia de berlina/coupé de cinco portas, ao melhor estilo fastback. O espectacular interior integra a mais recente interpretação do Peugeot i-Cockpit®, um exclusivo tecnológico do leão. Promessa de sensações intensas, fruto de um comportamento dinâmico exemplar, o novo 508 conta com novos motores e uma vasta dotação tecnológica, representando um salto geracional em termos de qualidade.

Peugeot 508

Sublinhando o seu estatuto  com argumentos de peso, o novo 508 chama a si o protagonismo como porta-estandarte mundial da subida em gama da Peugeot. O novo 508 apresentar-se-á em Portugal através de uma gama dividida em cinco níveis de equipamento, composta por seis motorizações já sob a norma Euro 6.2d-temp.

No segmento tradicional das berlinas do segmento D, tem-se assistido, na Europa, durante os últimos quatro anos e após uma década de declínio, a uma estagnação do mercado. Atacadas por todos os lados pela multiplicação de ofertas e de arquitecturas, nomeadamente pelos SUV, as berlinas deste segmento apenas se apresentam através de propostas dos construtores premium, cada vez mais variadas e pronunciadas.

Neste contexto, para o novo Peugeot 508, a ambição dos designers da Marca era clara: passar de uma silhueta clássica de quatro portas, com um volume de bagageira, para uma morfologia de coupé de cinco portas, ao melhor estilo fastback.

Os novos atributos conferem ao novo PEUGEOT 508 uma forte personalidade, reforçando a percepção concreta de uma qualidade topo de gama.

DESIGN ARROJADO

Ao primeiro olhar, o novo Peugeot 508 surpreende pela força da sua expressividade e a sua postura dinâmica. Trata-se de um automóvel baixo – apenas 1,40 m de altura – e apresenta linhas fluidas e aerodinâmicas num espírito coupé.

A secção dianteira é impressionante. A grelha estreita e trabalhada num padrão quadriculado impõe-se entre as ópticas Full LED, inspiradas no Peugeot Instinct, o mais recente concept car da marca. Com o leão posicionado no centro da grelha e o logótipo “508” na extremidade do capot, o novo 508 apela à tradição dos seus ilustres irmãos mais velhos Peugeot 504 e 504 Coupé.

A assinatura visual vertical das luzes diurnas em LEDs opalescentes assegura uma identidade forte e exclusiva. Longilíneas e adelgaçadas, estas luzes enquadram a frente do automóvel numa espécie de parêntesis, alongando-se dos grupos ópticos dianteiros às entradas de pára-choques.

O capot plano e recolhido foi rebaixado ao máximo a fim de conferir mais dinamismo ao conjunto. Foi trabalhado para oferecer as linhas o mais puras possível, tanto de frente como de perfil. Na indústria automóvel, este tipo de concepção do capot apenas é utilizado em veículos premium ou excepcionais.

Visto de perfil, o novo PEUGEOT 508 revela proporções perfeitamente equilibradas, com uma postura forte. A linha de tejadilho é baixa, alongada e fluida, no mais puro padrão premium, num automóvel de aparência compacta, com um comprimento fixado nos 4,75 m.

As superfícies vidradas, perfeitamente integradas, tornam a silhueta ainda mais perfeita e revelam portas sem moldura. Nada interfere no perfil dinâmico: não há a típica interferência com o capot, os montantes das janelas ou as molduras das portas, as junções e os afloramentos encontram-se reduzidos graças ao melhor savoir-faire, as rodas foram adaptadas para preencher na perfeição os guarda-lamas, a antena de tejadilho foi suprimida (sendo agora um elemento em serigrafia). Deste modo, a Peugeot coloca a sua experiência ao serviço da estética e da qualidade.

Na traseira, encontramos uma faixa horizontal em preto brilhante, enquadrada pelas ópticas traseiras, característica da expressividade dessa secção nos mais recentes modelos da marca. Mas o destaque vai para as ópticas traseiras Full LED tridimensionais, grupos ópticos resultantes do trabalho realizado para os mais recentes concepts da marca.

COUPÉ DE DIMENSÕES CONTIDAS

Com um comprimento total de 4,75 metros, o novo 508 posiciona-se entre as berlinas mais compactas do mercado, aproximando-se da concorrência premium. Embora o seu comprimento tenha diminuído 8 cm face à anterior geração, a distância entre eixos – de 2,79 metros – apenas foi reduzida em 2,4 cm, mantendo uma habitabilidade compatível com o tipo de utilização dos clientes do segmento.

O novo PEUGEOT 508 tem uma silhueta particularmente musculada e compacta. A sua largura de 1,84 metros – mais 2 cm do que a anterior geração – mantém-se, contudo, dentro da média do segmento.

É a sua altura excepcionalmente contida de 1,40 metros (menos 6 cm face ao modelo antecessor) que o torna tão longilíneo e perfeitamente equilibrado. Esta arquitectura baixa, possível graças à adopção de portas sem molduras, não implica quaisquer constrangimentos em termos da habitabilidade ao nível da cabeça e posiciona, desde já, o modelo como uma das grandes berlinas mais dinâmicas do mercado.

HABITABILIDADE OPTIMIZADA

Graças à sua arquitectura optimizada, o novo Peugeot 508 apresenta, simultaneamente, dimensões compactas e um habitáculo adaptado ao tipo de utilização dos clientes deste segmento. Assim, se o espaço ao nível da cabeça é comparável à de um Audi A5 Sportback, a largura ao nível dos cotovelos nos lugares dianteiros atinge 1,455 metros, ou seja, mais 5 cm do que no modelo alemão.

O mesmo se passa nos lugares traseiros, onde o espaço disponível ao nível dos joelhos dos passageiros é mais generoso em 3 cm. Ao nível do comprimento, as cotas dos dois modelos são, portanto, rigorosamente iguais.

No que respeita à bagageira, para além do seu volume de 487 litros, destaca-se também uma funcionalidade inteligente graças ao seu portão traseiro ”Easy Open”. Este tipo de abertura permite optimizar as operações de colocação de bagagem/volumes, num espaço de volume global integralmente visível desde a abertura, graças a uma chapeleira Full Access desmontável, em que uma parte é solidária com o portão traseiro.

Com as suas formas simples, a totalidade do volume disponível é mais facilmente aproveitável dado que o piso da bagageira é mais baixo e mais largo do que na geração anterior.

Aceder ao habitáculo do novo 508 equivale a entrar num outro mundo, surpreendente, original e de elevada qualidade. O olhar é prontamente captado por um painel de bordo espectacular e decididamente topo de gama.

Na oferta a gasolina são duas as novas propostas elaboradas com base no motor 1.6 PureTech: PureTech 180 cv EAT8, unicamente na versão GT. Associada a modo sport da suspensão pilotada, esta proposta assegura o brio e a capacidade de resposta dignos da assinatura GT. Na gama Diesel estão disponíveis quatro opções construídas com base nas motorizações 1.5 e 2.0 BlueHDi.

A gama em Portugal é constituída pelos níveis Active, Allure, GT Line e GT. Os preços variam entre os 35.300 euros (Peugeot 508 Active) e os 51.800 (Peugeot 508 GT).

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação