Sophia Flörsch operada com sucesso à coluna vertebral

Jovem piloto alemã que sofreu um acidente aparatoso no domingo durante a prova de Fórmula 3 no Grande Prémio de Macau foi hoje submetida a uma cirurgia de fusão à coluna vertebral com sucesso, informou a equipa médica.

(auto.look2010@gmail.com)

Sophia Flörsch

Sophia Flörsch, de apenas 17 anos, é uma das cinco pessoas que continuam hospitalizadas no Hospital São Januário em Macau, na sequência de vários acidentes que ocorreram no Grande Prémio, que decorreu de quinta-feira a domingo, informou a equipa médica do hospital durante uma conferência de imprensa.

A jovem piloto, que fazia a sua estreia no Grande Prémio de Macau, despistou-se na terceira das 15 voltas da prova e embateu no carro do japonês Sho Tsuboi, ultrapassando os “rails” de protecção na abordagem à curva do Hotel Lisboa.

Sophia Flörsch esteve no bloco operatório do Hospital São Januário a ser operada desde as 10h00 (2h00 hora portuguesa), durante cerca de seis horas. Como a paciente é muito jovem, «a operação cirúrgica foi feita com muita atenção», sendo que «a operação foi bem-sucedida e os procedimentos foram favoráveis», informou o chefe do serviço de ortopedia do hospital, Lau Wai Lit.

A jovem sofreu várias fracturas na vértebra, com compressão no sistema nervoso central, e após a operação passou nos testes de sensibilidade em todas as partes do corpo.

«Temos confiança que não vai afectar a sua mobilidade no futuro» e «acreditamos que poderá correr outra vez», disse um dos médicos, sublinhando que o prognóstico ainda é reservado.

«Só quando estiver estável é que regressa para o país de origem. Vamos monitorizar o seu estado durante pelo menos mais duas semanas», informaram. O japonês Sho Tsuboi, piloto japonês que esteve envolvido no acidente, recebeu alta médica no próprio dia.

Além de Sophia Flörsch encontram-se ainda mais quatro pessoas hospitalizadas: dois pilotos de motos britânicos, um comissário de pista e um fotojornalista. O comissário e o fotojornalista encontram-se em observação e deverão receber alta dentro de uma semana.

O piloto de motos que sofreu um acidente nos treinos livres da corrida de motos do Grande Prémio sofreu uma fractura na vértebra lombar e está a recuperar bem.

Durante a prova no sábado de motos do Grande Prémio de Macau, ganha pelo britânico Peter Hickman, aconteceu um despiste, envolvendo dois pilotos britânicos. Um dos pilotos, disse a equipa médica sem especificar a sua identidade, uma sofreu uma fractura no pescoço, vértebra torácica e deslocou o ombro esquerdo.

No domingo foi realizada uma cirurgia que durou cerca de sete horas, e o «estado de saúde é estável».

A corrida, disputada no icónico Circuito da Guia, traçado citadino de 6,12 quilómetros e considerado um dos mais perigosos do mundo.

«Esta é uma prova reconhecida pela FIA, e em que todas as medidas de segurança seguem as orientações de segurança daquela entidade e da Subcomissão Desportiva», disse o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura e presidente da Comissão Organizadora do Grande Prémio de Macau, Alexis Tam.

O Grande Prémio de Macau inclui três corridas de carros – as taças do mundo de Fórmula 3, GT e de carros de turismo (WTCR) –, bem como a 52.ª edição do Grande Prémio de motos, além da taça de carros de turismo de Macau e a taça da Grande Baía. No próximo ano o evento volta ao território entre os dias 14 e 17 de Novembro.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação