Gabriele Tarquini fez história no WTCR

Aos 56 anos, piloto italiano sagrou-se o primeiro vencedor da Taça do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCR) no Grande Prémio de Macau.

(auto.look2010@gmail.com)

Gabriele Tarquini

Gabriele Tatquini esteve longe de lutar pelas vitórias, mas “atacou” a Guia com uma vantagem de 33 pontos e soube gerir a distância nas três corridas de Macau. Contudo, o título esteve longe de ser fácil e Gabriele Tarquini apanhou um susto, quando na segunda das três provas do WTCR em Macau, ficou envolvido num acidente na curva do Lisboa.

Como resultado do toque, o italiano foi obrigado a desistir e Yvan Muller aproximou-se da liderança do campeonato, a 18 pontos de distância, com os mecânicos da Hyundai a terem cerca de uma hora para reparar a viatura. No final, o trabalho foi feito com sucesso, e o piloto alcançou o 10.º lugar, precioso para ser campeão.

«A sensação de ganhar assim é melhor do que se tivesse sido fácil» afirmou Tarquini, no final de ter feito história. Depois assumiu a responsabilidade de ter complicado as coisas.

«Coloquei em risco o título de campeão devido a um erro. Não posso culpar ninguém. Errei na qualificação e, se não fosse isso, não teria arrancado de 14.º para as duas corridas do derradeiro dia, o que tornou as coisas mais complicadas, principalmente na abordagem à Curva do Grande Lisboa», sublinhou.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação