Protótipos de resistência ditam regras em Fronteira

Formação liderada por Gilles Billaut, que partilha o Fouquet BV4 Proto com Philippe Boutron, Antoine Galland e Richard Gonzalez, foi a mais forte na primeira sessão de treinos livre.

(auto.look@gmail.com) –  Foto PAULO MARIA / INTERSLIDE

Pedro Dias da Silva

A pista de todo-o-terreno de Fronteira encheu-se pela primeira vez com os concorrentes da edição de 2018 das AFN 24 Horas TT Vila de Fronteira a disputarem os treinos livres. A nota dominante foi o domínio, desde já, dos carros de resistência que habitualmente pontuam no campeonato francês da especialidade.

A equipa liderada por Gilles Billaut, que partilha o Fouquet BV4 Proto com Philippe Boutron, Antoine Galland e Richard Gonzalez, foi a mais forte nesta sessão. A formação vencedora das 24 Horas de Paris estabeleceu a marca de 10m10,7s, um tempo ainda longe do recorde absoluto da pista, que ronda os 9m30s.

No segundo lugar ficou o BMW Proto Propulsion pilotado por Pedro Dias da Silva, Adam Bomba, Marcin Lukaszewski e Jacek Sobon. A formação do carro com o número 60 ficou a 2,332 segundos de diferença. No terceiro lugar terminou o MMP Evo com que Mário Andrade regressa a Fronteira para correr. O piloto português, em equipa com Paulo Marques, Benjamin Bujon e Hélder Pimenta, ficou a meio minuto dos mais rápidos.

A melhor equipa de outra categoria ficou na quarta posição absoluta. Foi o Mini All4 Racing inscrito pela X-Raid e pilotado pelos italianos Michelle De Nora, Carlo Cinotto, Paolo Bachella e Michele Cinotto. O conjunto germano-italiano ficou a menos de um segundo dos terceiros mais rápidos.

Os vencedores da edição de 2017, Igor Skoks, Rudofls Skoks e Arvis Pikis, começaram com alguma moderação. A formação do Mitsubishi Pajero aposta na fiabilidade e na consistência e, como tal, estabeleceu apenas a sexta marca nos treinos livres.

A formação da Letónia ficou atrás da equipa em que correm Filipe Campos e Ricardo Porém. Os dois antigos campeões nacionais de TT ficaram a 32,748s dos mais fortes nesta manhã.

Concluído este teste no Terródromo, as equipas trabalham no sentido de se apresentarem na máxima força na sessão de treinos cronometrados que acontecerá entre as 14h00 e as 17h00.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação