Félix da Costa de olhos no título da Fórmula E

A quinta edição do campeonato de monolugares eléctricos arranca este sábado, na Arábia Saudita, e o piloto português parte com legítimas ambições.

(auto.look2010@gmail.com)

Confiança de António Félix da Costa partilhada ao irmão Duarte e João Carlos Costa, jornalista do Eurosport

António Félix da Costa parte para a quinta temporada do campeonato do mundo de Fórmula E, apostado em andar «nos lugares cimeiros» da competição para veículos eléctricos, agora com o apoio oficial da BMW. A quinta edição deste campeonato de monolugares eléctricos arranca este sábado, na Arábia Saudita, e conta com a maioria dos principais construtores mundiais, como BMW, Nissan, Audi, Jaguar, DS-Citroen, Mahindra, NIO, enquanto Mercedes e Porsche marcam presença de uma forma oficiosa.

Para António Félix da Costa, a entrada da BMW de forma oficial no campeonato permitiu alocar mais meios e subir o nível de desempenho, como ficou comprovado nos testes de pré-temporada, em Valência, em que o português foi o mais rápido.

«Sem dúvida que demos um bom salto competitivo, não só pelos resultados dos testes de Valência, mas com a entrada oficial da BMW o desenvolvimento do nosso carro foi muito mais eficaz e a mentalidade obrigatoriamente mudou», afirmou o piloto natural de Cascais.

A edição de 2019 do campeonato de Fórmula E sofreu algumas alterações, sobretudo com a maior autonomia das baterias, permitindo que os pilotos não tenham de trocar de monolugar e disputem ininterruptamente os 45 minutos mais uma volta de cada uma das corridas.

Os carros estão também mais rápidos e evoluídos aerodinamicamente, enquanto o público pode premiar cinco pilotos com o “fanboost”, que confere um suplemento de potência aos mais votados.

«Estou ansioso pelo fim-de-semana. Sei que temos boas hipóteses, mas também sei que o nível das equipas e de pilotos é elevadíssimo na Formula E, portanto, a palavra de ordem é uma: trabalho», concluiu António Félix da Costa.

O Grande Prémio da Arábia Saudita é a primeira de 13 corridas do campeonato, que se disputam em 12 cidades de cinco continentes. A última jornada, em Nova Iorque, integra duas corridas, em 13 e 14 de Julho de 2019.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação