Yamaha repete domínio matinal

O piloto de Almada da equipa Tech3 ficou a 1,437 segundos do mais rápido do dia, o espanhol Maverick Viñales (Yamaha).

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Mais rápida na sessão de abertura, onde viu três dos seus pilotos ocuparem o topo da tabela de tempos, a Yamaha viu a situação repetir-se na segunda sessão, com o espanhol Maverick Viñales (Yamaha) a continuar a ser o mais rápido em pista, sendo o único a chegar ao segundo “47”, mas, desta vez, o francês Fabio Quartararo (Yamaha) suplantou o italiano Franco Morbidelli (Yamaha).

O espanhol Joan Mir (Suzuki), quarto, foi o mais rápido dos outros à frente do inglês Cal Crutchlow (Honda) e de Aleix Espargaro (Aprilia).

A exemplo do que sucedeu na sessão da manhã, o francês Johann Zarco (Ducati) voltou a cair, desta vez sendo acompanhado pelo sul-africano Brad Binder (KTM), o mais lento da sessão, e pelo alemão Stefan Bradl (Honda), com o francês (11.º) a ser o mais rápido da marca italiana.

O português Miguel Oliveira (KTM), tirou mais de dois segundos ao tempo feito de manhã, esteve mais de uma vez no lote dos 10 mais rápidos, mas terminou a sessão com o 17.º tempo.

Quarto na sessão matinal, o italiano Fábio Di Giannantonio (Kalex) foi o maias rápido da parte da tarde, em Moto2, à frente do seu compatriota Marco Bezzecchi (Kalex) e do inglês Sam Lowes (Kalex) que tinha ocupado o topo da tabela de tempos no primeiro treino livre.

Com 14 pilotos no mesmo segundo, as posições definiram-se nas derradeiras voltas, altura em que o asfalto esteve mais quente.

A correr em casa, o espanhol Raul Fernandez (KTM) foi o mais rápido na segunda sessão de treinos livres de Moto3, com a baixa temperatura (12º), mesmo assim mais quente de que de manhã (8º), a permitir uma melhoria de tempos, com os homens da frente a rodarem em menos de dois minutos, o que só o sul-africano Darryn Binder (KTM), que foi quarto, tinha conseguido na sessão matinal.

O italiano Romano Fenati (Husqvarna) registou a segunda marca, com o espanhol Albert Arenas (KTM), que comanda o campeonato, a ser o terceiro, batendo de forma clara o japonês Ai Ogura (Honda), seu principal adversário na corrida ao título, que não foi além do oitavo tempo.

A exemplo do que sucedeu hoje, amanhã o programa vai ser atrasado 30 minutos, para que a temperatura seja um pouco mais quente

MELHORES TEMPOS

MotoGP – Maverick Viñales (Yamaha), 1’47,771”; Fabio Quatararo (Yamaha), 1’48,020”; Franco Morbidelli (Yamaha), 1’48,218”; Joan Mir (Suzuki), 1’48,501”; Cal Crutchlow (Honda), 1’48,598”; Aleix Espargaro (Aprilia), 1’48,670”; Pol Espargaro (KTM), 1’48,746”; Takaaki Nakagami (Honda), 1’48,824”; Alex Rins (Suzuki), 1’48,39”; …; Miguel Oliveira (KTM), 1’49,208”. Treinaram mais quatro pilotos

Moto2 – Fábio Di Giannantonio (Speed Up), 1’52,748”; Marco Bezzecchi (Kalex), 1’52,793”; Sam Lowes (Kalex), 1’52,854”; Edgar Pons (Kalex), 1’53,017”; Luca Marini (Kalex), 1’53,048”; Enea Bastianini (Kalex), 1’53,140; Marcos Ramirez (Kalex), 1’53,253”; Remy Gardner (Kalex), 1’53,254”; Jorge Martin (Kalex), 1’53,325”; Joe Roberts (Kalex), 1’53,334”. Treinaram mais 20 pilotos

Moto3 – Raul Fernandez (KTM), 1’58,144”; Romano Fenati (Husqvarna), 1’58,582”; Albert Arenas (KTM); 1’58,676”; Darryn Binder (KTM); 1’58,689”; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’58,763”; Sérgio Garcia (Honda), 1’58,844”; Jaume Masia (Honda), 1’58,972”; Ai Ogura (Honda), 1’58,983”; Celestino Vietti (KTM); 1’59,023”; Alonso Lopez (Husqvarna), 1’59,118”. Treinaram mais 20 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: