Vodafone Rally de Portugal está ligado a Coimbra

O apoio da Câmara Municipal de Coimbra ao Vodafone Rally de Portugal vai ser esta segunda-feira analisado e votado na reunião do executivo municipal. A prova do Automóvel Club de Portugal volta a partir junto da Porta Férrea, da Alta histórica de Coimbra, a 20 e 21 de Maio.

(auto.look2010@gmail.com)

A Câmara Municipal de Coimbra já anunciou que vai apoiar financeiramente o Vodafone Rally de Portugal e contribuirá, de igual forma, com a criação das condições para que o arranque oficial da prova aconteça na Alta universitária, ficando responsável por toda a logística e segurança do evento na cidade. Uma questão que vai ser analisada e votada esta segunda-feira à tarde na reunião do executivo municipal.

Refira-se que a mítica prova do Campeonato do Mundo de Ralis (WRC) regressou à região Centro do país em 2019, precisamente 18 anos depois da sua última passagem. O balanço não podia ser mais positivo, com a competição organizada pelo Automóvel Club de Portugal a trouxer milhares de pessoas à região, aumentando a estadia média e gerando um retorno superior a três dezenas de milhões de euros.

Devido à pandemia da Covid-19 e às restrições impostas pela Direcção-Geral de Saúde, o ano passado, o Vodafone Rally de Portugal foi cancelado, mas está de novo na rota do regresso, para a sua 54.ª edição.

A mítica prova portuguesa de estatuto mundial vai para a estrada de 21 a 23 de Maio, com dupla passagem pelas especiais de Lousã, Góis e Arganil, e uma incursão por Mortágua, no primeiro dia, antes da caravana rumar a norte para a super-especial de Lousada. Para os dois dias seguintes, as equipas vão ter pela frente o desafio de enfrentar as especiais de Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto, Amarante, Porto, Felgueiras e Fafe.

O Vodafone Rally de Portugal terá a duração de três dias de prova, proporcionará a todos os aficionados da modalidade a sentir o pulsar das incidências ao vivo, onde se perfilam os melhores pilotos do mundo da especialidade.

Em termos de inscritos, o Vodafone Rally de Portugal reuniu a maior lista este ano, com 81. Depois dos 79 concorrentes no Rali de Monte Carlo, 55 no Rali do Ártico e 65 no Rali da Croácia, agora são 81 na etapa portuguesa,com o centro nevrálgico marcado para a Exponor.

No Vodafone Rally de Portugal marcam presença 10 WRC. O piloto Teemu Suninen alinha no WRC2, enquanto Dani Sordo vai conduzir o terceiro Hyundai i20 Coupe WRC. Martin Prokop regressa ao Vodafone Rali de Portugal, aos comandos de um Ford Fiesta Rally2, Oliver Solberg, em Hyundai NG i20 R5. Já o treinador de futebol André Villas-Boas (Citroën C3 Rally2) vai ter o seu baptismo no Vodafone Rally de Portugal, isto claro, para além dos habituais concorrentes do WRC2 e WRC3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *