Vitória táctica de António Félix da Costa

Piloto de Cascais efectuou uma corrida sem reparos nas ruas e Nova Iorque e acabou por conquistar um triunfo importante, sobretudo numa altura em que já não o saboreava há mais de um ano.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Mais de um ano depois da sua última vitória, que aconteceu nas ruas de Monte Carlo, o português António Félix da Costa (DS) regressou ao lugar mais alto do pódio, nas ruas que rodeiam o terminar de cruzeiros de Brooklyn, depois de uma corrida eminentemente táctica.

Ao largar da “pole”, o português manteve a posição, com o facto do alemão André Lotterer (Porsche), que estava atrás de si, não ter arrancado ter provocado alguma confusão atrás de si. Com as costas protegidas pelo inglês Alexander Sims (Mahindra), que dispõe de um carro menos competitivo do que os que o perseguiam, o português teve um início de corrida tranquilo. Perdeu o comando para o belga Stoffel Vandoorne (Mercedes), quando foi ao “Attack Mode”, recuperou quando o belga fez o mesmo e, a partir daí, deu a sensação de se limitar a gerir a energia, sem correr riscos, mas sem permitir que  o seu mais directo perseguidor tivesse tido alguma oportunidade para o atacar.

Por outro lado, Stoffel Vandoorne, sabendo que o segundo lugar lhe assegurava o comando do campeonato, dado que o suíço Edoardo Mortara (Venturi), que largava do fundo da grelha, tinha uma tarefa difícil para chegar aos pontos, nunca forçou a ultrapassagem, com o duo luso-belga a mostrar-se satisfeito com o resultado alcançado.

Autor de uma notável corrida, face ao material de que dispõe, Alexander Sims terminou em quarto, atrás do neo-zelandês Mitch Evans (Jaguar) que completou o pódio, depois de dois momentos “quentes” com o neerlandês Nyck de Vries (Mercedes), que por pouco não colocou os dois fora de prova.

Isso sucederia, já no final da corrida, entre o brasileiro Lucas Di Grassi (Venturi) e o francês Jean-Eric Vergne (DS), o que levou a que nas últimas voltas houvesse uma zona do traçado sob bandeira amarela, o que impedia as ultrapassagens.

Para além da corrida de Alexander Sims, destaque os desempenhos do inglês Sam Bird (Jagiar), que largou de 18.º e terminou em quinto, e de Edoardo Mortara, que largou de 20.º e terminou em 10.º e arrecadou o ponto da volta mais rápida, o que conjugado com o segundo lugar de Stoffel Vandoorne, na corrida, o fez perder o comando do campeonato e descer para segundo a 11 pontos do belga.

Ao ficar em branco, depois de ter chegado a Nova Iorque a pontuar em todas as corridas, o Jean-Eric Vergne comprometeu as aspirações à reconquista do título ao ficar a 27 pontos do piloto da Mercedes.

CLASSIFICAÇÕES

Corrida – 1.º, António Félix da Costa (DS), 39 voltas (90,480 km), em 46’55,511”; 2.º, Stoffel Vandoorne (Mercedes), a 0,929”; 3.º, Mitch Evans (Jaguar), a 3,524”; 4.º, Alexander Sims (Mahindra), a 3’631”; 5.º, Sam Bird (Jaguar), a 4,412”; 6.º, Robin Frijns (Envision), a 4,979”; 7.º, Nyck De Vries (Mercedes), a 6,233”; 8.º, Jack Dennis (Andretti), a 6,316”; 9.º, André Lotterer (Porsche), a 6,590”; 10.º, Edoardo Mortara (Venturi), a 13,449”. Classificaram-se mais oito pilotos

CAMPEONATOS

PILOTOS – 1.º, Stoffel Vandoorne, 155 pontos; 2.º, Edoardo Mortara, 144 pontos; 3.º, Mitch Evans, 139; 4.º, Jean-Eric Vergne, 128; 5.º, Robin Frijns, 104; 6.º, António Félix da Costa, 100; 7.º, Lucas Di Grassi, 84; 8.º, Nyck De Vries, 83; 9.º, Pascal Werhlein, 63; 10.º, André Lotterer, 63; 11.º, Nick Cassidy, 47; 12.º, Jake Dennis, 47; 13.º, Sam Bird, 47; 14.º, Sébastien Buemi, 20; 15.º, Alexander Sims, 14; 16.º, Oliver Rowland, 11; 17.º, Oliver Turvey, 6; 18.º, Oliver Askew, 2; 19.º, Max Gunther, 2; 20.º, Dan Ticktum, 1

EQUIPAS – 1.º, Mercedes-EQ Formula E Team, 238 pontos; 2.º, Rokit Venturi Racing, 228; 3.º, DS Techeetah, 228; 4.º, Jaguar TCS Racing, 186; 5.º, Envision Racing, 151; 6.º, TAG Heuer Porsche Formula E Team, 126; 7.º, Avalanche Andretti Formula E, 49; 8.º, Mahindra Racing, 25; 9.º, Nissan E Dams, 22; 10.º, Nio 333 FE Team, 7

Próxima prova – Londres, dia 30 de Julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.