Vitória caiu no “colo” de Dani Sordo

Ott Tanak perdeu Rali da Sardenha na última especial e deu segundo triunfo ao piloto espanhol. Estónio cedeu 2m12,7s devido a uma avaria e caiu do primeiro para o quinto lugar final.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmil.com)

Tal como há 15 dias sucedeu no Vodafone Rally Portugal um final dramático na Sardenha, com o estónio Ott Tanak (Toyota Yaris WRC) a bater na fase inicial da “Power Stage”, a ficar sem direcção assistida e a cair para quinto, com a vitória a ir parar às mãos do espanhol Dani Sordo (Hyundai i20 Coupé WRC), que não vencia desde o Rali da Alemanha de 2013.

Ott Tanak dominou a prova a partir do terceiro dia, em que ganhou as seis especiais e tinha a vitória na mão, o que lhe dava uma vantagem pontual “confortável” mas, como consequência do sucedido, ascendeu ao comando do campeonato, mas com escassos quatro pontos de avanço sobre o francês Sébastien Ogier (Citroen C3 WRC), que sai da Sardenha, apenas, com os quatro pontos alcançados por ter sido segundo na “Power Stage”, e sete sobre o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupé WRC), que festejou o 31.º aniversário, que foi sexto e terceiro na “Power Stage”, o que significou mais três pontos.

O derradeiro dia da prova italiana foi dominado pelo norueguês Andreas Mikkelsen (Hyundai i20 Coupé WRC), o mais rápido nas quatro especiais do dia que, na “Power Stage”, passou o inglês Elfyn Evans (Ford Fiesta WRC) e ascendeu ao quarto lugar, para acabar por terminar no degrau mais baixo do pódio, por causa do sucedido a Ott Tanak.

Entre Dani Sordo e Andreas Mikkelsen colocou-se o finlandês Teemu Suninen (Ford Fiesta WRC), que estreou o veterano Jarmo Lehtinen como navegador e subiu ao pódio pela segunda vez, depois de o ter feito pela primeira, o ano passado, no Vodafone Rali de Portugal.

O finlandês Esapekka Lappi (Citroen C3 WRC), sétimo, foi o melhor da marca francesa, com Sébastien Ogier a aproveitar os dois últimos dias para efectuar testes, tendo por pensamento as futuras provas, a poupar os pneus nas três primeiras especiais do último dia e arrecadar quatro pontos que podem vir a revelar-se preciosos nas contas finais.

Sem supresa, o finlandês Harri Rovampera (Skoda Fabia R5 Evo) e o checo Jan Kopecky (Skoda Fabia R5 Evo) foram os dois primeiros entre os RC2 e mostraram que a nova versão do carro da marca checa é um digno sucessor do modelo anterior, tudo apontando para que venha a ter um sucesso semelhante.

Ficha da prova

Prova – Rally Italia Sardegna

Data – 8/11 de Junho

Organizador – Automobile Club Italia

Estrutura – 1 383,64 km divididos por quatro etapas: Alghero – Alghero (60,29 km); Alghero – Alghero (523,92 km); Alghero – Alghero (627,14 km); Alghero – Alghero (172,29 km)

PC – 20 (1 + 8 + 6 + 4)

Extensão das PC – 310,52 km (2,00 km + 124,20 km + 142,42 km + 41,90 km)

Percentagem das PC – 22,44 %

Inscritos – 94 (12 RC1, 39 RC2, 3 RC3, 32 RC4, 2 RC5, 6 ASN)

Participantes – 89 (12 RC1, 35 RC2, 2 RC3, 32 RC4, 2 RC5, 6 ASN)

Classificados – 50 (11 RC1, 18 RC2, 19 RC4, 1 RC5, 1 ASN)

Comandantes sucessivos

Absoluto – Sébastien Ogier, na 1.ª PC; Teemu Suninen, na 2.ª e 3.ª PC; Jari-Matti Latvala, na 4.ª e 5.ª PC; Ott Tanak, na 6.ª e 7.ª PC; Dani Sordo, da 8.ª à 11.ª PC; Ott Tanak, da 12.ª à 17.ª PC; Dani Sordo, na 18.ª PC

RC1 – Sébastien Ogier, na 1.ª PC; Teemu Suninen, na 2.ª e 3.ª PC; Jari-Matti Latvala, na 4.ª e 5.ª PC; Ott Tanak, na 6.ª e 7.ª PC; Dani Sordo, da 8.ª à 11.ª PC; Ott Tanak, da 12.ª à 17.ª PC; Dani Sordo, na 18.ª PC

RC2 – Nikolay Gryazin, na 1.ª PC; Kalle Rovampera, na 2.ª PC; Pierre-Louis Loubet, da 3.ª à 5.ª PC; Kalle Rovampera, na 6.ª e 7.ª PC; Pierre-Louis Loubet, na 8.ª e 9.ª PC; Kalle Rovampera, da 10.ª à 19.ª PC

RC3 – Gianluca Leoni, da 1.ª à 4.ª PC; Andrea Coti Zelati, da 5.ª à 11.ª; Gianluca Leoni, na 16.ª e 17.ª PC

RC4 – Tommaso Ciuffi, na 1.ª e 2.ª PC; Adrien Fourmaux, na 3.ª PC; Dennis Radstrom, na 4.ª PC; Adrien Fourmaux, da 5.ª à 11.ª PC; Dennis Radstrom, da 12.ª à 16.ª PC; Jan Solans, da 17.ª à 19.ª PC

RC5 – Raffaele Donadio, da 1.ª à 20.ª PC

VENCEDORES

Absoluto – Dani Sordo/Carlos Del Barrio (Hyundai i20 Coupé WRC)

RC1 – Dani Sordo/Carlos Del Barrio Gilsoul (Hyundai i20 Coupé WRC)

RC2 – Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Skoda Fabia R5 Evo)

RC4 – Jan Solans/Mauro Barreiro (Ford Fiesta R2T)

RC5 – Raffaele Donadio/Giovanni Barbaro (Citroen DS3 R1)

CLASSIFICAÇÃO

POS. EQUIPA CARRO TEMPO
       
1.º Dani Sordo/Carlos del Barrio Hyundai i20 Coupé WRC 3.32’27,2″
2.º Teemu Suninen/Jarmo Lehtinen Ford Fiesta WRC a 13,7″
3.º Andreas Mikkelsen/Anders Jaeger Hyundai i20 Coupé WRC a 32,6″
4.º Elfyn Evans/Daniel Barritt Ford Fiesta WRC a 33,5″
5.º Ott Tanak/Martin Jarveoja Toyota Yaris WRC a 1’30,1″
6.º Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul Hyundai i20 Coupé WRC a 2’06,7″
7.º Esapekka Lappi/Janne Ferm Citroen C3 WRC a 2’59,6″
8.º Kris Meeke/Sebastian  Marshall Toyota Yaris WRC a 4’40,1″
9.º Kalle Rovampera/Jonne Halttunen Skoda Fabia R5 Evo a 8’24,6″
10.º Jan Kopecky/Pavel Dresler Skoda Fabia R5 Evo a 8’49,2″

OS MAIS RÁPIDOS

  1.º 2.º 3.º 4.º 5.º 6.º
             
Ott Tanak 7 1 3 3 1 0
Andreas Mikkelsen 5 0 0 2 2 5
Teemu Suninen 3 3 5 1 2 0
Dani Sordo 1 4 6 1 3 2
Esapekka Lappi 1 2 1 2 0 2
Sébastien Ogier 1 2 0 1 1 2
Thierry Neuville 1 0 3 0 2 3
Elfyn Evans 0 4 0 3 5 2
Jari-Matti Latvala 0 2 1 4 1 0
Juho Hanninen 0 1 0 1 0 1
Kris Meeke 0 0 1 6 2 2

CLASSIFICAÇÕES DOS “MUNDIAIS”

PILOTOS – 1.º, Ott Tanak, 150 pontos; 2.º, Sébastien Ogier, 146; 3.º, Thierry Neuville, 143; 4.º, Elfyn Evans, 78; 5.º, Teemu Suninen, 62; 6.º, Kris Meeke, 60; 7.º, Andreas Mikkelsen, 56; 8.º, Dani Sordo, 52; 9.º, Jari-Matti Latvala e Esapekka Lappi, 40; 11.º, Sébastien Loeb, 39; 12.º, Kalle Rovampera, 14; 13.º, Benito Guerra, 8; 14.º, Gus Greensmith e Marco Bulacia Wilkinson, 6; 16.º, Jan Kopecky, 5; 17.º, Yoann Bonato, Pontus Tidemand, e Mads Ostberg, 4; 20.º, Stéphane Sarrazin, Ole Christian Veiby e Pierre-Louis Loubet, 2; 23.º, Adrien Fourmaux, Ricardo Triviño, Janne Tuohino, Pedro Heller e Emil Bergkvist, 1

MARCAS – 1.º, Hyundai Shell Mobis WRT, 242 pontos; 2.º, Toyota Gazoo Racing WRT, 198; 3.º, Citroen Total WRT, 170; 4.º, M-Sport Ford WRT, 152

Próxima prova – Neste Rally Finland, de 1 a 4 de Agosto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: