Viaturas da GNR passam a ter nova caracterização

As viaturas da Guarda Nacional Republicana (GNR) vão adotar uma nova caracterização, passando os carros que patrulham o trânsito a ter listas laranja fluorescente e o dispositivo territorial verde fluorescente, indicou hoje a corporação.

(auto.look2010@gmail.com)

«A evolução da caracterização das viaturas operacionais da Guarda, mantém o respeito pela imagem e cultura organizacional, e passará a combinar nas novas viaturas a cor branca de fundo e o reforço das cores refletoras de alta visibilidade laranja/amarela e verde, com maior incidência na parte traseira, permitindo um maior reconhecimento durante o dia e noite, a distâncias elevadas», refere um comunicado da GNR.

Entre os veículos, de cor branca e com aplicação de vinil prismático de alta visibilidade, destacam-se um Porsche Panamera, um BMW X3, com nova caracterização em verde e amarelo, e uma carrinha Mercedes Classe C, que ostenta as cores da Unidade Nacional de Trânsito. Foi também mostrado um Polaris RZR, que vai estar ao serviço da valência de Montanha da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro.

A major Mafalda Almeida, do comando-geral da GNR, disse que as novas viaturas adquiridas pela GNR – apresentadas durante a cerimónia que assinalou o aniversário da corporação – têm listas amarelas e laranja fluorescentes no caso dos carros de fiscalização de trânsito, enquanto a frota do patrulhamento territorial terá listas amarelas e verdes fluorescentes. Actualmente os carros da GNR são brancos e verdes ou cinza e verde.

Mafalda Almeida explicou que a prioridade não será mudar a caracterização das viaturas já existentes, mas sim adotar as novas cores nos carros adquiridos a partir de agora. A mesma responsável frisou que esta mudança ocorre não apenas «numa lógica de modernidade», mas também de segurança no sentido de «aumentar a sinalização das viaturas» e de visibilidade da patrulha, especialmente quando estão paradas nas autoestradas.

«Esta nova caracterização visa conciliar a modernidade e um incremento da visibilidade das viaturas operacionais, sempre na salvaguarda da segurança dos militares e dos próprios meios da Guarda, sobretudo em ambiente de fiscalização rodoviária», refere a GNR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.