Verstappen: no aproveitar é que está o ganho…

Piloto da Red Bull/Honda aproveitou o despiste de Charles Leclerc (Ferrari), quando liderava, para chegar ao 27.º triunfo da carreira e aumentar a vantagem no campeonato sobre o monegasco, agora cifrada em 63 pontos.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O neerlandês Max Verstappen (Red Bull/Honda) venceu pela sétima vez, em 12 corridas, este ano, igualou o número de triunfos do escocês Jackie Stewart, cimentou a posição de comandante do campeonato, tendo, agora, 63 pontos de avanço sobre o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) e está cada vez mais perto de revalidar o ceptro.

O monegasco Charles Leclerc (Ferrari) largou da “pole”, resistiu aos ataques do neerlandês, até que na 18.ª volta saiu da pista e “ofereceu” o triunfo ao piloto da Red Bull que, partir daí, ficou isolado na frente, e sem ninguém o incomodar, até à bandeira de xadrez.

Notável corrida do inglês Lewis Hamilton (Mercedes) que, no arranque, surpreendeu o mexicano Sergio Perez (Red Bull/Honda), para ascender ao terceiro lugar e terminar na posição intermédia do pódio, naquele que é o seu melhor resultado do ano.

O piloto da Mercedes fiou à frente do seu compatriota e colega de equipa, George Russell que, nas derradeiras voltas, surpreendeu Sergio Perez, no momento em que terminou a situação de “Safety Car Virtual”, provocada pela paragem do chinês Guanyu Zhou (Alfa Romeo/Ferrari).

O espanhol Carlos Sainz (Ferrari), que arrancou da derradeira linha da grelha, recuperou até ao quinto lugar, impondo-se ao seu compatriota Fernando Alonso (Alpine/Renault), com o inglês Lando Norris (McLaren/Mercedes), o francês Esteban Ocon (Alpine/Renault), o australiano Daniel Riccardo (McLaren/Mercedes) e o canadiano Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes) a terminarem nos restantes lugares pontuáveis. Como consequência, a Alpine ultrapassou a McLaren no “Mundial” de Construtores.

FICHA DA PROVA

Prova – Lenovo Grand Prix de France

Data – 24 de Julho

Circuito – Circuit Paul Ricard

Extensão – 309,690 km = 53 x 5,842 km

“Pole position” – Charles Leclerc (Ferrari F1-75/Ferrari), 1 volta (5,842 km), em 1’30,872” (231,437 km/h)

Grelha de partida1.ª linha: Charles Leclerc (Ferrari F1-75/Ferrari); Max Verstappen (Red Bull RB18/Honda); 2.ª linha: Sérgio Perez (Red Bull RB18/Honda); Lewis Hamilton (Mercedes W13/Mercedes); 3.ª linha: Lando Norris (McLaren MCL36/Mercedes); George Russell (Mercedes W13/Mercedes); 4.ª linha: Fernando Alonso (Alpine A522/Renault); Yuki Tsunuda (Alpha Tauri AT03/Honda); 5.ª linha: Daniel Riccardo (McLaren MCL36/Mercedes); Esteban Ocon (Alpine A522/Renault); 6.ª linha: Valtteri Bottas (Alfa Romeo C42/Ferrari); Sebastian Vettel (Aston Martin AMR22/Mercedes); 7.ª linha: Alexander Albon (Williams FW44/Mercedes); Pierre Gasly (Alpha Tauri AT03/Honda); 8.ª linha: Lance Stroll (Aston Martin AMR22/Mercedes); Guanyu Zhou (Alfa Romeo C42/Ferrari); 9.ª linha: Mick Schumacher (Haas VF-22/Ferrari); Nicholas Latifi (Williams FW44/Mercedes); 10.ª linha: Carlos Sainz (Ferrari F1-75/Ferrari); Kevin Magnussen (Haas VF-22/Ferrari)

Comandantes sucessivos – Charles Leclerc, da 1.ª à 17.ª volta; Lewis Hamilton, na 18.ª volta; Max Verstappen, da 19.ª à 53.ª volta

Volta mais rápida – Charles Leclerc (Ferrari F1-75/Ferrari) 1 volta (5,842 km), em 1’35,781” (219,575 km/h)

Vencedor – Max Verstappen (Red Bull RB18/Honda), 53 voltas (309,690 km), em 1.30’02,112” (206,379 km/h)

CLASSIFICAÇÃO

POS. PILOTO CARRO MOTOR TEMPO
1.º Max Verstappen Red Bull RB18 Honda 1.30’02,112”
2.º Lewis Hamilton Mercedes W13 Mercedes a 10,587″
3.º George Russell Mercedes W13 Mercedes a 16,495″
4.º Sergio Perez Red Bull RB18 Honda a 17,310″
5.º Carlos Sainz Ferrari F1-75 Ferrari a 28,872″
6.º Fernando Alonso Alpine A522 Renault a 42,879″
7.º Lando Norris McLaren MCL36 Mercedes a 52,026″
8.º Esteban Ocon Alpine A522 Ferrari a 56,959″
9.º Daniel Ricciardo McLaren MCL36 Mercedes a 1’00,372″
10.º Lance Stroll Aston Martin AMR22 Mercedes a 1’02,459″
11.º Sebastian Vettel Aston Martin AMR22 Mercedes a 1’04,494″
12.º Pierre Gasly Alpha Tauri AT03 Honda a 1’05,448″
13.º Alexander Albon Williams FW14 Mercedes a 1’08,565″
14.º Valtteri Bottas Alfa Romeo C42 Ferrari a 1’16,666″
15.º Mick Schumacher Haas VF-22 Ferrari a 1’20,934″

CLASSIFICAÇÕES DOS CAMPEONATOS

PILOTOS – 1.º, Max Verstappen, 233 pontos; 2.º, Charles Leclerc, 170; 3.º, Sergio Perez, 163; 4.º, Carlos Sainz, 144; 5.º, George Russell, 143; 6.º, Lewis Hamilton, 127; 7.º, Lando Norris, 70; 8.º, Esteban Ocon, 56; 9.º, Valtteri Bottas, 46; 10.º, Fernando Alonso, 37; 11.º, Kevin Magnussen, 22; 12.º, Daniel Riccardo, 19; 13.º, Pierre Gasly, 16; 14.º, Sebastian Vettel, 15; 15.º, Mick Schumacher, 12; 16.º, Yuki Tsunoda, 11; 17.º, Guaynu Zhou, 5; 18.º, Lance Stroll, 4; 19.º, Alexander Albon, 3

CONSTRUTORES – 1.º, Oracle Red Bull Racing, 396 pontos; 2.º, Scuderia Ferrari, 314; 3.º, Mercedes-AMG Petronas F1 Team, 270; 4.º, BWT Alpine F1 Team 93; 5.º, McLaren F1 Team, 89; 6.º, Alfa Romeo F1 Team Orlen, 51; 7.º, Haas F1 Team, 34; 8.º, Scuderia AlphaTauri, 27; 9.º, Aston Martin, 19; 10.º, Williams Racing, 3.

Próxima prova – Aramco Magyar Nagydij, dia 31 de Julho, no Hungaroring.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.