Valtteri Bottas: de último a primeiro no Bahrein

Piloto finlandês da Mercedes iniciou a recuperação da equipa após um início complicado nos testes de pré-temporada, estabelecendo o tempo mais rápido no segundo dia no Bahrein. Já Lewis Hamilton não evitou a bandeira vermelha.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmil.com)

O segundo dia de testes no Bahrein International Circuit ficou marcado pelas dificuldades criadas pelo vento, que muitas vezes soprava com rajadas forte, e pelas bandeiras vermelhas que aconteceram, de manhã, quando o inglês Lewis Hamilton (Mercedes) saiu da pista, e de tarde, quando a tampa do motor do Red  Bull/Honda do mexicano Sergio Perez saltou, enquanto o canadiano Nicolas Latifi (Williams/Renault) apanhou um “susto” quando, na curva 1, o carro entrou em “Ati-Stall”, o que significa que teve uma reacção semelhante aquela que é provocada pelo puxar do travão de mão, e fez um pião.

Mais lento no dia de ontem, o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) foi o mais rápido hoje e estabeleceu o melhor tempo no conjunto dos dois dias, depois de, tal como acontecera ontem, a manhã terminar com o australiano Daniele Ricciardo (McLaren/Mercedes) no topo da tabela de tempos.

O finlandês suplantou o francês Pierre Gasly (Alpha Tauri/Honda) e o canadiano Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes), que já, no dia anterior tinha dado boa conta de si, com o alemão Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes) a ver o seu dia de trabalho condicionado, pela necessidade de trocar a caixa de velocidades, que apresentou um problema idêntico, ao que ontem, atrasara a Mercedes.

Bom regresso à pista, depois de dois anos de ausência, do espanhol Fernando Alonso (Alpine/Renault), segundo mais rápido durante a manhã, mas que esteve mais discreto à tarde, com Sergio Perez a estrear-se ao volante do Red Bull depois, de ontem, ter sido o holandês Max Verstappen a estar em pista do longo de todo o dia, com Nicolas Latifi a completar o trio de pilotos que na véspera não tinha estado em acção.

Para já a Ferrari tem estado discreta, com o espanhol Carlos Sainz (Ferrari) preocupado em “aprender” o carro e o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) a rodar, ainda, longe da concorrência.

Sendo certo que as equipas tiveram a preocupação de “aprender” as consequências da alteração das regras, em particular no aspecto aerodinâmico, é de esperar que, amanhã, último dia de trabalho antes do começo do campeonato, apostem em mostrar de forma mais evidente as “armas” de que dispõem para 2021.

O programa de testes encerra amanhã, com o regresso à pista, depois de corrigidos os erros detectados, a acontecer dia 26, para a primeira sessão de treinos livres.

Tempos

PILOTO CARRO MOTOR TEMPO
       
Valtteri Bottas Mercedes W12 Mercedes 1’30,289″
Pierre Gasly Alpha Tauri AT02 Honda 1’30,413″
Lance Stroll Aston Martin AMR21 Mercedes 1’30,460″
Lando Norris McLaren MCL35 Mercedes 1’30,568″
Antonio Giovinazzi Alfa Romeo C41 Ferrari 1’30,760″
Charles Leclerc Ferrari SF21 Ferrari 1’30,886″
Nicholas Latifi Williams FW 43B Mercedes 1’31,672″
Sergio Perez Red Bull RB16B Honda 1’31,682″
Daniel Ricciardo McLaren MCL35 Mercedes 1’32,215″
Fernando Alonso Alpine A521 Renault 1’32,339″
Yuiki Tsunoda Alpha Tauri AT02 Honda 1’32,684″
Mick Schumacher Haas VF-21 Ferrari 1’32,883″
Carlos Sainz Ferrari SF21 Ferrari 1’33,072″
Nikita Mazepin Haas VF-21 Ferrari 1’33,101″
Lewis Hamilton Mercedes W12 Mercedes 1’33,399″
Sebastian Vettel Aston Martin AMR21 Mercedes 1’38,849″

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *