Troféu Mini encerra época nos 250 KM do Estoril

Troféu Mini leva oito carros aos 250 KM do Estoril e insere-se na grelha dos Group 1. Na decisão do título na última corrida da temporada, os participantes partilham o carro em prova de duas horas.

(auto.look2010@gmail.com)

É já neste fim-de-semana que decorrem os 250 KM do Estoril e onde o Troféu Mini tem a sua última entrada em pista para esta temporada. São oito equipas dos pequenos e irreverentes modelos que entram em cena este domingo, logo cedo pelas 8h00, altura em que irão realizar a sessão de qualificação, com a corrida de duas horas marcada para o mesmo dia às 14h00, pelo que não há desculpas para não vir ver os Mini em acção.

O jovem Guilherme Dal Maso lidera o Troféu com 117 pontos, mas terá mesmo que terminar a corrida num dos lugares cimeiros se quiser ser o vencedor, ou esperar que o segundo classificado João Cavaleiro e Silva, com 90 pontos, não termine a prova. Nelson Rêgo é o terceiro com 72 pontos e logo atrás vem Miguel Sales, com 60 pontos, todos em posição de disputarem lugares mais altos na classificação final do Troféu. Já Cláudio Mota, apesar de não ter feito o Troféu na globalidade, teve uma excelente prestação na última prova e será um dos mais rápidos em pista.

No entanto a generalidade das equipas não vem procurar a vitória, mas sim aprenderem e divertirem-se conduzir os fantásticos Minis, competir pelas suas posições em equipas normalmente formadas por amigos.

Paulo Santos estreia-se nas provas automóveis enquanto os experientes Ernesto Portugal e Tiago Marques vão guiar pela primeira vez um Mini Cooper. Também de destacar, os vários pilotos que recentemente guiaram pela primeira vez um Mini, como o Brasileiro Guillerme Affonso, o Espanhol Francisco Borreguero e os portugueses João Neves e Manuel Ferrão que vão agora repetir a experiência nesta corrida onde é tão necessário velocidade pura como estratégia para alcançar um bom resultado.

Diogo Ferrão, responsável da Race Ready, está entusiasmado com o final de temporada deste Troféu, até porque «temos um conjunto de novos pilotos a entrar no troféu, pois existiram uma serie de compras no “mercado dos Minis” que acompanhamos de perto». «Os 250 KM são a prova perfeita para os pilotos se começarem a habituar aos carros e a preparar a próxima época numa prova mais longa onde podem fazer mais quilómetros», sustentou.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação