Troféu C1 Learn & Drive evoluiu em Braga

Mais de duas dezenas e meia de equipas estiveram no Circuito de Braga para a prova zero do Troféu C1 Learn & Drive 2019 e inserido no TrackDay. O arranque oficial do Troféu C1 está marcado para Braga (7 de Abril), seguindo-se Portimão (22 de Junho) e Estoril (1 de Setembro).

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Foi para conhecer alguns pormenores deste troféu que decidi viajar até Braga. Mais de duas dezenas e meia de viaturas estiveram em grandes acelerações, embora quase outras tantas estejam a ser preparadas para enriquecer o parque desportivo do Troféu C1 Learn & Drive.

Foi em tons festivos, em pista e fora dela, que pilotos e equipas tomaram o pulso aos pequenos e fiáveis C1. Até por isso, este fim-de-semana fica para a história do Troféu C1 Learn & Drive.

Durante dois dias, pilotos e máquinas despertaram a atenção de quem se deslocou ao traçado Vasco Sameiro, em Braga. Além da componente de teste em pista, a organização transportou a sua equipa de comissários técnicos para uma assessoria muito profissional às equipas presentes.

A azáfama em redor das equipas foi enorme, sobretudo em determinados momentos em que eram efectuadas as medições nas mais de duas dezenas e meia de viaturas no banco de potência, em que foram efectuadas apresentações ao sistema “Live Chrono” que transmite dados em tempo real a partir do interior dos pequeno mas fiáveis C1.

Em destaque estiveram, obviamente, os fornecedores oficiais como a Dispnal Pneus SA e a PSA Retail Portugal de forma a apresentar os seus produtos e serviços para “alimentar” um troféu de endurance com custos controlados, provas de 6 horas, destinado a equipas compostas por três a seis pilotos é a nova aposta da Motorsponsor, devidamente aprovada pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

Refira-se que a base desta competição é o Citroën C1 1.0 (gasolina, 3 portas, volante à esquerda, anterior a Abril de 2014), ao qual é aplicado um kit integral, destinado a salvaguardar tanto a fiabilidade da mecânica como a segurança dos pilotos em pista.

Para garantir a máxima igualdade técnica, as potências dos carros serão monitorizadas com recurso a um banco de potência – presente nas provas – além de que o regulamento promove a utilização de peças originais, para assegurar igualmente custos baixos.

«Apontamos para um investimento inicial que ronda os 3 mil euros para aquisição do carro, ao qual se junta o kit de troféu, que tem um preço de 1.750 euros mais IVA, Bilstein B8 shock absorber kit e o equipamento de segurança obrigatório como baquet, cintos e extintor», sublinhou ao Autolook o mentor e organizador André Marques.

«Existe ainda a possibilidade de conseguir reduzir o investimento através da aquisição de viaturas no estrangeiro. Iremos auxiliar os participantes nesse aspecto, bastando apenas que manifestem o seu interesse no website», acrescentou.

O arranque oficial do Troféu C1 está marcado para este ano, com um calendário que contará com provas de 6 horas nos três circuitos permanentes, nomeadamente Braga (7 de Abril), Portimão (22 de Junho) e Estoril (1 de Setembro).

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação