Treinos livres do GP da Rússia cancelados

A última sessão de treinos livres do Grande Prémio da Rússia foi cancelada na manhã deste sábado depois de a chuva que caiu durante a noite ter deixado o circuito de Sochi submerso.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Sem surpresa, face à quantidade de chuva que caiu em Sochi, durante a noite e que continua a cair, a terceira sessão de treinos livres foi cancelada, tal como, antes, tinha sido anulada a primeira corrida de F2, que devia ter aberto o programa de hoje.

Se houver condições a sessão de qualificação poderá vir a ter lugar à hora marcada ou ir sendo sucessivamente adiada, enquanto houver condições de luminosidade que permitam a sua realização. Se isso não acontecer, fica de pé a possibilidade de ter lugar amanhã de manhã.

De acordo com Michael Masi, director de prova, «a qualificação para a corrida de domingo era a prioridade». «O tempo sobe e desce como um ioiô e a intensidade da chuva começou a aumentar com alguns trovões», acrescentou.

Michael Masi, director de prova

A terceira e última sessão de qualificação tinha sido agendada para as 11h00 locais (09h00 em Lisboa) com a qualificação às 14h00 (12h00 em Lisboa). Uma corrida de Fórmula 3 marcada para sábado foi disputada na noite de sexta-feira, prevendo o mau tempo. Conforme já referimos, a corrida de Fórmula 2, marcada também para hoje de manhã, foi adiada.

«O factor determinante esta tarde será a luz. O pôr-do-sol local é por volta das 18h15, mas com condições meteorológicas como esta, a luz diminui muito mais cedo. Esse será o nosso ponto de corte. Se a qualificação não puder acontecer hoje, realizaremos a qualificação, como já aconteceu antes, no domingo de manhã; referiu Michael Masi.

Esta é a segunda vez nesta temporada que a chuva atrapalha o campeonato. Um dilúvio em Spa-Francorchamps, Bélgica, no final de Agosto, encerrou a corrida depois de apenas três minutos com o holandês Max Verstappen (Red Bull) a garantir a vitória à frente de George Russell (Williams) e Lewis Hamilton da Williams. De acordo com as regras, os pilotos receberam meio ponto.

Numa pista onde venceu todas as corridas desde 2014, a Mercedes dominou os treinos livres na sexta-feira, com Valtteri Bottas à frente do heptacampeão Hamilton.

O piloto Max Verstappen da Red Bull tem uma vantagem de cinco pontos no campeonato sobre Hamilton, mas o holandês vai largar no final do grid no domingo, depois de a sua equipa ter optado por colocar um novo motor no carro. Hamilton está à procura da quinta vitória em Sochi, elevando o total de sua carreira a 100 vitórias sem precedentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *