Toyota na primeira linha para Le Mans

Apesar de faltar a sessão nocturna de qualificação, que decorrerá dentro de duas horas, tudo indica que a Toyota vai monopolizar a primeira linha da grelha, numa confirmação do favoritismo que lhe é atribuído, como consequência de um regulamento feito para a beneficiar.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

A tripla Mike Conway/Kamui/Kobayashi/Jose Maria Lopez (Toyota TS050 Hybrid) continua a ser a mais rápida em pista, com os seus companheiros de equipa, Sébastien Buemi/Kazuki Nakajima/Fernando Alonso (Toyota TS050 Hybrid) a reduzirem a desvantagem para 0,411”, o que deixa antever que, se não houver ordem da direcção da equipa, podemos assistir à repetição do duelo verificado o ano passado, com os primeiros a quererem “vingar” a derrota sofrida e os segundos a quererem repetir o triunfo que então alcançaram.

Interessante será, igualmente, a luta pelo derradeiro lugar do pódio entre os Rebellion e os BR Engineering que têm revelado um equilíbrio de andamentos que pode proporcionar um bom espectáculo.

No que diz respeito aos portugueses, Filipe Albuquerque viu Paul Di Resta colocar o Ligier JSP217 – Gibson, cuja condução partilham com Philip Hanson, no 14.º lugar da geral, sexto dos LMP2, enquanto Jesse Krohn (BMW M8 GTE), que foi o piloto da equipa que mais tempo esteve em pista colocou o carro, cuja condução divide com António Félix da Costa e Augusto Farfus, no 44.º lugar da geral, 16.º do GTEPro, enquanto o Aston Martin Vantage de Paul Dalla Lana/Pedro Lamy/Mathias Lauda registou o 52.º tempo absoluto e o sétimo entre os GTEAm.

Esta noite tem lugar a terceira sessão de qualificação, onde a preocupação é a preparar os carros para a corrida e não pensar na “pole”, uma vez que de noite as condições de visibilidade são inferiores, pelo que tudo indica que os dois Toyota vão partir da primeira linha.

Melhores tempos da qualificação

Mike Conway/Kamui Kobayashi/Jose Maria Lopez (Toyota TS050 Hybrid), 3’15,497”; Sébastien Buemi/Kazuki Nakajima/Fernando Alonso (Toyota TS050 Hybrid), 3’15,908”; Vitaly Petrov/Mikhail ALeshin/Stoffel Vandoorne (BR Engineering BR1 – AER), 3’16,953”; Neel Jani/Andre Lotterer/Bruno Senna (Rebellion R13/Gibson), 3’17,313”; Stéphane Sarrazin/Egor Orudzhev/Sergey Sirotkin (BP Enginnering BR1 – AER), 3’17,437”; …; Philip Hanson/Filipe Albuquerque/Paul di Resta (Ligier JSP217-Gibson), 3’27,338”; …; Augusto Farfus/António Felix da Costa/Jesse Krohm (BMW M8 GTE), 3’51,818”; …; Paul Dalla Lana/Pedro Lamy/Mathias Lauda (Aston Martin Vantage), 3’53,530”. Treinaram mais nove carros.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação