Toyota Mirai testado pelo Parlamento Europeu

Frota do Parlamento Europeu complementada, desde o dia 2 até segunda-feira, dia 16, com o Toyota Mirai, o inovador veículo eléctrico, zero emissões, movido a hidrogénio. Em Portugal, em 2018, o ministro do Ambiente – João Pedro Matos Fernandes, conduziu e elogiou o inovador modelo da Toyota durante uma visita à sede do Grupo Salvador Caetano em Vila Nova de Gaia.

(auto.look2010@gmail.com)

Para promover ainda mais o hidrogénio e a pilha de combustível em mercados europeus, um Toyota Mirai foi adicionado à frota do Parlamento Europeu para testes desde o dia 2 e segunda-feira (16 de Março). Os membros do Parlamento Europeu terão a oportunidade de se deslocar no Toyota Mirai – o inovador veículo eléctrico, zero emissões, movido a hidrogénio.

Os membros do Parlamento Europeu conduzem o eléctrico da Toyota na área de Bruxelas, mas também tem sido utilizado em viagens entre Bruxelas e Estrasburgo. Ao testar o Toyota Mirai, o Parlamento Europeu pretende apoiar o seu pedido aos vários países membros na adopção de veículos com zero emissões e a respectiva infraestrutura alternativa de reabastecimento.

O interesse na sociedade do hidrogénio tem aumentado recentemente, à medida que se torna mais evidente que tem o potencial de contribuir significativamente para a redução de CO2 nos transportes e noutros sectores onde a electrificação 100% a baterias tem seus limites.

Conforme exigido pelo Parlamento da EU, a pilha de combustível é relevante para uso intensivo e para veículos eléctricos que percorrem longas distâncias, emitindo apenas vapor de água. O Mirai será abastecido na Estação de Hidrogénio da Air Liquid, construída nas instalações do Centro Técnico da Toyota em Zaventem e utilizará a rede de estações de hidrogénio da H2 Mobility Alemanha, quando se deslocar a Estrasburgo.

Didier Stevens, responsável da Toyota Motor Europe para Assuntos Europeus e Governamentais, referiu que «é de grande importância para nós que esta tecnologia possa ser experimentada por tantas pessoas quanto possível». «É para nós um orgulho adicionar um Toyota Mirai à frota do Parlamento Europeu», sublinhou.

Também em Portugal, numa visita à sede do Grupo Salvador Caetano em Vila Nova de Gaia, a 25 de Maio de 2018, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, conduziu e elogiou o inovador modelo eléctrico da Toyota. Esta visita contou com a presença de José Ramos, presidente da Toyota Caetano Portugal e de Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara de Gaia, num sinal de apoio por esta tecnologia mais sustentável.

A estratégia de electrificações da Toyota está centrada na aceleração significativa do desenvolvimento e lançamento de veículos híbridos (HEV- Hybrid Electric Vehicles), híbridos plug-in (PHEV- plug-in hybrid electric vehicles), veículos 100% eléctricos (BEV-battery electric vehicles), e veículos a pilha de combustível (FCEV- fuel cell electric vehicles). A Toyota tem concentrado esforços no sentido de criar automóveis cada vez mais evoluídos e uma sociedade cada vez melhor, tendo vendido até à data mais de 15 milhões de veículos electrificados em todo mundo.

COMERCIALIZAÇÃO DO TOYOTA MIRAI INICIOU-SE EM 2015

O Toyota Mirai é o primeiro automóvel sedan a pilha de combustível de produção em série no mundo. O Toyota Mirai iniciou a sua comercialização em 2015 e até à data tem sido vendido no Japão, Califórnia, Alemanha, Reino Unido, Dinamarca e Bélgica, com a Holanda e a Suécia em 2016, na Noruega em 2017 e com outros países a implementar postos de hidrogénio as vendas na Europa, no final de 2019, já ultrapassaram as mil unidades na Europa e as 10.000 unidades em todo o mundo. Como demonstração da forte aposta na pilha de combustível a produção do Toyota Mirai irá aumentar para mais de 30 mil unidades a partir do ano 2020.

Com o Mirai, a Toyota está na vanguarda do desenvolvimento da pilha de combustível, graças às avançadas capacidades de engenharia e ao profundo conhecimento e experiência da tecnologia Híbrida.

O Mirai vai permitir à Toyota elevar a consciência, o conhecimento e a aceitação da tecnologia da pilha de combustível e promover o desenvolvimento da necessária infraestrutura de hidrogénio. Vai também ajudar a Toyota a compreender a experiência dos clientes com a nova tecnologia, juntamente com percursores que querem levar o combustível hidrogénio para outros níveis. Com o sistema pioneiro Toyota Fuel Cell (TFCS), totalmente desenvolvido dentro de portas, o Mirai recorre a um conjunto de pilhas de combustível, a um depósito de hidrogénio de alta pressão e ao conhecido sistema híbrido da Toyota.

Ao utilizar hidrogénio como combustível para gerar electricidade, o Mirai alcança performances ambientais únicas sem qualquer emissão de CO2 ou de gases poluentes durante as viagens e, o mesmo tempo, proporciona o mesmo nível de desempenho e autonomia dos veículos com motores de gasolina, com uma generosa distância entre reabastecimentos e com um tempo de enchimento do depósito de hidrogénio em cerca de três a cinco minutos (semelhante a atestar um depósito de gasolina num posto de abastecimento).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: