Toyota lidera as 24 Horas de Le Mans

Aí está a 87.ª edição da mais famosa de resistência, que com o GP de Mónaco (Fórmula 1), o Rali de Monte Carlo (WRC) e as 500 Milhas de Indianápolis constituem as quatro provas míticas do desporto automóvel.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Cumprida a primeira sessão de treinos livres, o domínio é da Toyota, tal como era esperado, com o carro de Mike Conway/Kamui/Kobayashi/Jose Maria Lopez (Toyota TS050 Hybrid) a colocar-se no topo da tabela de tempos, com quase dois segundos (1,840”) de avanço para o segundo o BR Engineering-ERA guiado por Vitaly Petrov/Mikhail Aleshin/Stoffel Vandoorne.

A sessão ficou marcada pela interrupção ocorrida, ao fim de 1.40’, das quatro horas que durava a sessão, em consequência do despiste do norte-americano Tracy Krohn (Porsche 911 RSR), entre as duas chicanes da recta de Haunaudiéres, com bocados do carro a ficarem espalhados pela pista, o que implicou, não só, a limpeza do asfalto, mas também, a reposição dos “rails”, o que levou a que a sessão só tivesse recomeçado, mais de uma hora depois.

Durante a paragem, a chuva caiu com intensidade o que deixou o asfalto muito molhado situação que os pilotos tiveram de enfrentar quando regressaram à pista, com a chuva que entretanto tinha parado a voltar.

No que diz respeito aos três pilotos portugueses, Filipe Albuquerque, que faz equipa com Philip Hanson e Paul Di Resta, num Ligier-Gibson, foi o mais rápido ao ser 15.º da geral, mas 7.º entre os LMP2, enquanto Pedro Lamy, que partilha a condução do Aston Martin Vantage com Paul Dalla Lana e Mathias Lauda, embora tenha sido 47.º, foi o terceiro entre os GTEAm, a menos de um segundo do mais rápido da categoria, com António Felix da Costa, que divide a condução do BMW M8 GTE, com Augusto Farfus e Jesse Krohn, registou o 34.º tempo absoluto, 6.º entre os GTEPro.

MELHORES TEMPOS DO TREINO LIVRE

Mike Conway/Kamui Kobayashi/Jose Maria Lopez (Toyota TS050 Hybrid), 3’18,091”; Vitaly Petrov/Mikhail Aleshin/Stoffel Vandoorne (BR Engineering BR1-AER), 3’19,331”; Thomas Laurent/Nathanael Berthon/Gustavo Menezes (Rebellion R13-Gibson), 3’19,960”; Sébastien Buemi/Kazuki Nakajima/Fernando Alonso (Toyota TS050 Hybrid); 3’20,941”; Neel Jani/Andre Lotterer/Bruno Senna (Rebellion R13-Gibson), 3’21,257”; …; Philip Hanson/Filipe Albuquerque/Paul di Resta (Ligier JSP217-Gibson), 3’30,862”; …; Augusto Farfus/António Felix da Costa/Jesse Krohm (BMW M8 GTE), 3’52,969”; …; Paul Dalla Lana/Pedro Lamy/Mathias Lauda (Aston Martin Vantage), 3’55,304”. Treinaram mais 15 carros.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação