Toyota C-HR Hybrid: história de sucesso continua

O novo Toyota C-HR de 2020, baseia-se na impressionante linguagem de design e desempenho dinâmico excepcional que já se tornou icónico, não só no segmento C-SUV, como dentro da gama de modelos da marca nipónica.

(auto.look2010@gmail.com)

Lançado em 2016 e posicionado como um crossover dinâmico, que combina um estilo e dinâmica de condução únicos – com o melhor desempenho de emissões do segmento – o primeiro Toyota C-HR teve um forte impacto no segmento C. No seu primeiro ano, o Toyota C-HR vendeu 120 mil unidades na Europa, alcançando instantaneamente 10% de quota no segmento. Além disso, oito em cada 10 desses veículos estavam equipados com motorização electrificada com a tecnologia “full-hybrid” da Toyota. A história de sucesso continua e, hoje, mais de 400 mil europeus conduzem o Toyota C-HR.

A introdução de uma motorização híbrida adicional oferece aos clientes a escolha entre duas opções electrificadas “Full-Hybrid”, algo que é exclusivo no segmento. O sistema híbrido de 122cv e 1.8 litros permanece, o seu desempenho ecológico foi agora aprimorado com uma nova bateria de íões de lítio, com emissões de CO2 de apenas 109 g/km (WLTP).

O topo de gama é uma poderosa motorização “Hybrid Dynamic Force” de 2 litros. Com uma potência combinada de 184 cv e emissões de CO2 de apenas 118 g/km (WLTP), este sistema combina alta eficiência com um aumento significativo de potência. Graças à nova afinação da suspensão e redução de vibrações e asperezas, apresenta uma condução ainda mais suave e silenciosa e uma dinâmica superior.

O novo Toyota C-HR permanece fiel à sua identidade visual. Com linhas de coupé e um estilo arrojado que continua a destacar-se, tanto na gama Toyota, como no segmento C-SUV. Mudanças subtis na frente e na traseira acrescenta simplicidade, requinte e dinamismo, enquanto os faróis e farolins traseiros foram reconfigurados com a mais recente tecnologia LED. A bordo, a adopção do sistema multimédia 2019 da Toyota permite agora a integração de smartphones e serviços conectados da aplicação MyT.

Elogiando a elevada rigidez da carroçaria e o baixo centro de gravidade intrínsecas da plataforma GA-C, o novo Toyota C-HR apresenta um sistema de suspensão renovada para maximizar o desempenho e o potencial dinâmico proporcionado pela nova motorização híbrida de 2 litros. Além disso, novas medidas de redução de NVH (ruído, vibração e aspereza) foram introduzidas, permitindo que quem viaja no habitáculo beneficie, ainda mais, do silêncio inerente à tecnologia de electrificação da Toyota.

ELEVADA RIGIDEZ DA CARROÇARIA E SUSPENSÃO RENOVADA

O Toyota C-HR está assente na plataforma GA-C, estrategicamente adaptada para atender aos requisitos específicos de um crossover do segmento C elegante e dinâmico. A plataforma GA-C combina com a carroçaria altamente rígida do Toyota C-HR para fornecer uma resposta consistente e linear às solicitações do condutor.

O Toyota C-HR com a motorização “Hybrid Dynamic Force” de 2 litros beneficia de novos componentes de suspensão, incluindo amortecedores, para proporcionar uma sensação ainda mais sólida e confortável, mantendo a estabilidade, mesmo ao enfrentar condições de estrada difíceis.

O estilo distinto do novo Toyota C-HR representa refinamento adicional do original, garantindo que mantenha o seu estilo de veículo com uma aparência mais dinâmica e sensual no mercado crossover. A bordo, os acabamentos do habitáculo foram actualizados para oferecer qualidade visual ainda mais premium e ambiente táctil superior, enquanto a adopção do sistema multimédia 2019 da Toyota introduz novos níveis de conectividade e entretenimento.

AMBIENTE REFINADO ENQUADRADO COM A QUALIDADE

Alguns acabamentos interiores foram alterados no sentido de criar um ambiente mais refinado. As quartelas das portas são agora de toque suave em todas as áreas propensas a contacto. Reforçando o vínculo entre o design interior e o exterior, muitos interruptores usam uma forma semelhante, reflectindo o design de diamante da carroçaria. O mesmo tema de diamante também é visível no padrão de acabamento da porta, no teto principal, nas colunas JBL, no formato do tweeter, e até nas agulhas dos mostradores de instrumentos analógicos

do condutor.

O design do banco dianteiro apresenta uma secção superior forte e desportiva e uma área inferior mais fortemente reforçada e de apoio. As diferenças funcionais foram enfatizadas pelo uso de diferentes tons, texturas e padrões no estofo.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação