Toby Price retém invencibilidade da KTM… desde 2001

O australiano Toby Price (KTM), nas motos, e o qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota), nos automóveis, venceram a edição de 2019 do Rali Dakar, após a 10.ª e última etapa, que terminou em Lima.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Toby Price retém invencibilidade da KTM

O australiano Toby Price venceu pela segunda vez o “Dakar”, ao repetir o que havia feito em 2001, e prolongou por mais um ano o domínio da KTM, invencível desde 2001. Para o australiano tudo se decidiu cedo, quando o chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna), que saía a 1m02s do primeiro lugar, para o derradeiro SS, caiu, na fase inicial e perdeu mais de oito minutos, com o australiano que partira atrás a aperceber-se que a vitória já não lhe podia fugir.

Contudo, e para que não houvesse dúvidas quanto à justiça do seu triunfo, Toby Price quis assegurar a vitória no Sector Selectivo (SS), o que acabou por conseguir, à frente do chileno José Cornejo (Honda) e do austríaco Matthias Wilkner (KTM), o vencedor do ano passado, que foi segundo, com Pablo Quintanilla a garantir o derradeiro lugar do pódio.

Entre os portugueses, David Megre (KTM) foi forçado a desistir no último dia, acabando Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) e Sebastian Buhler (Yamaha), Fausto Mota (Husqvarna) e Miguel Caetano (KTM) por serem os únicos “motards” lusos que resistiram até ao fim, com Sebastian Buhler e Joaquim Rodrigues a serem 10.º e 12.º no SS, os seus melhores resultado da prova nesta edição.

NASSER AL-ATTIYAH CUMPRIU TRAÇADO NOS AUTOMÓVEIS

Sabendo que não necessitava de correr riscos o qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota Hilux) limitou-se a cumprir o traçado, em toada de gestão perdeu cerca de 10 minutos para os mais rápidos mas não colocou em causa o seu terceiro triunfo e deu à marca japonesa a primeira vitória na prova.

Nasser

Vencedor em 2011, 2015 e 2019 está apontado como vencedor da edição de 2013, se continuar a competir. Hoje, e como os seus carros não tiveram problemas assistiu-se a um duelo entre dois campeões mundiais de ralis, com o espanhol Carlos Sainz (Mini JCW) e levar a melhor sobre o francês Sébastien Loeb (Peugeot 3008 DKR), por 42”, com o francês a, muito provavelmente, passar para o Africa Eco Race, em função das palavras do seu navegador, Daniel Elena, que não escondeu a insatisfação por muito do que se passa nos bastidores.

O espanhol Nani Roma (Mini JCW), vencedor em 2014, e Sébastien Loeb, que está a caminho de Monte Carlo, completaram o pódio dos automóveis, com o chileno Boris Garafulic (Mini All4Racing), acompanhado pelo português Filipe Palmeiro, a terminar em oitavo.

FRANCISCO LOPEZ VENCE SXS

Nos SxS, o chileno Francisco Lopez (CAN-AM) limitou-se a confirmar o triunfo, à frente do espanhol Gerard Guell (CAN-AM) e do brasileiro Reinaldo Varela (CAN-AM), vencedor o ano passado, que foi o mais rápido no derradeiro SS.

O leiriense Ricardo Porém (CAN-AM) terminou em beleza, com o quarto tempo no SS, o melhor dos portugueses na categoria, com Miguel Jordão (CAN-AM) a ser nono e Pedro Mello Breyner (Yamaha) 18.º, enquanto em termos de geral Miguel Jordão foi sétimo, Ricardo Porém 11.º e Pedro Mello Breyner, que concretizou o seu desejo de terminar a prova, depois de, no ano passado, ter desistido logo no início, cotou-se o 18.º mais rápido.

Finalmente vitória dos russos Eduard Nikolaev/Evgenii Iakovlev/Vladimir Rybakov (Kamaz), nos camiões, e do argentino Nicolas Cavigliasso (Yamaha) nos Quads.

CLASSIFICAÇÕES – ETAPA

MOTOS

1.º Toby Price (KTM), 1h14m01s

2.º Jose Cornejo (Honda), a 2’21”

3.º Matthias Walkner (KTM), a 2’38”

4.º Sam Sunderland (KTM), a 3’19”

5.º Luciano Benavides (KTM), a 3’20”

6.º Kevin Benavides (Honda), a 3’59”

8.º Xavier De Soultrait (Yamaha), a 6’16”

9.º Daniel Jager (Honda), a 10’02”

10.º Sebastian Buhler (Yamaha), a 10’41”

12.º Joaquim Rodrigues (Hero), a 13’55”

37.º Fausto Mota (Husqvarna), a 31’19’’

73.º Miguel Caetano (KTM), a 1.07’26”

AUTOMÓVEIS

1.º Carlos Sainz/Lucas Criz (Mini JCW), 1h20m01s

2.º Sébastien Loeb/Daniel Elena (Peugeot 3008 DKR), a 42”

3.º Cyril Despres/Jean-Paul Cottret (Mini JWC), a 2’31”

4.º Benediktas Vanagas/Sebastian Rozwadowski (Toyota Hilux), a 3’38”

5.º Jakub Przygonski/Tom Colsoul (Mini All4 Racing), a 3’41”

6.º Nani Roma/Alex Haro (Mini JCW), a 4’16”

7.º Boris Garafulic/Filipe Palmeiro (Mini All4 Racing), a 5’53”

8.º Pierre Lachaume/Jean-Michel Polato (Peugeot 3008 DKR), a 6’22”

9.º Ronan Chabot/Gilles Pillot (Toyota Hilux), a 7’13”

10.º Nicolas Fuchs/Fernando Mussano (Ford Ranger), a 8’13”

SxS

1.º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (CAN-AM), 1h25m09s

2.º Cristian Baumgart/Alberto Andreotti (CAN-AM), a 3’39”

3.º Francisco Lopez/Alvado Leon (CAN-AM), a 6’10”

4.º Ricardo Porém/Jorge Monteiro (CAN-AM), a 6’25”

5.º Gerard Guell/Daniel Oliveras (CAN-AM), a 8’59”

9.º Miguel Jordão/Lourival Roldan (CAN-AM), a 14’15”

18.º Pedro Mello Breyner/Javier Uribe (Yamaha), a 35’37”

GERAL

MOTOS

1.º Toby Price (KTM), 33h57m16s

2.º Matthias Walkner (KTM), a 9’13”

3.º Pablo Quintanilla (Husqvarna), a 20’46”

4.º Andrew Short (Husqvarna), a 41’10”

5.º Xavier De Soultrain (Yamaha), a 54’00”

6.º Jose Cornejo (Honda), a 1.08’06”

7.º Luciano Benvides (KTM), a 1.09’10”

8.º Sam Sunderland (KTM), a 1.13’34”

9.º Oriol Mena (Hero), a 2.08’41”

10.º Daniel Jager (Honda), a 2.31’53”

17.º Joaquim Rodrigues (Hero), a 5.21’19”

20.º Sebastian Buhler (Yamaha), a 6h54m10s

29.º Fausto Mota (Husqvarna), a 11.21’00’’

69.º Miguel Caetano (KTM), a 38.31’22”

AUTOMÓVEIS

1.º Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (Toyota Hilux), 34h38m14s

2.º Nani Roma/Alex Haro (Mini JCW), a 46’42”

3.º Sébastien Loeb/Daniel Elena (Peugeot 3008 DKR), a 1.54’18”

4.º Jakub Przygonski/Tom Colsoul (Mini All4 Racing), a 2.28’31”

5.º Cyril Despres/Jean-Paul Cottret (Mini JCW), a 2.48’43”

6.º Martin Prokop/Jan Tomanec ((Ford Ranger), a 3.19’02”

7.º Yazeed Al Rajhi/Timo Gottschalk (Mini All4 Racing), a 4.30’56”

8.º Boris Garafulic/Filipe Palmeiro (Mini All4 Racing), a 7.57’58”

9.º Giniel De Villers/Dirk Von Zitzewitz (Toyota Hilux), a 7.59’16”

10.º Ronan Chabot/Gilles Pillot (Toyota Hilux), a 8.09’58”

SxS

1.º Francisco Lopez/Alvado Leon (CAN-AM), 42h19m05s

2.º Gerard Guell/Daniel Carreras (CAN-AM), a 1.02’35”

3.º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (CAN-AM), a 1.05’19”

4.º Casey Currie/Rafael Tornabell (CAN-AM), a 2.32’51”

5.º Rodrigo Moreno/Jorge Araya (CAN-AM), a 3.10’25”

7.º Miguel Jordão/Lourival Roldan (CAN-AM), a 4.41’57”

11.º Ricardo Porém/Jorge Monteiro (CAN-AM), a 9.41’37”

18.º Pedro Mello Breyner/Javier Uribe (Yamaha), a 21.14’01”

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação