Título de Lukaynuk no triunfo de Fourmaux

Estreia do francês Adrien Fourmaux no Rally Islas Canarias ficou marcada pelo triunfo num Ford Fiesta R5 MkII, batendo o compatriota Yoann Bonato. O russo Alexey Lukynuk também fez a festa do título de campeão do ERC 2020.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Adrien Fourmaux (Ford Fiesta R2)

Na segunda passagem pelas quatro especiais do segundo dia de prova, o francês Adrien Fourmaux (Ford Fiesta R2) geriu a vantagem de que dispunha e venceu o Rally Islas Canarias, prova que fechou o European Rally Championship, à frente do seu compatriota Yoann Bonato (Citroen C3 R5), com o espanhol Ivan Ares (Hyundai i20 R5) a completar o pódio.

Adrien Fourmaux que viu a vitória no Rali Montelongo “fugir” em consequência de uma penalização, que levantou muita controvérsia, vingou-se da derrota na prova portuguesa e foi vencer a Espanha, com o piloto a reconhecer que «foi um fim-de-semana fantástico para nós e quero agradecer à M-Sport e à Michelin, por me terem dado condições para vencer».

Alexey Lukyanuk (Citroën C3 R5)

Apesar de não ter ido além do sétimo lugar, o russo Alexey Lukyanuk (Citroën C3 R5) garantiu o título e sucede ao inglês Chris Ingram na lista de campeões, recuperando título que fora seu em 2018. Com um avanço confortável, a dupla gaulesa limitou-se a gerir a vantagem de que usufruía, deixando à concorrência a luta pelos melhores tempos nas especiais que faltavam, a exemplo do que fez o russo, que garantiu a conquista do título, à frente do sueco Oliver Solberg (VW Polo GTi R5), quarto na prova, com o belga Grégoire Munster (Hyundai i20 R5), apesar de ser 19.º, a completar o pódio.

Mas Alexey Lukyanuk não escondeu que «estou desapontado com o meu desempenho hoje, porque cometi dois erros, mas depois de um ano de tanta pressão só quero descansar e relaxar».

Pedro Almeida e Hugo Magalhães (Peugeot 208 Rally4)

No que diz respeito aos portugueses, a dupla Pedro Almeida e Hugo Magalhães, aos comandos de um Peugeot 208 Rally4, não partiu para a segunda etapa, quando ocupava a quarta posição entre a “armada” dos RC4, por não ter sido autorizado a ir para a estrada por danos estruturais na viatura da marca francesa do “leão”.

Também José Paula e Valter Cardoso, em Peugeot 208 T16 R5, ficaram pelo caminho na terceira especial da manhã, em consequência de problemas de gasolina.

FICHA DA PROVA

Prova – Rally Islas Canarias

Data – 26/28 de Novembro

Organizador – Club Deportivo Todo Sport

Estrutura – 559,31 km divididos por duas etapas: Las Palmas – Las Palmas (309,35 km); Las Palmas – Las Palmas (249,96 km)

PC – 17 (9 + 8)

Extensão das PC – 201,79 km (99,69 km + 102,10 km)

Percentagem das PC – 36,07 %

Inscritos – 97 (43 RC2, 3 RGT, 4 RC3, 15 RC4, 5 RC5, 27 ASN)

Participantes – 92 (43 RC2, 3 RC3, 15 RC4, 5 RC5, 3 RGT, 23 ASN)

Classificados – 68 (36 RC2, 2 RC3, 11 RC4, 4 RC5, 2 RGT, 13 ASN)

Comandantes sucessivos

Absoluto – Nil Solans, da 1.ª à 7.ª PC; Ivan Arés, na 8.ª e 9.ª PC; Adrien Fourmaux, na 10.ª PC; Nil Solans, na 11.ª PC; Adrien Foumaux, da 12.ª à 17.ª PC

RC2 – Nil Solans, da 1.ª à 7.ª PC; Ivan Arés, na 8.ª e 9.ª PC; Adrien Fourmaux, na 10.ª PC; Nil Solans, na 11.ª PC; Adrien Foumaux, da 12.ª à 17.ª PC

RC3 – David Sanchez, na 1.ª e 2.ª PC; Julien France, da 3.ª à 17.ª PC

RC4 – Josep Bassas, da 1.ª à 17.ª PC

RC5 – Marcos Martin, na 1.ª e 2.ª PC; Jorge Cagiao, da 3.ª à 17.ª PC

RGT – Dariusz Polonski, da 1.ª à 17.ª PC

ASN – Alejandro Cachon, na 1.ª e 2.ª PC; Oliver Nieves, da 3.ª à 7.ª PC; Alejandro Cachon, da 8.ª à 17.ª PC

Vencedores

Absoluto – Adrien Fourmaux/Renaud Jamoul (Ford Fiesta r2)

RC2 – Adrien Fourmaux/Renaud Jamoul (Ford Fiesta r2)

RC3 – Julien France/Marc Haddad (Citroem DS3 R3T Max)

RC4 – Josep Bassas/Axel Coronado (Peugeot 208 Rally4)

RC5 – Jorge Cagiao/Amélia Maria Blanco (Renault Clio RSR R5)

RGT – Daniusz Polonski/Lukasz Sitek (Abarth 124 Rally RGT)

ASN – Alejandro Cachon/Alejandro Lopez

CLASSIFICAÇÃO

POS. EQUIPA CARRO TEMPO
       
1.º Adrien Fourmaux/Renaud Jamoul Ford Fiesta R2 2.12’21,2″
2.º Yoann Bonato/Benjamin Boulloud Citroen C3 R5 a 25,0″
3.º Ivan Arés/David Vazquez Hyundai i20 R5 a 55,7″
4.º Oliver Solberg/Aaron Jonhston VW Polo GTi R5 a 1’17,5″
5.º Jose Antonio Suarez/Alberto Iglesias Skoda Fabia R2 Evo a 1’39,1″
6.º Andreas Mikkelsen/Anders Jaeger Skoda Fabia R2 Evo a 1’48,9″
7.º Alexey Lukyanuk/Alexey Arnautov Citroen C3 R5 a 2’10,6″
8.º Callum Devine/James Fulton Hyundai i20 R5 a 2’25,8″
9.º Luis Monzon/Jose Carlos Deniz Citroen C3 R5 a 2’32,4″
10.º Craig Breen/Paul Nagle Hyundai i20 R5 a 2’33,0″

OS MAIS RÁPIDOS

  1.º 2.º 3.º 4.º 5.º 6.º
             
Nil Solans 4 3 1 1 1 0
Alexey Lukyanuk 3 1 0 1 2 1
Andreas Mikkelsen 3 0 1 2 0 2
Adrien Fourmaux 2 4 4 0 0 0
Ivan Ares 2 4 0 2 0 1
Yoann Bonato 2 0 1 2 2 2
Jose Antonio Suarez 1 2 0 1 1 1
Nikolaus Mayr-Melnhof 0 1 1 1 0 1
Grégoire Munster 0 1 1 0 0 2
Yeray Lemes 0 1 0 2 1 0
Surhayen Pernia 0 1 0 0 2 1
Callum Devine 0 1 0 0 0 0
Oliver Solberg 0 0 2 3 4 0
Craig Breen 0 0 2 0 0 0
Marijan Griebel 0 0 1 1 1 1
Eric Cais 0 0 0 1 1 1
Mikolaj Marczyk 0 0 0 1 1 1
Marc Amourette 0 0 0 0 1 0
Luis Monzon 0 0 0 0 0 2
Simone Tempestini 0 0 0 0 0 1
Jose Maria Lopez 0 0 0 0 0 1

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *