Timmy Hansen encanta no circuito de Montalegre

Líder do Mundial de ralicross foi o mais rápido na primeira qualificação do dia, enquanto o finlandês Niclas Grönholm (Hyundai I20) foi o segundo mais veloz, à frente do belga Enzo Ide (Audi S1).

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: PAULO MARIA

O sueco Timmy Hansen, líder do Mundial de ralicross, foi hoje o mais rápido nas primeiras duas qualificações da etapa que decorre em Montalegre, à frente do perseguidor mais directo e compatriota Johan Kristofferson.

Timmy Hansen (Peugeot 208) começou da melhor forma a etapa portuguesa do Mundial de Ralicross, que está a decorrer no Circuito Internacional de Montalegre, no distrito de Vila Real, ao ser o mais rápido na qualificação 1 e 2 (Q1 e Q2).

Já o também sueco Johan Kristofferson (Audi S1), tricampeão da categoria principal “World RX” e que persegue Timmy Hansen na classificação geral com 139 pontos (menos 12), começou mal o dia, ao ser apenas sexto no Q1, mas recuperou e fechou a Q2 na segunda posição.

Na primeira qualificação do dia, o finlandês Niclas Grönholm (Hyundai I20) foi o segundo mais rápido, à frente do belga Enzo Ide (Audi S1), enquanto no Q2 o piloto nórdico fechou o top-3. O terceiro classificado do mundial com 136 pontos, irmão do líder, o sueco Kevin Hansen (Peugeot 208), fez um quarto lugar no Q1 e Q2.

A sétima de nove rondas da “World RX” começou com oito pilotos ainda matematicamente na corrida pelo troféu, embora o alemão Timo Scheider (Seat Ibiza) e o neerlandês Kevin Abbring (Renault Mégane RS) não tenham comparecido em Montalegre, com a categoria “World RX” a juntar um total de sete pilotos.

Por cada etapa podem ser atribuídos o máximo de 30 pontos ao vencedor, sendo que a pontuação é distribuída após as quatro qualificações (16 pontos para o mais rápido), após as meias-finais (seis pontos para o mais rápido) e após a final (oito pontos para o vencedor).

Já na categoria Euro RX3, anteriormente conhecida como Super1600, que em Trás-os-Montes disputa a última etapa, o mais rápido na Q1 foi o suíço Yury Belevskiy (Audi A1) e o português melhor classificado foi João Ribeiro (Skoda Fabia) com o sétimo lugar. Na Q2, venceu o russo Marat Knyazev (Audi A1) e Nuno Araújo (Audi A1) foi o português mais rápido, com um quinto lugar.

Na Euro RX3, antes da etapa decisiva, o suíço Yuri Belevskiy (Audi A1) lidera com 117 pontos, mais 23 que o belga Kobe Pauwels (Audi A1) e mais 28 que o checo Marat Knyazev, também ainda matematicamente na corrida pelo primeiro lugar.

Para este domingo, o Q3 arranca de manhã, a partir das 11h00, enquanto o Q4 da “World RX”, as meias-finais do Euro RX3 e a final de Kartcross arrancam a partir das 14h30. Já a partir das 17h00 decorrem as meias-finais e final da principal categoria e a final da Euro RX3.

Após a ronda portuguesa, organizada pelo município de Montalegre e o Clube Automóvel de Vila Real, a competição termina em Nürburgring, na Alemanha, com as duas últimas etapas (27 e 28 de Novembro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *