Tiago Reis regressou aos triunfos em Idanha

Piloto da Team Transfradelos geriu da melhor forma o segundo dia de competição, com Pedro Dias da Silva e Alexandre Ré a travarem animada luta pelos restantes lugares do pódio.

(auto.look2010@gmail.com)

A Baja TT Idanha-a-Nova ficou marcada pelo regresso da dupla Tiago Reis/Valter Cardoso às vitórias no Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno. A dupla nortenha aproveitou bem a desistência de João Ramos no primeiro dia de prova para assumir a liderança, que não mais largou até final da prova da Escuderia Castelo Branco. Pedro Dias da Silva e Alexandre Ré completaram os lugares do pódio e adiaram a decisão do título para a derradeira prova do Campeonato, a Baja de Portalegre.

Tiago Reis, em Mitsubishi Lancer Evolution, foi sem dúvida o piloto mais capaz nas difíceis pisas da Beira Baixa que, muito traiçoeiras, foram deixando pelo caminho alguns dos pilotos inscritos na categoria Auto. Com uma liderança confortável que trazia do primeiro dia, o piloto famalicense atacou no segundo dia para dilatar a vantagem e aproveitou ainda a luta pelos restantes lugares do pódio travada pelos seus mais directos adversários para concluir a prova com mais de 2 minutos de vantagem.

«Foi uma prova muito difícil onde conseguimos ultrapassar todos os obstáculos. Um fim-de-semana tão difícil que efectuei com dois dedos dos pés partidos que me ficará para sempre na memória. Estamos muito satisfeitos com o resultado e agora, dentro de um mês, em Portalegre, terá de ser sempre a fundo sem gestão», explicou o piloto que representa as cores da Team Transfradelos.

Na luta pelo segundo lugar, e entrando para o segundo dia de prova com um atraso de 1m12,7s para Pedro Dias da Silva, Alexandre Ré deu espectáculo e a meio do segundo sector selectivo já estava a cerca de 5 segundos do segundo posto. Pedro Dias da Silva não deitou a toalha ao chão e, ciente da importância de todos os pontos na luta pelo título nacional, defendeu até aos últimos metros a sua posição na Geral desta Baja TT Idanha-a-Nova.

«A prova correu-nos bem. Passámos pela liderança no primeiro dia, onde aproveitámos bem o facto de o nosso carro ser um Diesel e o binário do motor. Hoje com o tempo mais seco, o Tiago e o Ré possuem carros mais potentes e superiores ao nosso e não conseguimos andar no ritmo deles, mas controlámos sempre o Ré e quando ele se aproximou de nós forçámos para garantir o segundo lugar», explicou Dias da Silva.

Já Alexandre Ré, que depois do furo no Prólogo fez uma prova em recuperação mostrava-se resignado: «Não tivemos grande comunicação sobre os tempos que estávamos a fazer em pista e acabámos por deixar escapar o segundo lugar já perto do final. Ainda assim, ser segundo ou terceiro não ia fazer grande diferença. Fica tudo adiado para Portalegre», afirmou.

Na categoria T2, Nuno Corvo Nissan Pathfinder levou a melhor sobre João Ferreira, enquanto que entre os T8 João Rato foi o mais competente. Tiago Canêdo Santos venceu entre os inscritos na Taça.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

AUTO

1.º Tiago Reis (Mitsubishi Lancer Evolution) – 4h45m44.0s

2.º Pedro Dias da Silva (Ford MO EXR 05 Proto) – a 2m59.0s

3.º Alexandre Ré (Volkswagen Amarok) – a 3m15.0s

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação