Tiago Reis de boa cepa na “Capital dos Vinhos”

Tiago Reis, navegado por Valter Cardoso, conduziu a Toyota Hilux ao triunfo na 33.ª edição da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, deixando um rasto de perfume nos concelhos de Reguengos de Monsaraz, Redondo e Évora.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Alejandro Martins e José Marques (Mini JCW Rally)

Vencedor da prova inaugural da temporada, o Rali TT Montes Alentejanos, Tiago Reis (Toyota Hilux) volta ao Alentejo para triunfar na Baja TT Rali Capital dos Vinhos de Portugal e assumir-se como o mais sério candidato ao título quando faltam duas provas para terminar a temporada.

Batido por João Ramos (Toyota Hilux) no prólogo, Tiago Reis, navegado por Valter Cardoso, assumiu o comando logo na primeira parte do primeiro Sector Selectivo, enquanto João Ramos era obrigado a abandonar.

A dupla nortenha conduziu a Toyota Hilux ao triunfo da 33.ª edição da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, que mais uma vez se realizou sob a égide da Secção de Motorismo da Sociedade Reguenguense em pistas dos concelhos de Reguengos de Monsaraz, Redondo e Évora.

André Amaral e Nélson Ramos (Ford Ranger)

Foi o mais rápido nos três Sectores Selectivos e alcançou um triunfo indiscutível, com mais de 10 minutos de vantagem sobre o seu mais directo perseguidor, Alejandro Marques (Mini JCW Rally), com André Amaral (Ford Ranger) a completar o pódio.

«Estou muito satisfeito porque é muito positivo ter aqui uma vitória pelas contas do campeonato o que nos dá uma vantagem muito grande. A corrida foi fantástica está sempre bem organizada e é uma das minhas preferidas. O piso hoje estava em pior estado, mas tínhamos uma vantagem suficiente para gerir a corrida e não tivemos que fazer grandes riscos. Por isso estamos muito contentes. Esta vitoria é para os meus mecânicos que trabalharam 24 horas para ter a carrinha pronta e por isso esta vitoria é deles», revelou Tiago Reis.

David Spranger e Paulo Fiúza (Viatura Exemplo)

Segundo lugar para a dupla Alejandro Martins/José Marques em Mini John Cooper Works Rally que repetiram idêntica classificação obtida em 2020. À terceira posição subiu, já na ponta final da corrida, André Amaral navegado por Nélson Ramos em Ford Ranger, que com este resultado se sagrou antecipadamente campeão ibérico tendo ainda triunfado no Troféu Terras Grande Lago do Alqueva. O Top 5 ficou completo com a dupla formada por Nuno Madeira/Filipe Serra e Edgar Reis – irmão de Tiago Reis navegado por Filipe Martins em Mitsubishi.

Os restantes vencedores desta 33.ª edição da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal foram David Spranger e Paulo Fiúza (T3), 7º da geral, Filipe Carvalho e Fábio Belo em Can-Am (T4), 9º da geral, Michael Braun/Ivo Santos aos comandos de um Porsche (T8), 12º da geral e Fernando Barreiros com Sérgio Cerveira, em Isuzu (T2) em 17º da geral. Cesário Santos e Alexandre Gomes em Nissan venceram a Taça de Portugal.

FICHA DA PROVA

Prova – Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal

Data – 1/3 de Outubro

Organizador – Sociedade Artística Reguenguense

Estrutura – 416,93 km divididos por duas etapas: Reguengos de Monsaraz – Reguengos de Monsaraz (253,04 km); Reguengos de Monsaraz – Reguengos de Monsaraz (163,89 km)

SS – 4 (3 + 1)

Extensão dos SS – 349,33 km (205,92 km + 144,01 km)

Percentagem dos SS – 84,17 %

Inscritos – 45 (18 T1, 6 T2, 4 T3, 1 T4, 16 T8)

Participantes – 42 (17 T1, 6 T2, 4 T3, 1 T4, 14 T8)

Classificados – 23 (10 T1, 3 T2, 4 T3, 1 T4, 5 T8)

Comandantes sucessivos

Absoluto – João Ramos, em Prólogo (5,00 km); Tiago Reis, de CP1/SS1 (50,40 km) a SS3 (349,33 km)

T1 – João Ramos, em Prólogo (5,00 km); Tiago Reis, de CP1/SS1 (50,40 km) a SS3 (349,33 km)

T2 – Fernando Barreiros, de Prólogo (5,00 km) a SS3 (349,33 km)

T3 – Tiago Guerreiro, de Prólogo (5,00 km) a CP3/SS1 (116,25 km); David Spranger, em SS1 (149,01) a SS3 (349,33 km)

T4 – Filipe Carvalho, de Prólogo (5,00 km) a CP3/SS3 (349,33 km)

T8 – Michael Braun, em Prólogo (5,00 km); Johan Senders, de CP1/SS1 (50,40 km) a CP3/SS1 (116,25 km); Henrique Lourenço, em SS1 (149,01 km); Ricardo Nascimento, em SS2 (205,92 km); Michael Braun, de CP1/SS3 (251,32 km) a CP3/SS3 (317,17 km)

Absoluto – Tiago Reis/Valter Cardoso (Toyota Hilux Overdrive)

T1 – Tiago Reis/Valter Cardoso (Toyota Hilux Overdrive)

T2 – Fernando Barreiros/Sérgio Cerveira (Isuzu D-Max)

T3 – David Spranger/Paulo Fiuza (Viatura Exemplo)

T4 – Filipe Carvalho/Fábio Belo (Bombardier X3 XRS)

T8 – Mikael Braun/Ivo Santos (Porsche Cayene Proto)

CLASSIFICAÇÃO

POS. EQUIPA CARRO TEMPO
1.º Tiago Reis/Valter Cardoso Toyota Hilux Overdrive 4.09’34”
2.º Alejandro Martins/José Marques Mini JCW Rally a 11’51”
3.º André Amaral/Nelson Ramos Ford Ranger a 19’55”
4.º Nuno Madeira/Filipe Serra Ford Ranger a 21’59”
5.º Edgar Reis/Filipe Martins Mitsubishi Lancer Racing a 25’19”
6.º Edgar Condenso/António Serrão Ford MO EXR05 Proto a 31’41”
7.º David Spranger/Paulo Fiuza Viatura Exemplo a 32’27”
8.º Francisco Barreto/Carlos Silva Ford Ranger a 35’46”
9.º Filipe Carvalho/Fábio Belo Bombardier X3 XRS a 40’45”
10.º Luís Dias/Pedro Cunha Rego Nissan Pick Up Proto a 43’53”

Próxima prova – Baja TT do Oeste, de 15 a 17 de Outubro, organizada pela Escuderia de Castelo Branco

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *