Tiago Monteiro: “cozinhar” com mais de 90 quilos

Piloto português reconhece que será «muito difícil» alcançar os lugares da frente do Grande Prémio de Macau, mas prometeu lutar pelos dez primeiros, pesar do peso em excesso na viatura, com cerca de 90 quilos a mais do que alguns dos seus concorrentes.

(auto.look2010@gmail.com)

«Não começou mal de todo, mas vai ser muito complicado com o peso que temos. Temos cerca de 90 quilos a mais do que alguns dos nossos concorrentes, e com esses quilos já percebemos que vai ser muito difícil lutar pelos lugares da frente», disse, após ter alcançado o 14.º lugar no primeiro dia de treinos livres.

Ainda assim, o piloto mostrou-se «muito feliz» por regressar à Corrida da Guia da Taça do Mundo de Carros de Turismo, depois de no ano passado um acidente sofrido em Barcelona o ter afastado «do prazer e da adrenalina» desta prova disputada no icónico traçado citadino de 6,12 quilómetros.

«Estou muito feliz agora que posso estar a competir, é sempre um prazer incrível guiar aqui. Mas claro, a pista é um desafio muito grande. Como pilotos temos aqui situações muito fortes, uma pressão positiva bastante boa, alguns sustos também. É uma pista que merece muito respeito», apontou.

Apesar de reconhecer que a luta pelos lugares da frente «será muito difícil», Tiago Monteiro disse que irá tentar alcançar as dez primeiras posições: «Macau muitas vezes é uma lotaria, tem aquela estrelinha que nos ajuda um pouco. Vamos tentar fazer o melhor possível», disse.

O 66.º Grande Prémio de Macau decorre entre hoje e domingo e, para além, de Tiago Monteiro, o primeiro português a vencer a Corrida da Guia da Taça do Mundo de Carros de Turismo, em 2016, participa ainda o português André Pires no 53.º Grande Prémio de Macau de motos, depois de em 2018 ter ficado em 19.º lugar.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação