Thierry Neuville vence ao “sprint”

O belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupe WRC) venceu hoje a prova de abertura do Mundial de Ralis, em Monte Carlo, ao terminar as 16 especiais classificativas com 12,6 segundos de vantagem sobre o segundo classificado, o francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris WRC).

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Mais rápido nas quatro especiais do dia o belga Thierry Neuville, em Hyundai i20 Coupé WRC, venceu, pela primeira vez, o Rali de Monte Carlo, 13.º triunfo mundial, depois de um último dia ao ataque que lhe valeu ascender ao comando a duas classificativas do fim, para acabar por arrecadar os cinco pontos da vitória na “Power Stage” ao bater o francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris WRC), que ascendeu ao segundo lugar no derradeiro troço, por 0,016”.

O galês Elfyn Evans (Toyota Yaris WRC), que começou o dia na frente, acabou por terminar no derradeiro lugar do pódio, não conseguindo concretizar o triunfo que parecia poder acontecer.

Para Thierry Neuville o começo da temporada não podia ter sido melhor com o belga a aproveitar o abandono do estónio Ott Tanak (Hyundai i20 Coupé WRC) para contabilizar o máximo de pontos e aumentar a pressão sobre o campeão do mundo, que entrou com o pé esquerdo na marca sul-coreana e que vê os seus dois mais directos adversários ao título pontuarem o máximo possível, com Thierry Neuville a somar 30 pontos e Sébastien Ogier 22, o que deixa desde já numa situação difícil.

Para o belga a vitória é importante reforço de confiança, para o resto da temporada, sabendo-se que o piloto nem sempre tem reagido bem à pressão.

No final, Thierry Neuville reconheceu que «tivemos um “feeling” incrível nos últimos dois dias e conseguimos recuperar, pelo que foi uma excelente maneira de começar a temporada».

Por sua vez, Sébastien Ogier não escondeu que «não tive a confiança que gostava de ter, mas essa virá com o tempo, mas penso que começar com um pódio é muito bom».

Derrotado no último dia, Elfyn Evans afirmou que «hoje não estamos tão felizes como estávamos ontem, porque não consegui repetir o que havia feito nos dias anteriores, mas foi um fim-de-semana positivo».

Uma saída de estrada na primeira passagem por aquela que seria a derradeira classificativa do rali, impediu o francês Sébastien Loeb (Hyundai i20 Coupé WRC) de terminar no quarto lugar, que foi seu ao longo da maior parte da prova, com o público a valer ao piloto para lhe permitir continuar em prova.

Como consequência o finlandês Esapekka Lappi (Ford Fiesta WRC) terminou no quarto lugar, sendo o melhor dos homens da marca da oval, na estreia ao volante de um dos carros da equipa dirigida por Matthew Wilson, enquanto o seu compatriota Kalle Rovampera (Toyota Yaris WRC) ascendeu ao quinto lugar, relegando o francês para o sexto lugar.

Entre os RC2, o francês Eric Camilli (Citroen C3 R5) confirmou a vitória na categoria, impondo-se ao norueguês Mads Ostberg (Citroen C3 R5) e ao seu compatriota Nicolas Ciamin (Citroen C3 R5) que integraram o respectivo pódio.

FICHA DA PROVA

Data – 20 a 26 de Janeiro

Organizador – Automobile Club de Monaco

Estrutura – 1 504,71 km divididos por quatro etapas: Monte Carlo – Gap (338,32 km); Gap – Gap (429,90 km); Gap – Monte Carlo (512,16 km); Monte Carlo – Monte Carlo (224,33 km)

PC – 16 (2 + 6 + 4 + 4)

Extensão das PC – 304,28 km (42,96 km + 122,58 km + 75,20 km + 63,54 km)

Percentagem das PC – 20,22 %

Inscritos – 88 (11 RC1, 32 RC2, 11 RC3, 23 RC4, 10 RC5, 1 RGT)

Participantes – 88 (11 RC1, 32 RC2, 11 RC3, 23 RC4, 10 RC5, 1 RGT)

Classificados – 73 (10 RC1, 26 RC2, 9 RC3, 17 RC4, 10 RC5, 1 RGT)

COMANDANTES SUCESSIVOS

Absoluto – Sebastien Ogier, na 1.ª PC; Thierry Neuville, na 2.ª e 3.ª PC; Elfyn Evans, da 4.ª à 7.ª PC; Sébastien Ogier, na 8.ª e 9.ª PC; Elfyn Evans, na 11.ª PC; Sébastien Ogier e Elfyn Evansm na 12.ª PC; Elfyn Evans, na 13.ª e 14.ª PC; Thierry Neuville, na 15.ª e 16.ª PC

RC1 – Sebastien Ogier, na 1.ª PC; Thierry Neuville, na 2.ª e 3.ª PC; Elfyn Evans, da 4.ª à 7.ª PC; Sébastien Ogier, na 8.ª e 9.ª PC; Elfyn Evans, na 11.ª PC; Sébastien Ogier e Elfyn Evansm na 12.ª PC; Elfyn Evans, na 13.ª e 14.ª PC; Thierry Neuville, na 15.ª e 16.ª PC

RC2 – Eric Camilli, da 1.ª à 16.ª PC

RC3 – Thibault Poizot, na 1.ª e 2.ª PC; Ismael Vuistiner, da 3.ª à 6.ª PC; Thibault Poizot, na 7.ª e 8.ª PC; Ismael Vuitiner, na 9.ª PC; Jérémy Caradec, na 10.ª PC; Ismael Vuistiner, na 11.º e 12.ª PC; Jérémy Caradec, da 13.ª à 16.ª PC

RC4 – Sean Johnstone, da 1.ª à 5.ª PC; Damien Oberti, da 6.ª à 9.ª PC; Sean Johnstone, da 10.ª à 16.ª PC

RC5 – Mickael Boisseranc, da 1.ª à 16.ª PC

RGT – Luc Caprasse, da 1.ª à 16.ª PC

VENCEDORES

Absoluto – Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupé WRC)

RC1 – Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupé WRC)

RC2 – Eric Camilli/François-Xavier Buresi (Citroen C3 R5)

RC3 – Jérémy Caradec/Cédric Amoros (Renault Clio R3)

RC4 – Sean Johnstone/Alexander Kihurani (Peugeot 208 R2)

RC5 – Mickael Boisseranc/Chloé Comte-Rolland (Ford Fiesta R2)

RGT – Luc Caprasse/Renaud Herman (Abarth 124 Rally)

CLASSIFICAÇÃO

POS. EQUIPA CARRO TEMPO
1.º Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul Hyundai i20 Coupé WRC 3.10’57,6″
2.º Sébastien Ogier/Julien Ingrassia Toyota Yaris WRC a 12,6″
3.º Elfyn Evans/Scott Martin Toyota Yaris WRC a 14,3″
4.º Esapekka Lappi/Janne Ferm Ford Fiesta WRC a 3’09,0″
5.º Kalle Rovampera/Jonne Halttunen Toyota Yaris WRC a 4’17,2″
6.º Sébastien Loeb/Daniel Elena Hyundai i20 Coupé WRC a 5’04,7″
7.º Takamoto Katsuta/Daniel Barritt Toyota Yaris WRC a 11’27,9″
8.º Teemu Suninen/Jarmo Lehtinen Ford Fiesta WRC a 13’30,4″
9.º Eric Camilli/François-Xavier Buresi Citroen C3 R5 a 13’42,2″
10.º Mads Ostberg/Torstein Eriksen Citroen C3 R5 a 14’21,8″

OS MAIS RÁPIDOS

1.º 2.º 3.º 4.º 5.º 6.º
Thierry Neuville 9 1 4 1 0 1
Sébastien Ogier 4 7 3 2 0 0
Elfyn Evans 4 5 5 2 0 0
Ott Tanak 0 1 2 0 0 0
Sébastien Loeb 0 1 0 5 3 3
Esapekka Lappi 0 0 1 4 5 3
Teemu Suninen 0 0 1 1 2 1
Kalle Rovampera 0 0 0 1 5 6
Gus Greensmith 0 0 0 0 1 0
Takamoto Katsuta 0 0 0 0 0 2

CLASSIFICAÇÕES DOS “MUNDIAIS”

PILOTOS – 1.º, Thierry Neuville, 30 pontos; 2.º, Sébastien Ogier, 22; 3.º, Elfyn Evans, 17; 4.º, Esapekka Lappi, 13; 5.º, Kalle Rovampera, 10; 6.º, Sébastien Loeb, 8; 7.º, Teemu Suninen, 7; 8.º, Takamoto Katsuta, 6; 9.º, Eric Camilli, 2; 10.º, Mads Ostberg, 1

CONSTRUTORES – 1.º, Hyundai Shell Mobis World Rally Team, 35 pontos; 2.º, Toyota Gazoo Racing World Rally Team, 33; 3.º, M-sport Ford World Rally Team, 20

Próxima prova – Rali da Suécia, de13 a 16 de Fevereiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: