Thierry Neuville esteve implacável na Bélgica

Piloto belga, que dominou toda a prova, terminou com o tempo de 2h30m24,2s, deixando o segundo classificado, o irlandês Criag Breen, companheiro de equipa na Hyundai Motorsport, a 30,7 segundos. O finlandês Kalle Rovampera foi o terceiro classificado.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Afastado do lugar mais alto do pódio desde o Rali de Monte Carlo do ano passado, o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupé WRC) não desaproveitou o facto de “acelerar em casa” para regressar ao lugar mais alto do pódio.

Refira-se, por outro lado, que um furo sofrido pelo estónio Ott Tanak (Hyundai i20 Coupé WRC) impediu a marca sul-coreana de monopolizar o pódio. Foi a segunda vitória da Hyundai, em oito provas, com a primeira, pelas mãos de Ott Tanak, a acontecer no Rali ao Ártico a segunda prova da temporada.

Desde o início que foi perceptível que a Toyota não dispunha de capacidade para colocar em causa a superioridade da Hyundai, que só ao fim de 11 especiais viu os seus carros desalojados do topo da tabela de tempos, o que só aconteceu em quatro das 19 provas de classificação que integraram a prova.

Com as costas “protegidas” pelo irlandês Craig Breen (Hyundai i20 Coupé WRC), com “ordens” para não colocar em causa a vitória do piloto da casa, Thierry Neuville acabou por ter uma prova mais tranquila do que esperaria, com a Hyundai, para quem o título de Construtores é mais importante que o de Pilotos, a reduzir para 35 pontos o atraso em relação à Toyota.

O finlandês Kalle Rovampera (Toyota Yaris WRC) ascendeu ao lugar mais baixo do pódio, ao qual chegou a três classificativas do fim, com o francês Yohan Rossel (Citroen C3 Rally2), que terminou em sétimo, a vencer entre os RC2.

Na liderança continua o francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris WRC), apesar de nesta prova ter sido apenas quinto classificado e o terceiro entre os Toyota. Sébastien Ogier terminou a 55,8 segundos do vencedor, mas somou quatro pontos extra na “power stage”, por ter sido o segundo mais rápido.

Este último dia foi dominado pelo estónio Ott Tänak (Hyundai i20 Coupe WRC), que no sábado sofreu um furo que o atrasou irremediavelmente na luta pela vitória. Ainda assim, o antigo campeão mundial venceu três das quatro especiais de hoje, incluindo a “power stage”, o que lhe valeu cinco pontos extra para o campeonato, além dos oito correspondentes ao sexto lugar em que terminou.

Ficha da prova

Prova – Renties Ypres Rally Belgium

Data – 13/15 de Agosto

Organizador – SuperStage vzw

Estrutura – 951,89 km divididos por três etapas: Ypres – Ypres (280,30 km); Ypres – Ypres (310,37 km); Ypres – Francorchamps (361,22 km)

PC – 20 (8 + 8 + 4) previstas, 19 (7 + 8 + 4) cumpridas

Extensão das PC – 295,78 km (135,34 km + 119,92 km + 40,52 km) regulamentados, 286,33 km (125,89 km + 119,92 km + 40,53 km) percorridos

Percentagem das PC – 31,07 % idealizada, 30,08 % concretizada

Inscritos – 108 (10 RC1, 31 RC2, 1 RC3, 24 RC4, 13 RC5, 7 RGT, 22 ASN)

Participantes – 97 (10 RC1, 28 RC2, 1 RC3, 21 RC4, 13 RC5, 6 RGT, 18 ASN)

Classificados – 73 (8 RC1, 22 RC2, 13 RC4, 12 RC5, 6 RGT, 12 ASN)

Comandantes sucessivos

Absoluto – Ott Tanak, na 1.ª PC; Craig Breen, na 2.ª e 3.ª PC; Thierry Neuville, da 4.ª à 20.ª PC

RC1 – Ott Tanak, na 1.ª PC; Craig Breen, na 2.ª e 3.ª PC; Thierry Neuville, da 4.ª à 20.ª PC

RC2 – Yohan Rossel, na 1.ª PC; Davy Vanneste, na 2.ª PC; Teemu Suninen, da 3.ª à 6.ª PC; Yohan Rossel, da 7.ª à 10.ª PC; Sébastien Bedoret, da 11.ª à 16.ª PC; Yohan Rossel, da 17.ª à 20.ª PC

RC4 – Jon Armstrong, da 1.ª à 20.ª PC

RC5 – Gilles Pyck, da 1.ª à 20.ª PC

RGT – Gino Bux, da 1.ª à 15.ª; Pierre Ragues, da 16.ª à 20.ª PC

ASN – Timothy Van Parijs, da 1.ª à 6.ª PC; Bjorn Syx, da 7.ª à 15.ª PC; Glenn Janssens, da 16.ª à 19.ª PC; Claudie Tanghe, na 20.ª PC

Vencedores

Absoluto – Thierry Neuville/Martijn Wydaeghe (Hyundai i20 Coupé WRC)

RC1 – Thierry Neuville/Martijn Wydaeghe (Hyundai i20 Coupé WRC)

RC2 – Yohan Rossel/Alexandre Coria (Citroen C3 Rally2)

RC4 – Jon Armstrong/Phil Hall (Ford Fiesta Rally4)

RC5 – Gilles Pyck/Emile Mourisse (Renault Clio RSR Rally5)

RGT – Pierre Ragues/Julien Pesenti (Alpine A110 Rally RGT)

ASN – Claudie Tanghe/Denis Squedin (Porsche 997 GT3 Cup)

Classificação

POS. EQUIPA CARRO TEMPO
1.º Thierry Neuville/Martijn Wydaegue Hyundai i20 Coupé WRC 2.30’24,2″
2.º Craig Breen/Paul Nagle Hyundai i20 Coupé WRC a 30,7″
3.º Kalle Rovampera/Jonne Halttunen Toyota Yaris WRC a 43,1″
4.º Elfyn Evans/Scott Martin Toyota Yaris WRC a 49,6″
5.º Sébastien Ogier/Julien Ingrassia Toyota Yaris WRC a 55,8″
6.º Ott Tanak/Martin Jarveoja Hyundai i20 Coupé WRC a 3’46,5″
7.º Yohan Rossel/Alexandre Coria Citroen C3 Rally2 a 12,14,9″
8.º Peter Jan Michel Cracco/Jasper Vermeulen Skoda Fabia Rally2 Evo a 13’05,9″
9.º Fabian Kreim/Frank Christian VW Polo GTi R5 a 13’13,8
10.º Vincent Verschueren/Filip Cuvalier VW Polo GTi R5 a 13’31,1″

Os mais rápidos

  1.º 2.º 3.º 4.º 5.º 6.º
Thierry Neuville 7 6 4 2 0 0
Craig Breen 4 2 6 2 2 2
Ott Tanak 4 2 2 1 4 5
Sébastien Ogier 2 3 2 2 4 5
Kalle Rovampera 1 3 3 8 3 1
Elfyn Evans 1 3 3 3 5 4
Gus Greensmith 0 0 0 0 1 1
Takamoto Katsuta 0 0 0 0 0 1

Classificações dos “Mundiais”

PILOTOS – 1.º, Sébastien Ogier, 162 pontos; 2.º, Elfyn Evans, 124; 3.º Thierry Neuville, 124; 4.º, Kalle Rovampera, 99; 5.º Ott Tanak, 87; 6.º, Takamoto Katsuta, 66; 7.º, Craig Breen, 60; 8.º, Gus Greensmith, 34; 9.º, Dani Sordo, 31; 10.º, Adrien Fourmaux, 30; 11.º, Teemu Suninen, 17; 12.º, Mads Ostberg, 13; 13.º, Yohan Rossel, 12; 14.º. Jari Huttunen, 10; 15.º, Andreas Mikkelsen, 8; 16.º, Esapekka Lappi, 7; 17.º,  Oliver Solberg, Onkar Rai, Pierre-Louis Loubet, 6; 20.º, “Pepe” Lopez, Karan Patel, Alexey Lukyanuk, Pieter Jan Michiel Cracco, 4; 24.º, Jan Solans, Carl Tundo, Fabian Kreim, 2; 27.º, Eric Camilli, Nikolay  Gryazin, Marco Bulacia Wilkinson, Vincent Verschureren, 1

NAVEGADORES – 1.º, Julien Ingrassia, 162 pontos; 2.º, Scott Martin, 124; 3.º Martijn Wydaeghe, 124; 4.º, Jonne Halttunen, 99; 5.º, Martin Jarveoja, 87; 6.º, Daniel Barritt, 66; 7.º, Paul Nagle, 60; 8.º, Renaud Jamoul, 30; 9.º, Chris Patterson, 28 ; 10.º, Borja Rozada, 20; 11.º, Mikko Markkula, 17; 12.º, Torstein Eriksen, 13 ; 13.º, Alexandre Coria, 12; 14.º, Carlos Del Barrio, 11; 15.º, Mikko Lukka, 10; 16.º, Ola Floene, 8; 17.º, Janne Ferm, 7; 18.º, Sebastian Marshall, Drew Sturrock, Florian Haut-Labourdette, Elliott Edmonson, 6; 22.º, Diego Valejo, Tauseef Khan, Yaroslav Fedorov Jasper Vermeulen, 4; 26.º, Rodrigo Sanjuan, Tim Jessop, Frank Christian, 2; 29.º, François-Xavier Buresi, Konstantin Aleksandrov, Marcelo Der Ohannesian, Filip Cuvelier, 1

MARCAS – 1.º, Toyota Gazoo Racing WRT, 348 pontos; 2.º, Hyundai Shell Mobis WRT, 307; 3.º, M-Sport Ford WRT, 135; 4.º, Hyundai 2C Competition, 44

Próxima prova – EKO Acropolis Rally of Gods, de 9 a 12 de Setembro, na Grécia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *