Thierry Neuville com distinção em Coimbra

Piloto belga passou com distinção no “exame” de Coimbra ao volante de um Hyundai i20 N Rally1, ostentando o título de primeiro líder da 55.ª edição do Vodafone Rally de Portugal, cabendo a Armindo Araújo (Skoda Fabia Rally2 Evo) o melhor português.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Thierry Neuville e Martijn Wyndaeghe (Hyundai i20 N Rally1)

Milhares de espectadores presenciaram, junto ao Portugal dos Pequeninos, um dos pólos de interesse turístico da cidade de Coimbra, ao arranque da edição 2022 do Vodafone Rally de Portugal, quarta prova dos Campeonatos do Mundo e de Portugal, que contou com 90 equipas, das 100 inscritas, no começo das hostilidades e com o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 N Rally1) como primeiro comandante.

O facto de se tratar de uma super-especial curta, com escassos 2,82 quilómetros na malha urbana de Santa Clara, na margem esquerda do Mondego, em Coimbra, deixava antever um grande equilíbrio de tempos. Thierry Neuville ganhou 0,6 segundos ao estónio Ott Tanak (Hyundai i20 Rally1), já que todos os outros ficaram a mais de um segundo.

«Ainda estamos a descobrir o carro, mas foi uma bela forma de começar o rali, com uma verdadeira multidão e um excelente ambiente. Espero uma boa luta nos próximos dias», sublinhou o piloto belga.

Ott Tanak e Martin Jarveoja (Hyundai i20 N Rally1)

O irlandês Craig Breen (Ford Puma Rally1) estabeleceu o terceiro melhor tempo, à frente do seu colega de equipa, Gus Greensmith, e de Sèbastien Ogier (Toyota GR Yaris Rally1).

A maior vítima foi o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20 N Rally1) que, em consequência de um engano de percurso, perdeu mais de sete segundos para o belga, diferença que não é irrecuperável, face ao que falta percorrer, ainda que no final das provas comecem a acontecer diferenças inferiores.

O líder do mundial, o jovem Kalle Rovanperä (Toyota GR Yaris Rally 1) foi o sexto mais rápido, precedendo o japonês Takamoto Katsuta, em viatura idêntica, Sébastien Loeb (Ford Puma Rally1), o vencedor da edição do ano passado da prova, Elfyn Evans (Toyota GR Yaris Rally1) e o francês Adrien Fourmaux (Ford Puma), que encerrou o grupo dos 10 primeiros.

Armindo Araújo e Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally2 Evo)

Entre os RC2 o melhor tempo pertenceu ao polaco Kajetan Kajetanowicz (Skoda Fabia Rally2 Evo), que bateu o francês Yohan Rossel (Citroen C3 Rally2) por 0,3” e o norueguês Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Rally2 Evo), por 0,4”, o que deixa antever uma luta intensa no dia de amanhã.

No que diz respeito aos portugueses, José Pedro Fontes (Citroën C3 Rally2) teve a honra de abrir a prova, mas, sem surpresa, Armindo Araújo (Skoda Fabia Rally2 Evo) foi o mais rápido dos envolvidos no Campeonato de Portugal e quinto entre os RC2, ao bater Bruno Magalhães (Hyundai i20 N Rally2) por 1,6 segundos e Ricardo Teodósio (Skoda Fabia Rally2 Evo) por 2,7 segundos. De referir que todos os pilotos ficaram encantados com a moldura humana que rodeou a prova.

Esta sexta-feira cumprem-se mais oito especiais, uma dupla passagem pelas classificativas da Lousã, Góis e Arganil, com o dia a terminar com a prova de classificação de Mortágua e a super-especial de Lousada, mas com os pilotos a terem de gerir muito bem o desgaste do material, por a assistência se limitar a acções de reabastecimento, o que vai obrigar a cuidados na condução, pois um pequeno problema pode tornar-se num problema irresolúvel.

Classificação da 1.ª PC – 1.º Thierry Neuville/Martijn Wyndaeghe (Hyundai i20 N Rally1), 2’37,9”; 2.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Hyundai i20 N Rally1), 2’38,5”; 3.º, Craig Breen/Paul Nagle (Ford Puma Rally1), 2’39,3”; ; 4.º, Gus Greensmith/Jonas Andersson (Ford Puma Rally1), 2’39,7”; 5.º, Sébastien Ogier/Benjamin Veillas (Toyota GR Yaris Rally1), 2’40,0”; 6.º, Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1), 2’40,6”; 7.º, Takamoto Katsuta/Aaron Johnston (Toyota GR Yaris Rally1), 2’40,7”; 8.º, Sébastien Loeb/Isabelle Galmiche (Ford Puma Rally1), 2’41,3”; 9.º, Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota GR Yaris Rally1), 2’41,4”; 10.º, Adrien Fourmaux/Alexandre Coria (Ford Puma Rally1), 2’42,3”; …; 12.º, Kajetan Kajetanowicz (Skoda Fabia Rally2 Evo), 2’43,2” (1.º RC2); …; 17.º, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally2 Evo), 2’44,1”; …; 23.º, Bruno Magalhães/Carlos Magalhães (Hyundai i20 N Rally2), 2’45,7; …; 29.º, Ricardo Teodósio/José Teixeira (Skoda Fabia Rally2 Evo), 2’46,8”; …; 32.º, Miguel Correia/Jorge Eduardo Carvalho (Skoda Fabia Rally2 Evo), 2’48,3”; …; 35.º, Pedro Almeida/Mário Castro (Skoda Fabia Rally2 Evo), 2’49,7”; …; 38.º, José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen C3 Rally2), 2’51,0”; 39.º, Pedro Meireles/Pedro Alves (Hyundai i20 N Rally2), 2’51,8”.

PROGRAMA PARA ESTA SEXTA-FEIRA

07h00 – Partida de Coimbra

08h08 – SS 2 – Lousã 1 (12,03 km)

09h08 – SS 3 – Góis 1 (19,33 km)

10h08 – SS 4 – Arganil 1 (18,72 km)

10h43 – Reagrupamento em Arganil

12h31 – SS 5 – Lousã 1 (12,03 km)

13h31 – SS 6 – Góis 1 (19,33 km)

14h38 – SS 7 – Arganil 1 (18,72 km)

16h05 – SS 8 – Mortágua (18,15 km)

19h03 – SS 9 – Lousada (3,36 km)

20h00 – Flexi-Service na Exponor (Matosinhos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.