Thierry Neuville a caminho da vitória na Argentina

O piloto belga do Hyundai i20 Coupé WRC manteve-se na liderança no Rali da Argentina, quinta prova do Mundial, com 45,7 segundos de vantagem sobre o seu colega de equipa, o norueguês Andreas Mikkelsen.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Thierry Neuville e Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupé WRC)

O belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupé WRC) parece lançado para a vitória no XION Rally Argentina, quando faltam três especiais e dispõe de uma vantagem de sobre o norueguês Andreas Mikkelsen (Hyundai i20 Coupé WRC), seu companheiro de equipa, que não o vai “atacar”, o que permitirá ao belga poupar os pneus para a “Power Stage” e tentar contabilizar os cinco pontos suplementares.

Ao longo do dia de hoje assistiu-se a um cerrado duelo entre o belga e o estónio Ott Tanak (Toyota Yaris WRC) que, atrasado por um pião, ontem, na derradeira especial, atacou, ascendeu ao segundo lugar, após ultrapassar o francês Sébastien Ogier (Citroen C3 WRC), estava a 11,0” de Thierry Neuville, mas ficou parado na ante-penúltima especial do dia e deixou a vitória nas mãos do piloto da marca sul-coreana.

Andreas Mikkelsen e Anders Jaeger (Hyundai i20 Coupé WRC)

Por sua vez, Sébastien Ogier, que arrancou para o terceiro dia da prova no segundo lugar, e que desceu uma posição logo na especial de abertura, ficou sem direcção assistida logo a seguir, teve de cumprir mais duas especiais nessas condições, antes de poder resolver o problema no Parque de Assistência, caiu para sexto e tem vindo a recuperar sendo já quarto, atrás do inglês Kris Meeke (Toyota Yaris WRC), que passou a ser o primeiro entre os pilotos da equipa dirigida por Tommi Makinen.

Para além de Ott Tanak, o dia seria fatal para o inglês Elfyn Evans (Ford Fiesta WRC), que bateu com violência numa pedra, na segunda classificativa do dia, quando era sexto, deixando a representação da marca da oval nas mãos do finlandês Teemi Suninen (Ford Fiesta WRC).

Kris Meeke e Sebastian Marshall (Toyota Yaris WRC)

Se as duas primeiras posições parecem decididas a favor dos pilotos da marca sul-coreana, vai ser intensa a luta pelo derradeiro lugar do pódio, com Kris Meeke a partir para os derradeiros 53,16 km selectivos, com 2,8” de vantagem sobre Sébastien Ogier e 8,8” sobre o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20 Coupé WRC), que vai tentar colocar os três Hyundai no pódio.

O norueguês Mads Ostberg (Citroen C3 R5) continua a dominar entre os RC2 e, como consequência dos abandonos de Elfyn Evans e de Ott Tanak, subiu ao oitavo lugar da geral.

 

Classificação após a 15.ª PE

1.º Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupé WRC), 2h37m23,6s; 2.º Andreas Mikkelsen/Anders Jaeger (Hyundai i20 Coupé WRC), a 45,7”; 3.º, Kris Meeke/Sebastian Marshall (Toyota Yaris WRC), a 1’03,2”; 4.º, Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Citroen C3 WRC), a 1’06,0”; 5.º, Dani Sordo/Carlos Del Barrio (Hyundai i20 Coupé WRC), a 1’12,0”; 6.º, Jari-Matti Latvala/Mikka Antilla (Toyota Yaris WRC), a 1’28,3”; 7.º, Teemu Suninen/Marko Salminen (Ford Fiesta WRC), a 3’48,4”; 8.º, Mads Ostberg/Tostein Eriksen (Citroen C3 R5), a 12’04,5”; 9.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Toyota Yaris WRC), a 14’04,3”; 10.º, Pedro Heller/Marc Marti (Ford Fiesta R5), a 16’18,2”.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação