Terranova e Reis com títulos em Portalegre

Ao volante de um Mini John Cooper, o argentino venceu a Baja de Portalegre 500 e sagrou-se campeão mundial de todo-o-terreno, enquanto Tiago Reis, em Mitsubishi Racing Lancer, é o novo campeão nacional da especialidade, graças ao sexto posto final.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O argentino Orlando Terranova (Mini John Cooper Works Rally) venceu a Baja Portalegre 500, derradeira prova do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno e assegurou o título da Taça do Mundo FIA de Todo-o-Terreno, enquanto Tiago Reis, navegado por Valter Cardoso (Mitsubishi Lancer), sexto na geral, sucedeu a João Ramos na lista de campeões nacionais.

Após duas temporadas que serviram essencialmente de aprendizagem e adaptação à modalidade, Tiago Reis mostrou-se esta temporada um dos pilotos mais rápidos e consistentes do pelotão, tendo conseguido uma vitória e três pódios nas provas em que terminou.

ma época muito positiva e que terminou da melhor forma possível: «É uma sensação indescritível terminar uma prova como esta e perceber que somos campeões nacionais. Foi um momento que não irei esquecer e um dos melhores da minha carreira desportiva. Iniciei-me no todo-o-terreno há apenas quatro anos e não esperava conseguir um título absoluto em tão pouco tempo. Trabalhamos muito, não tivemos um ano perfeito, mas conseguimos estar sempre na luta pelo título. Aqui em Portalegre tudo podia acontecer e felizmente aconteceu o que mais procurávamos e desejávamos», disse o piloto do Mitsubishi Racing Lancer do Team Transfradelos.

Miguel Barbosa (Toyota Hilux Overdrive), no regresso à disciplina, dominou o dia de sexta-feira, mas, este sábado, perdeu-se, levou tempo a perceber que estava fora do trajecto e atrasou-se acabando longe dos primeiros lugares.

O espanhol Nani Roma (Brogward BX7 Dkr Evo) assegurou o segundo lugar ao conseguir ultrapassar o polaco Jakub Przygonski (Mini John Cooper Works Rally) no derradeiro Sector Selectivo, com Hélder Oliveira (Mini All4 Racing), quarto, a ser o melhor português, impondo-se a Ricardo Porém (Borgward BX7 Dkr Evo) que, tal como Nani Roma, esteve a testar o carro que vai utilizar na próxima edição do “Dakar”.

Ricardo Porém atrasou-se, na sexta-feira, com problemas de direcção assistida, e terminou o dia na 20.ª posição, mas, este sábado, com uma recuperação notável, com destaque para o facto de ter sido o mais rápido no derradeiro Sector Selectivo.

Já Fernando Barreiros, acompanhado de Nuno Barreiros, sagrou-se campeão da Taça Ibérica na categoria T2 ao concluir a Baja Portalegre 500, que se disputou este fim-de-semana e marcou o encerramento deste Troféu repartido entre Portugal e Espanha com duas provas realizadas em cada país. O piloto iniciou nesta temporada de 2019 este projecto desportivo com o claro objectivo de vencer o título Ibérico o qual conseguiu conquistar.

A liderança da Taça Ibérica na Categoria T2 foi alcançada logo na primeira jornada com a vitória no Rally Mar de Olivos, a que se seguiu um lugar de pódio na Baja Aragón e um quarto lugar na Baja TT Idanha-a-Nova. Nesta Baja Portalegre 500 bastava a dupla terminar a corrida para alcançar os objetivos traçados no início da temporada que marcou o regresso de Fernando Barreiros às competições.

CLASSIFICAÇÃO – 1.º Orlando Terranova/Bernardo Graue (Mini John Cooper Works Rally), 5.39’24”; 2.º Nani Roma/Dani Oliveras (Borgward BX7 Dkr Evo), a 2’53”; 3.º Jakub Przygonski/Timo Gottschalk (Mini John Cooper Works Raly), a 4’42”; 4.º Hélder Oliveira/Paulo Fiúza (Mini All4 Racing), a 7’43”; 5.º Ricardo Porém/Manuel Porém (Borgward BX7 Dkr Evo), a 10’17; 6.º Tiago Reis/Valter Cardoso (Mitsubishi Lancer), a 15’55”; 7.º Alexandre Franco/Rui Franco (BMW Evo X1), a 17’23”; 8.º Gregoire de Mevius/Andre Leyh (Toyota Hilux Overdrive), a 17’44”; 9.º Nuno Madeira/Filipe Serra (Kia Sportage), a 20’40”; 10.º Nuno Matos/Joel Lutas (Fiat Fullback Proto), a 31’30”.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação