Terceira vitória de Fabio Quartararo

Piloto francês da Yamaha venceu o Grande Prémio da Catalunha em MotoGP e recuperou a liderança do Mundial, após ficar à frente de Joan Mir, que ultrapassou Morbidelli na penúltima volta. Miguel Oliveira caiu quando era nono classificado e lutava pelo quinto lugar.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O francês Fabio Quartararo (Yamaha) venceu pela terceira vez, esta época, e regressou ao comando do “Mundial”, com oito pontos de avanço sobre o espanhol Joan Mir (Suzuki) que, graças à sua regularidade está na corrida pelo ceptro.

Joan Mir (Suzuki) conseguiu na parte final da corrida ascender ao segundo lugar, com o seu compatriota Alex Rins (Suzuki) a completar o pódio, depois de terem deixado para trás o italiano Franco Morbidelli (Yamaha), que tinha assumido a perseguição a Fabio Quartararo, em consequência da queda do seu compatriota Valentino Rossi (Yamaha), a nove voltas do fim, quando era segundo, na sua 300.ª corrida na categoria rainha do motociclismo mundial.

A corrida começou mal para o anterior comandante do campeonato, o italiano Andrea Dovizioso (Ducati), que caiu na primeira volta, em consequência de um “desentendimento” com o francês Johann Zarco e caiu para o quarto lugar no campeonato, a 24 pontos do francês.

O português Miguel Oliveira (KTM), que largou da 12.ª posição da grelha, estava na luta pelo quinto lugar, quando, a seis voltas do fim, não evitou a queda e em consequência desceu para o nono lugar do campeonato.

Ao impor-se ao inglês Sam Lowes (Kalex), por menos de um segundo, depois de várias trocas de posição, o italiano Luca Marini (Kalex) venceu pela terceira vez, esta temporada e cimentou a posição de comandante do respectivo campeonato, agora com 20 pontos de vantagem sobre o seu compatriota Enea Bastianini (Kalex), que largou de 11.º e terminou em sexto.

Outro italiano, Fabio Di Giannantonio (Speed Up), completou o pódio, à frente do espanhol Jorge Navarro (Speed Up). Como de costume, a corrida de Moto3 decidiu-se nos últimos metros, com o sul-africano Darryn Binder (KTM) a vencer pela primeira vez uma corrida da categoria, depois de ter partido da nona posição da grelha e de levar a melhor sobre os seus adversários que tudo tentaram para o superar na derradeira volta, sendo o sétimo vencedor, nas nove corridas efectuadas, já que Albert Arenas soma três vitórias.

Os italianos Tony Arbolino (Honda) e Dennis Foggia (Honda), que tudo fizeram para o superar, secundaram o sul-africano no pódio, com o japonês Ai Ogura (Honda), 11,º na corrida, a ascender ao comando campeonato, com três pontos de avanço sobre o espanhol Albert Arenas (KTM), que caiu, tal como o inglês John McPhee (Honda), o que permitiu a Tony Arbolino ganhar pontos aos três primeiros e ascender ao quarto lugar.

CLASSIFICAÇÕES

Corridas

MotoGP – 1.º, Fabio Quartararo (Yamaha), 24 voltas (111,048 km), em 40’33,176” (1643 km/h); 2.º, Joan Mir (Suzuki), a 0,928”; 3.º, Alex Rins (Suzuki), a 1,898”;4.º, Franco Morbidelli (Yamaha), a 2,846”; 5.º, Jack Miller (Ducati), a 3,391”; 6.º, Francesco Bagnaia (Ducati), a 3,518”; 7.º, Takaaki Nakagami (Honda), a 3,671”; 8.º, Danilo Petrucci (Ducati), a 6,117”; 9.º, Maverick Viñales (Yamaha), a 13,607”; 10.º, Cal Crutchlow (Honda), a 14,483”.Classificaram-se mais sete pilotos

Moto2 – 1.º, Luca Marini (Kalex), 22 voltas (101,794”), em 38’11,103” (159,9 km/h); 2.º, Sam Lowes (Kalex), a 0,981”; 3.º, Fabio Di Giannantonio (Speed Up), a 4,399”; 4.º, Jorge Navarro (Speed Up), a 5,608”; 5.º, Joe Roberts (Kalex),a 5,797”; 6.º, Enea Bastianini (Kalex), a 6,080”; 7.º, Marco Bezzecchi (Kalex), a 8,552”; 8.º, Aron Canet (Speed Up), a 9,928”; 9.º, Marco Ramirez (Kalex), a 14,874”; 10.º, Marcel Schrotter (Kalex), a 15,058”. Classificaram-se mais 11 pilotos

Moto3 – 1.º, Darryn Binder (KTM), 21 voltas (97,167 km), em 38’32,507” (151,2 km/h); 2.º, Tony Arbolino (Honda), a 0,103”; 3.º, Dennis Foggia (Honda), a 0,157”; 4.º, Sergio Garcia (Honda), a 0,232”; 5.º, Afonso Lopez (Husqvarna), a 0,386”; 6.º, Romano Fenati (Husqvarna), a 1’436”; 7.º, Jaume Masia (Honda), a 1,218”; 8.º, Celestino Vietti (KTM), a 1,293”; 9.º, Niccolò Antonelli (Honda), a 1,928”; 10.º, Gabriel Rodrigo (Honda), 1,932”. Classificaram-se mais 14 pilotos.

CLASSIFICAÇÕES DOS “MUNDIAIS”

PILOTOS

MotoGP – 1.º, Fábio Quartararo, 108 pontos; 2.º, Joan Mir, 100; 3.º, Maverick Viñales, 90; 4.º, Andrea Dovisioso, 84; 5.º, Franco Morbidelli, 77; 6.º, Jack Miller, 75; 7.º, Takaaki Nakagami, 72; 8.º, Alex Rins, 60; 9.º, Miguel Oliveira, 59; 10.º, Brad Binder, 58. Estão classificados mais 12 pilotos

Moto2 – 1.º, Luca Marini, 150 pontos; 2.º, Enea Bastianini, 130; 3.º, Mauro Bezzecchi, 114; 4.º, Sam Lowes, 103; 5.º, Jorge Martin, 79; 6.º, Tetsuta Nagashima, 72; 7.º, Aron Canet, 61; 8.º, Xavi Vierge, 59; 9.º, Thomas Luthi, 57; 10.º, Joe Roberts, 56. Estão classificados mais 18 pilotos

Moto3 – 1.º, Ai Ogura, 122 pontos; 2.º, Albert Arenas, 119; 3.º, John McPhee, 98; 4.º, Tony Arbolino, 95; 5.º, Celestino Vietti, 94; 6.º, Tatsuki Suzuki, 75; 7.º, Jaume Masia, 70; 8.º, Gabriel Rodrigo, 69; 9.º, Raul Fernandez, 64; 10.º, Darryn Binder, 62. Estão classificados mais 15 pilotos

MARCAS

Moto GP – 1.º Yamaha, 163 pontos; 2.º, Ducati, 126; 3.º, Suzuki, 113; 4.º, KTM, 109; 5º, Honda, 72; 6.º, Aprilia, 30

Moto2 – 1.º Kalex, 225 pontos; 2.º, Speed Up, 82; 3.º, MV Agusta, 22; 4.º, NTS, 9

Moto3 – 1.º, Honda, 191 pontos; 2.º, KTM, 187; 3.º, Husqvarna, 61

EQUIPAS

MotoGP – 1.º Petronas Yamaha SRT, 185 pontos; 2.º, Team Suzuki Ecstar, 160; 3.º, Monster Energy Yamaha MotoGP, 148; 4.º, Ducati Team, 123; 5.º, Pramac Racing, 118; 6.º, Red Bull KTM Factory Racing, 115; 7.º LCR Honda, 85; 8.º, Red Bull KTM Tech3, 76; 9.º, Esponsorama Racing, 44; 10.º, Aprilia Racing Team Gresini, 33; 11.º, Repsol Honda Team, 27

Moto2 – 1.º, Sky Racing Team VR46, 264 pontos; 2.º, Red Bull KTM Ajo, 151; 3.º, EG 0,0 Marc VDS, 139; 4.º, Italtrans Racing Team, 135; 5.º Liqui Moly Intact GP, 111; 6.º, Petronas Sprinta Racing, 81; 7.º, Inde Aspar Team Moto2, 78; 8.º, HDR Heidrun Speed Up, 77; 9.º, Tennor American Racing, 68; 10.º, Flexbox HP 40, 60; 11.º, Onexox TKKR SAG Team, 41; 12.º, MV Agusta Forword Racing, 24; 13.º, Federal Oil Gresini Moto2, 19; 14.º, NTS RW Racing GP, 9; 15.º, Idemitsu Honda Team Asia, 3.

Moto3 – 1.º, Gaviota Aspar Team Moto3, 144 pontos; 2.º, Leopard Racing, 130; 3.º, Sky Racing Team VR46, 130; 4.º, Honda Team Ásia, 122; 5.º, Kommerling Gresini Moto3, 115; 6.º, Rivacold Snipers Team, 111; 7.º, SIC58 Squadra Corse, 108; 8.º, Petronas Sprinta Racing, 98; 9.º, Red Bull KTM Ajo, 83; 10.º, Sterilgarda Max Racing Team, 73; 11.º, CIP Green Power, 62; 12.º, Estrella Galicia 0,0, 45; 13.º, Red Bull KTM Tech 3, 32; 14.º Reale Avintia Moto3, 4; 15.º, Boe Skull Rider Facile Energy, 3

Próxima prova – SHARK Helmets Grand Prix de France, dia 11 de Outubro, no Circuito de Le Mans.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: