Surpresa chamada Penske nas ruas londrinas

O piloto brasileiro Sérgio Sette Câmara foi a grande surpresa esta tarde em Londres, ao efetuar o melhor tempo no primeiro treino livre de Fórmula E que decore este fim de semana. O português António Félix da Costa foi décimo.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com) – Foto: SHIV GOHIL

O melhor tempo do brasileiro Sérgio Sette Câmara (Penske) e o quarto do italiano Antonio Giovinazzi (Penske) surpreenderam tudo e todos, uma vez que por sistema os carros da Penske têm estado no fundo do pelotão, onde o italiano tem sido presença habitual. Aliás, a Dragon Penske é a única equipa que ainda não totalizou qualquer ponto no campeonato.

Bom começo para a única equipa em branco, no que diz respeito a pontos, ficando a curiosidade de ver se, amanhã, consegue manter a eficácia revelada esta tarde na capital inglesa.

Entre os dois pilotos da Penske posicionaram-se os australianos Mitch Evans (Jaguar) e Nick Cassidy (Envision), com Mitch Evans a ser o mais rápido do quarteto que está na discussão do título, e com o belga Stoffel Vandoorne (Mercedes), em oitavo, a ser o segundo dos candidatos à sucessão de Nick De Vries (Mercedes) no lote dos 10 mais rápidos, que é fechado pelo português António Félix da Costa (DS).

Melhores tempos – Sérgio Sette Câmara (Penske), 1’14,487”; Mitch Evans (Jaguar), 1’14,659”; Nick Cassidy (Envision), 1’14,694”; António Giovinazzi (Penske), 1’14,758”; Nyck De Vries (Mercedes), 1’14,834”; Sebastien Buemi (Nissan), 1’14,909”; Pascal Wehrlein (Porsche), 1’15,020”; Stoffel Vandoorne (Mercedes); 1’15,027”; Sam Bird (Jaguar); 1’15,050”; António Félix da Costa (DS), 1’15,093”. Treinaram mais 12 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.