Stoffel Vandoorne garante a “pole” em Londres

Tirando partido de estar no terceiro grupo de qualificação, o belga Stoffel Vandoorne (Mercedes) conseguiu a quarta “pole position” da carreira.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

A Mercedes que, depois de um bom começo do campeonato, tem estado discreta mas parece ter renascido das cinzas ao colocar os seus dois pilotos na “Super Pole” na prova londrina de Fórmula E.

Desclassificado, ontem, por ter utilizado excesso de potência, o inglês Oliver Rowland (Nissan) assegurou a segunda posição da grelha, com o inglês Alex Lynn (Mahindra), que largou da “pole”, ontem, tal como o seu compatriota, a suplantar o holandês Nyck De Vries (Mercedes), segundo homem da marca da estrela.

O neo-zelandês Mitch Evans (Jaguar) e o alemão Max Gunther (BMW) completaram o lote de pilotos que participou na “Super Pole”. Mau treino para o português António Félix da Costa (DS), uma vez mais integrado no último grupo, onde só bateu o seu colega de equipa, o francês Jean-Eric Vergne (DS), o que o coloca na 11.ª linha da grelha, ao lado do inglês Sam Bird (Jaguar), que comanda o campeonato.

GRELHA DE PARTIDA

1.ª linha: – Stoffel Vandoorne (Mercedes) 1’20,181”; Oliver Rowland (Nissan), 1’20,222”; 2.ª linha: Alex Lynn (Mahindra), 1’20,248”; Nyck De Vries (Mercedes), 1’20,353”; 3.ª linha: Mitch Evans (Jaguar), 1’20,376”; Max Gunther (BMW), 1’20,398”; …; 11.ª linha: Sam Bird (Jaguar), 1’21,108”; António Félix da Costa (DS), 1’21,195”. Alinham mais dois pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *