Stellantis celebra 60 anos da Fábrica de Mangualde

Centro de Produção de Mangualde festeja seis décadas de existência com Marcelo Rebelo de Sousa e a Stellantis anuncia um novo modelo para a unidade fabril: o novo Fiat Doblò vai juntar-se à produção dos Peugeot Partner, Citroën Berlingo e Opel Combo, e impulsionar a ambição de liderança nos veículos comerciais ligeiros do plano Dare Forward 2030 da marca.

(auto.look2010@gmail.com)

O CEO da Stellantis, Carlos Tavares, e o presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, celebraram hoje o 60.º aniversário do Centro de Produção de Mangualde. A Stellantis anunciou que o Fiat Doblò se tornará o quarto modelo construído na linha de produção de Mangualde, juntando-se à gama de comerciais ligeiros (VCL) Peugeot Partner, Citroën Berlingo e Opel Combo.

«Pretendemos continuar a liderar o mercado de veículos comerciais e agora, ao acrescentarmos o Fiat Doblò ao portefólio de Mangualde, alcançaremos uma maior eficiência, melhoraremos a nossa competitividade e ofereceremos o melhor aos nossos clientes profissionais», sublinhou Carlos Tavares.

«Hoje também felicitamos os vários membros da nossa equipa pelo seu compromisso para com a produção sustentável e a instalação do parque de energia solar que, uma vez concluído, suprirá um terço das necessidades de energia da fábrica. Também quero agradecer calorosamente ao Presidente por se juntar a mim neste momento em que homenageamos a indústria automóvel em Portugal», acrescentou o CEO da Stellantis

“FÁBRICA ULTRAPASSOU

TODO O TIPO DE CRISES E CONSEGUIU RESISTIR”

«Eu tinha que estar aqui hoje para, junto com todos vós, celebrar estes 60 anos de vida desta unidade de Mangualde. Esta fábrica teve um percurso ímpar, ultrapassando todo o tipo de crises e conseguiu resistir, acabando por chegar ao dia de hoje com uma reputação sem igual, que a coloca no topo em termos de qualidade e eficiência a nível universal», sustentou, por seu turno, Marcelo Rebelo de Sousa.

«Com a Stellantis, Mangualde tem mesmo a empresa líder no setor dos transportes e da mobilidade, um dos mais globalizados do Mundo. Hoje, vim aqui ouvir boas notícias, com a Stellantis a colocar mais uma marca e mais um modelo no portefólio desta fábrica. E adicionalmente com o lançamento de um projeto que ajudará Portugal a continuar na liderança da transição climática e energética. Parabéns a todos», afirmou o presidente da República Portuguesa.

Num gesto simbólico, Marcelo Rebelo de Sousa aproveitou a sua presença em Mangualde para condecorar com a sigla de Oficial da Ordem de Mérito, António Loureiro Marques, o colaborador mais antigo da fábrica. Neste gesto, o Presidente da República estendeu a distinção a todos os que ao longo dos últimos 60 anos contribuíram para o sucesso da fábrica de Mangualde.

Inaugurado em 1962, o Centro da Stellantis em Mangualde – a fábrica de produção automóvel mais antiga do país – é um pilar da atividade industrial portuguesa. Alcançou este ano o marco de um milhão e meio de veículos produzidos desde a sua fundação, tendo produzido 22 modelos diferentes.

Assegura atualmente a produção dos modelos Citroën Berlingo Van/Berlingo, Peugeot Partner/Rifter e Opel Combo Cargo/Combo Life – eleitos “International Van of the Year 2019” – que são determinantes para a posição de liderança da Stellantis no mercado europeu das Viaturas para Profissionais. No ano de 2021 saíram da Fábrica da Stellantis 67.841 viaturas, o que equivale a praticamente um quarto (23,5%) da produção automóvel em Portugal.

Dando corpo aos objetivos de excelência do Grupo, o Centro de Produção de Mangualde tem conduzido importantes transformações industriais. A infraestrutura não só tem investido sucessivamente na modernização e atualização das suas instalações e dos processos de produção, como sublinha, cada vez mais, o seu compromisso ambiental e para com a redução de emissões, além de um forte compromisso com a inovação.

NOVO FIAT DOBLÒ JUNTA-SE

AO TRIO PARTNER / BERLINGO / COMBO

A unidade da Stellantis em Portugal vai passar a contar, a partir de outubro, com uma quarta marca (Fiat) e um quarto modelo (novo Doblò) na sua linha de produção. Um anúncio particularmente importante para o conjunto dos colaboradores, de parceiros e do ecossistema de fornecedores da Fábrica de Mangualde.

O novo Doblò irá juntar-se a uma lista de 22 modelos produzidos em Mangualde nas últimas seis décadas, incluindo os três que atualmente são ali fabricados. A introdução deste quarto modelo na linha de Mangualde reforça a aposta da Stellantis na indústria portuguesa, ao mesmo tempo que aumenta ainda mais a eficiência e competitividade das instalações.

Esta decisão foi tomada para responder a um mercado automóvel cada vez mais diversificado e exigente, que é constantemente impactado por fatores externos. O novo Doblò tira partido do atual e bem-sucedido programa de Veículos Comerciais Ligeiros Compactos.

A liderança do Grupo no mercado de VCL é significativa em Portugal, onde regista uma quota na ordem dos 45%. Os modelos Berlingo, Partner e Combo com o ‘selo’ de Mangualde – aos quais se juntará o novo Doblò – são os mais procurados pelos clientes profissionais e empresas e formam o top-3 das vendas de Comerciais Ligeiros no nosso país, com uma quota de 32%.

PARQUE DE ENERGIA SOLAR

FOTOVOLTAICA ALIMENTA FÁBRICA

A Stellantis também anuncia a implementação de um projeto de captação de energia solar fotovoltaica para autoconsumo. Uma vez implementado na íntegra cobrirá 31% das necessidades anuais de energia elétrica da Fábrica de Mangualde, permitindo evitar 2.500 toneladas de emissões anuais de CO2, correspondente à captação desse mesmo volume de CO2 por cerca de 16.000 árvores.

Este esforço apoia o compromisso do plano Dare Forward 2030 da Stellantis de alcançar a neutralidade carbónica até 2038, com uma redução de 50% até 2030, contribuindo, assim, para um futuro sustentável.

Fruto de um investimento total superior a 3,2 milhões de euros em parceria com a Prosolia Energy, o projeto integra 6.363 painéis fotovoltaicos, ocupando uma área equivalente a seis campos de futebol.

Tem uma potência instalada de 3,436 MWp, equivalente ao consumo anual de 320 casas, permitindo, de uma forma limpa e sustentável, aumentar a competitividade do complexo num contexto cada vez mais marcado pela constante subida dos custos energéticos. A conclusão da primeira fase do projeto está agendada para o terceiro trimestre deste ano, arrancando a fase 2 no início de 2023.

Em paralelo, também está a ser constituída uma comunidade energética, em colaboração com a Câmara Municipal de Mangualde e com empresas de proximidade que podem beneficiar da captação desta energia renovável.

CRESCER, TRANSFORMAR E MODERNIZAR

O CENTRO DE PRODUÇÃO DE MANGUALDE

Mangualde acolhe quatro laboratórios projetados para estudar e adotar novas tecnologias ou processos que permitam uma produção mais sustentável, mais digital e mais conectada. Fundado pela Stellantis em 2022, este ecossistema colaborativo de parceiros que abrange start-ups, universidades, fornecedores, centros tecnológicos e o Governo português dedica-se à atividade de I&D relacionada com a IoT (Internet das Coisas), 5G (e brevemente 6G), engenharia de processos e produção aditiva. Também prioriza a formação de futuros profissionais.

Neste ecossistema, a Stellantis trabalha em parceria com o Instituto Politécnico de Viseu, a Universidade do Porto, a Universidade de Coimbra, bem como com os fornecedores Simoldes e HFA e o Centro de Tecnologia Automóvel de Galiza (CTAG).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.