Soc. Com. C. Santos com forte presença no SAHE

A Sociedade Comercial C. Santos tem uma presença global na quinta edição do Salão Automóvel Híbrido e Eléctrico (SAHE), certame encerra às 20h00 deste domingo no Centro de Exposições da Alfândega do Porto.

(auto.look2010@gmail.com)

O porta-estandarte do stand da Sociedade Comercial C. Santos no SAHE é o novo EQS, que se estreia em salões automóveis nacionais e com o qual a Mercedes-EQ redefine o segmento dos executivos de luxo 100% eléctricos.

Com autonomias de até 770 km (WLTP) é o estado da arte em termos de tecnologia: destaque para o MBUX Hyperscreen, um ecrã curvilíneo de grandes dimensões que se prolonga praticamente desde um pilar A ao outro.

As atracções da Sociedade Comercial C. Santos no Centro de Exposições da Alfândega do Porto não se ficam por aqui. Estão ainda expostos os 100% eléctricos EQC e EQA, híbrido plug-in A 250e, além dos modelos smart EQ fortwo e forfour.

Realce ainda para a estreia dos veículos comerciais 100% eléctricos da Mercedes-Benz Vans no evento da Alfândega do Porto, com a exposição do eVito Tourer. Para test-drive (sujeito a disponibilidade e marcação) estão disponíveis o eVito Furgão, em termos de vans, e smart, EQA e EQS, no que aos modelos de passageiros se refere.

MESA-REDONDA DISCUTE MOBILIDADE ELÉCTRICA

Além dos automóveis eléctricos e electrificados expostos e disponíveis para condução, a presença da Sociedade Comercial C. Santos no SAHE estende-se à discussão desta temática, fulcral para o desenvolvimento automóvel e da mobilidade das populações no presente e nos próximos tempos.

Com efeito, realizou-se na tarde desta sexta-feira a mais recente edição das SocTalks, conversas da Sociedade Comercial C. Santos, integrada no programa oficial de conferências do SAHE. Com o tema “Mobilidade eléctrica – uma perspetiva global”, contou a presença de especialistas de várias áreas do automóvel e da mobilidade: Helena Braga, investigadora e professora da FEUP (está a desenvolver soluções inovadoras de baterias), José Couto, presidente da AFIA – Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel (deu uma perspectiva nem sempre discutida do impacto da electrificação nesta indústria exportadora), Manuel Reis, membro da direção e um dos fundadores UVE – Associação de Utilizadores de Veículos Eléctricos, e Rui Vieira, responsável pela área da mobilidade eléctrica na Galp

A conversa foi moderada pelo jornalista Pedro Prata, editor da Green Future Magazine. A este leque de convidados juntou-se Aquiles Pinto, relações públicas da Sociedade Comercial C. Santos.

Já este sábado, no seminário da ARAN – Associação Nacional do Ramo Automóvel, aquele representante da Sociedade Comercial C. Santos fez-se uma apresentação e conversa com o público sobre esta mesma temática. “Zero emissões – abordagem de equilíbrio” sendo o pano de fundo do encontro no Centro de Exposições da Alfândega do Porto.

AMPLA GAMA EM EXPOSIÇÃO:

EQS REDEFINE LUXO ELÉCTRICO

Com o EQS, a Mercedes-EQ redefine o segmento dos executivos de luxo 100% eléctricos. Da combinação de design fascinante, tecnologia state-of-art com funcionalidade e conectividade inteligente, nasce um automóvel verdadeiramente apelativo para condutores e passageiros.

As versões do luxuoso sedan disponíveis nesta fase são a EQS 450+ com 245 kW (333 cv) e a EQS 580 4MATIC com 385 kW (523 cv). A variante menos potente, com tração traseira, atinge os 100 km/h em 6,2 segundos e a mais potente, com tração integral, chega àquela velocidade em 4,3 segundos. A velocidade máxima está em ambos os casos limitada a 210 km/h.

O EQS 580 4MATIC oferece uma autonomia de 676 km e o EQS 450+ de 770 km. A berlina de luxo da Mercedes-EQ assinala o lançamento de uma nova geração de baterias com uma densidade de energia significativamente superior. A maior das duas baterias tem uma capacidade de armazenamento de energia útil de 107,8 kWh.

O EQS pode ser carregado em postos de carregamento rápidos com uma potência de corrente contínua de até 200 kW. A energia elétrica para percorrer 300 quilómetros (WLTP) é recarregada em apenas 15 minutos. Na wallbox ou em postos de carregamento públicos, o EQS pode ser carregado comodamente com uma potência AC de até 22 kW utilizando o carregador de bordo.

O MBUX Hyperscreen (opcional) é o destaque absoluto no interior. Este ecrã curvilíneo de grandes dimensões prolonga-se praticamente desde um pilar A ao outro. Estão instalados três ecrãs atrás de um vidro de cobertura que aparentam formar uma única unidade. O ecrã OLED de 12,3 polegadas para o passageiro dianteiro é o ecrã do próprio passageiro dianteiro e a sua área de controlo.

Com o software com capacidade de aprendizagem, o MBUX adapta-se completamente ao seu utilizador e fornece sugestões personalizadas relativamente a várias funções de informação e de entretenimento, conforto e do veículo.

OS PREÇOS DO EQS COMEÇAM NOS 122.850 EUROS

O EQC é um imponente SUV e teve o condão de, no fim de 2019, ser o primeiro modelo a ser lançado pelo construtor alemão sob a marca Mercedes-EQ, exclusiva de automóveis elétricos. Os dois motores elétricos nos eixos dianteiro e traseiro têm, no EQC 400 4MATIC Coupé, uma potência combinada de 300 kW (408 cv) e um binário de 765 Nm.

A energia é fornecida por uma bateria de iões de lítio de 80 kWh. Com este conjunto propulsor, o Mercedes EQC acelera até aos 100 km/h em 5,1 segundos. A velocidade máxima está limitada eletronicamente a 180 km/h. O consumo médio de 22,2 kWh/100 km permite uma autonomia de 417 km (WLTP). Este SUV do segmento C tem preços desde 80.450 euros.

EQA ALARGA GAMA

Lançado em abril último, o EQA é o novo modelo de entrada na gama de modelos totalmente elétricos da marca Mercedes-EQ. Este SUV elétrico é proposto nas versões a EQA 250 (190 cv) e EQA 350 4MATIC (292 cv). A bateria de iões de lítio tem uma capacidade de armazenamento de energia de 66,5 kWh, sendo a autonomia, nas duas versões, é de 426 km (de acordo com o ciclo de teste WLTP).

Os tempos de carregamento do “irmão” 100% eléctrico do GLA variam entre as 5h45 numa wallbox ou num posto de carregamento público (corrente AC com uma potência de pelo menos 11 kW, com intensidade de corrente de 16 A por fase) e os 30 minutos para uma carga de 10% a 80% num posto de carregamento rápido de corrente DC com uma tensão de rede de 400 V e uma intensidade de corrente de pelo menos 300 A. Este carregamento ultrarrápido permite recuperar em 30 minutos mais de 300 km. O EQA 250 tem preços a partir de 56 300 euros.

A 250e OFERECE AUTONOMIA QUOTIDIANA

O Mercedes-Benz Classe A 250e é a porta de entrada da marca num universo eletrificado que serve quase todas as utilizações. O modelo híbrido plug-in recorre a uma unidade motriz presente em vários modelos Mercedes-Benz (como o B, o CLA e o GLA, entre outros) conjuga o motor 1332 cc a gasolina de quatro cilindros e um motor elétrico de 102 cv, resultando numa potência combinada de 218 cv.

Com uma autonomia em modo 100% elétrico que se aproxima dos 70 km (portanto, suficiente para as necessidades quotidianas da esmagadora maioria dos utilizadores), o modelo recarrega a bateria (15,6 kWh de capacidade) numa wallbox doméstica ou publica de 7,4 kW em 1h45. O Mercedes-Benz Classe A 250e é proposto desde 43 850 euros.

smart EQ: SÍMBOLO DA CIDADE

A smart, disponível apenas com versões 100% eléctricas desde 2020, é o ícone da cidade. O maior símbolo no que diz respeito aos automóveis citadinos está mais ecológico do que nunca. Sempre com sistemas de segurança ativa e passiva que tornam todas as viagens num percurso rumo à tranquilidade.

Nasceu como um símbolo de design, acessibilidade e mobilidade (o nome smart é uma sigla que deriva da frase Swatch Mercedes ART), mas também de inteligência e perspicácia, que é precisamente o significado da palavra smart em inglês. Representa, portanto, a escolha perspicaz de mobilidade.

A marca propõe os modelos Coupé, Cabrio e Forfour, com preços a partir de 23 768 euros. Com autonomia de 160 km, podem ser carregados, em wallboxes de 22 Kw, em apenas 45 minutos.

eVITO FURGÃO MANTÉM CAPACIDADE DE CARGA

O eVito Furgão mantém a identidade visual dos modelos equipados com motor de combustão interna. A bateria de alta tensão é constituída por três módulos com uma capacidade de armazenamento útil de 35 kWh, o que proporciona uma autonomia de 150 km no eVito, com uma velocidade máxima, de 80 km/h, de série, ou de 100 km/h ou 120 km/h, em opção.

O carregamento com corrente alternada numa wallbox ou nos postos de carregamento públicos demora seis horas. Quanto a preços, o Mercedes-Benz eVito Furgão arranca nos 40 570 euros (sem IVA). eVito Tourer com autonomia superior a 350 km

O Mercedes-Benz eVito Tourer tem lotação de nove lugares. Conta com uma cadeia cinemática elétrica (eATS) que transmite força motriz às rodas dianteiras com uma potência de até 150 kW (204 cv).

A autonomia combinada é de 358 km, com uma velocidade máxima de 140 km/h (160 km/h em opção). O carregamento em wallbox ou posto de carregamento público (carregamento em corrente alternada, potência máxima de 11 kW) é inferior a 10 horas para carregar a 100%. O preço do eVito Tourer Standard é de 72 089,5 euros e o do eVito Tourer Longo de 73.688,5 euros (ambos os valores já com IVA incluído).

Fundada em 1946, a Sociedade Comercial C. Santos tem instalações no Porto, Maia (Aeroporto) e Felgueiras. Um dos maiores concessionários Mercedes-Benz, smart e AMG em Portugal, a empresa comercializa viaturas e peças e presta serviço pós-venda a veículos ligeiros de passageiros, ligeiros de mercadorias e pesados de passageiros e de mercadorias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *