Sergio Pérez abre a porta a Vettel na Racing Point

O piloto mexicano vai deixar a escuderia Racing Point no final da presente temporada de Fórmula 1, deixando, assim, uma vaga aberta para a entrada do alemão Sebastian Vettel. O anúncio foi feito esta quarta-feira pelo próprio piloto mexicano.

(auto.look2010@gmail.com)

«Tudo tem um princípio e um fim e, após sete anos juntos, o meu tempo na equipa chega ao fim no final da temporada», disse Sergio Pérez, que ainda tinha mais um ano de contrato. Sergio Pérez admite que a partida «magoa um pouco» pois diz ter apostado «na equipa em tempos muito difíceis».

«Ultrapassámos obstáculos e tenho orgulho em dizer que salvei os empregos de vários dos meus companheiros», sublinhou o mexicano, que tem injectado dinheiro na escuderia através do patrocínio do milionário mexicano Carlos Slim. Sergio Pérez diz que não tem «um plano B», mas que vai «tentar procurar um projecto» que o motive «a cem por cento».

A Haas e a Alfa Romeo são as duas equipas da grelha que ainda não confirmaram nenhum dos dois pilotos para o próximo ano. Sergio Pérez tem 30 anos e entrou na Fórmula 1 em 2011, para a extinta Sauber. Em 2013 representou a McLaren, tendo passado, no ano seguinte, para a Force India, que em 2018 foi convertida em Racing Point.

Soma seis pódios, todos no terceiro lugar, e tem como melhor resultado no Mundial o sétimo lugar de 2016 e 2017. Este ano ocupa a 11.ª posição, com 34 pontos após oito corridas disputadas, tendo já falhado duas provas por ter sido infectado com a Covid-19.

Sebastian Vettel, que está de saída da Ferrari no final da temporada, tem sido insistentemente apontado à Racing Point em 2021, ano em que a equipa se passará a chamar Aston Martin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: