Sébastien Ogier regressou ao comando

 Ao volante de um Toyota Yaris WRC, o piloto francês terminou hoje o segundo dia do Rali de Monte Carlo, prova de abertura do Campeonato do Mundo, na liderança da classificação, posição que alcançou no último troço desta etapa. Ott Tanak passa a noite numa unidade hospitalar, por precaução, na sequência de uma saída de estrada.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Mais rápido na especial de abertura, corrida ontem à noite, o francês terminou o segundo dia do Rali de Monte Carlo no comando, posição a que regressou na derradeira classificativa do dia, depois do galês Elfyn Evans (Toyota Yaris WRC) ter dominado a manhã e ter chegado ao Parque de Assistência, a meio do dia, no primeiro lugar.

Da parte da tarde, o francês venceu duas das três especiais, na última coube ao belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupé WRC) registar o melhor tempo, neutralizou os 9,7” com que arrancou para a segunda passagem pelas três provas de classificação, e chegou ao final do dia com 1,2” de vantagem sobre o seu colega de equipa, que perdeu tempo em consequência de uma saída de estrada, no primeiro troço da tarde, que danificou uma jante.

O belga Thierry Neuville manteve o terceiro lugar, agora a 6,4” de Sébastien Ogier, e tudo aponta para que a vitória na prova de abertura da temporada seja decidida entre os três, uma vez que o quarto, o francês Sébastien Loeb (Hyundai i20 Coupé WRC), está já mais de um minuto do primeiro lugar.

E se para o francês «o dia foi difícil, mas estamos contentes por estar aqui», já o galês considerou que «não foi mau, porque é melhor do que esperávamos, mas vamos ter de fazer qualquer coisa um pouco diferente», enquanto o belga continuava a queixar-se da necessidade «de fazer constantes correcções nas notas, em consequência das informações dadas pelos batedores».

O finlandês Esapekka Lappi (Ford Fiesta WRC), em quinto, é o melhor da marca da oval, depois do seu compatriota Teemu Suninen (Ford Fiesta WRC) ter abandonado, ontem, e ter regressado, hoje, em “Super Rally”, e do inglês Gus Greensmith (Ford Fiesta WRC) ter sido forçado a renunciar já hoje, podendo regressar à estrada amanhã se os estragos não forem significativos

Entre os RC2, o francês Eric Camilli (Citroën C3 R5) conserva o comando, apesar de ter tido problemas de travões, posição que ocupa desde o início da prova, agora com 57,8” de avanço sobre o seu compatriota Nicolas Ciamin (Citroen C3 R5), numa tarde em que as vitimas foram o norueguês Olé Christan Veiby (Hyundai NG i20 R5) e o francês Adrien Fourmaux (Ford Fiesta MkII R5) que furaram logo na primeira especial, com a consequente perca de tempo

OTT TANAK E MARTIN JARVEOJA PASSAM A NOITE NO HOSPITAL

Ott Tanak e Martin Jarveoja foram hospitalizados, como medida de precaução, depois da violenta saída de estrada, desta manhã, situação considerada, como «um procedimento de rotina, para que fiquem sob vigilância durante toda a noite», sustentou a Hyundai Motorsport, em comunicado.

Os dois elementos da equipa saíram do carro pelos seus meios, mas a violência do impacto, uma vez que rodavam a alta velocidade, obriga a cuidados para a confirmação da não existência de sequelas.

ETAPA PARA ESTE SÁBADO

Amanhã, a caravana regressa a Monte Carlo, com as equipas a terem de percorrer a longa ligação entre Gap, onde tem lugar o segundo Parque de Assistência do dia, depois de cumprida a dupla passagem pelas especiais de St. Léger les Mélèzes – La Bâtie Neuve (16,87 km – 8.38 e 13.08) e La Bréole – Selonnet (20,73 km – 9.56 e 14.26), e Monte Carlo.

CLASSIFICAÇÃO, APÓS OITO ESPECIAIS

1.º, Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Toyota Yaris WRC), 1.43’31,5”; 2.º, Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota Yaris WRC), a 1,2”; 3.º, Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupé WRC), a 6,4”; 4.º, Sébastien Loeb/Daniel Elena (Hyundai i20 Coupé WRC), a 1.06,9”; 5.º, Esapekka Lappi/Janne Ferm (Ford Fiesta WRC), a 1’57,2”; 6.º, Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota Yaris WRC), a 2’19,2”; 7.º, Talamoto Katsuta/Daniel Barritt (Toyota Yaris WRC), a 5’18,7”; 8.º, Eric Camilli/François-Xavier Buresi (Citroen C3 R5), a 8’06,2” (1.º RC2); 9.º, Nicolas Ciamin/Yannick Roche (Citroen C3 R5), a 9’04,0”; 10.º, Mads Ostberg/Torstein Eriksen (Citroen C3 R5), a 9’37,2”.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação