Sébastien Ogier perto de saborear triunfo

Aos comandos de um  Citroën C3 WRC, o piloto francês conservou o comando do Rali do México e parte com 27 segundos de avanço sobre o inglês Elfyn Evans (Ford Fiesta WRC) para as últimas três especiais.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Sébastien Ogier (Citroën C3 WRC)

Comandante no início do dia, o francês perdeu essa posição, logo na classificativa de abertura, em consequência de um furo, com o inglês Kris Meeke (Toyota Yaris WRC) a subir ao primeiro lugar, verificando-se uma troca de posições logo a seguir, em consequência, de, também, ele ter sofrido um furo.

O francês, para além de ter de tentar vencer a prova, tem a responsabilidade de defender as cores da marca francesa, uma vez que o finlandês Esapekka Lappi (Citroën C3 WRC) saiu da estrada, na primeira prova de classificação do dia, o que provocou uma intensa discussão nos bastidores, por a direcção da prova ter mostrado a bandeira vermelha aos que o seguiam e atribuído tempo aos que o seguiam, o que fez com que Sébastien Ogier, que rodava furado, tivesse visto a sua diferença para o Kris Meeke, que venceu o troço, ser menor do que seria de esperar.

Sébastien Ogier à conversa com Ott Tanak

O inglês viria a acusar a marca francesa de ter pressionado a direcção da prova, porque ele foi um dos que passou pelo local onde o carro do finlandês estava atravessado, com a traseira fora da estrada, mas viria, no final do dia a pedir desculpa da sua afirmação.

Após uma mau primeiro dia, por abrir a estrada, o estónio Ott Tanak (Toyota Yaris WRC) tem vindo a recuperar e entra para o derradeiro dia da competição, no terceiro lugar, a escassos 2,2 segundos do segundo classificado e a 29,2 segundos do primeiro, pelo que tudo está em aberto, uma vez que há ainda mais de 60 km, divididos por três especiais para percorrer.

Para alegria dos mexicanos, Benito Guerra (Skoda Fabia), o ídolo local, comanda entre os RC2 e ocupa o sexto lugar da geral, tirando partido da hecatombe que tem desabado sobre os pilotos das equipas oficiais.

CLASSIFICAÇÃO NO FINAL DA 2.ª ETAPA:

1.º Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Citroen C3 WRC), 2h57m21,4s

2.º Elfyn Evans/Scott Martin (Ford Fiesta WRC), a 27,0”

3.º Ott Tanak/Martin Jarveoja (Toyota Yaris WRC), a 29,2”

4.º Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupé WRC), a 1’15,7”

5.º Kris Meeke/Sebastian Marshall (Toyota Yaris WRC), a 4’37,1”

6.º Benito Guerra/Jaime Zapata (Skoda Fabia R5), a 12’06,0” (1.º RC2)

7.º Marco Bulacia/Fabian Cretu (Skoda Fabia R5), a 15’39,6”

8.º Jari-Matti Latvala/Mikka Antilla (Toyota Yaris WRC), a 16’32,4”

9.º Ricardo Triviño/Marc Marti (Skoda Fabia R5), a 21’59,6”

10.º Dani Sordo/Carlos Del Barrio (Hyundai i20 Coupé R5), a 21’59,7”

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação