Sébastien Ogier de regresso às vitórias

Aos comandos de um Citroën C3 WRC, o piloto francês venceu hoje o Rali da Turquia e regressou ao segundo lugar do campeonato do Mundo, após 11 provas, ao terminar com 34,7 segundos de vantagem sobre o finlandês e companheiro de equipa, Esapekka Lappi.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Após seis meses de jejum, a última vitória tinha sido em Março, no México, o francês Sébastien Ogier (Citroen C3 WRC) regressa ao lugar mais alto do pódio e reentra na luta pelo título, reduzindo de 40 para 17 a desvantagem pontual para o estónio Ott Tanak (Toyota Yaris WRC) que, na Turquia, apenas contabilizou cinco pontos, por ter sido o mais rápido na “Power Stage”.

Desta vez foi o estónio a “sofrer” por abrir a estrada e a terminar o primeiro dia na sexta posição, para abandonar, no segundo dia, em consequência de um problema eléctrico, regressando no derradeiro dia para somar cinco pontos, que podem vir a ser preciosos.

Contra o que tem sido costume, a Citroen dominou a prova, com o finlandês Esapekka Lappi (Citroen C3 WRC) a tirar partido do facto de ser o décimo na estrada, posição que manteve até à 11.ª especial, altura em que falhou a travagem para um gancho, perdeu tempo e permitiu a Sébastien Ogier assumir o comando, momento a partir do qual passou a servir de “guarda costa” ao francês, que alcançou a terceira vitória da temporada, 47.ª da carreira e deu à marca do “double Chevron” o 102.º triunfo mundial.

Esapekka Lappi limitou-se a confirmar o segundo lugar e a permitir à marca francesa alcançar o “1-2”, o que não sucedia desde o Rali da Argentina de 2015, onde o inglês Kris Meeke e o norueguês Mads Ostberg ocuparam as duas primeiras posições.

O norueguês Andreas Mikkelsen (Hyundai i20 Coupé WRC) completou o pódio, numa prova onde o melhor Toyota, o do finlandês Jari-Matti Latvala (Toyota Yaris WRC), foi sexto, resultado que fica longe daquilo que tem sido habitual.

O inglês Gus Greensmith (Ford Fiesta R5 MK2) foi o vencedor surpresa entre os RC2, vitória conquistada na “Power Stage”, onde o polaco Kajetan Kajetanowicz (Skoda Fabia R5) ficou em direcção assistida e perdeu uma vitória que parecia certa.

De assinalar a presença do português Diogo Salvi (Skoda Fabia R5) que terminou em 20.º e último, por ter sido obrigado a renunciar na 10.ª especial, quando era sexto entre os RC2.

 

Ficha da prova

Prova – Rally Turkey Marmaris

Data – 12/15 de Setembro

Organizador – Turkish Automobile Sports Federation

Estrutura – 988,50 km divididos por quatro etapas: Marmaris – Marmaris (35,63 km); Marmaris – Marmaris (451,00 km); Marmaris – Marmaris (345,90 km); Marmaris – Marmaris (155,97 km)

PC – 17 (1 + 6 + 6 + 4)

Extensão das PC – 309,86 km (2,00 km + 159,14 km + 110,10 km + 38,62 km)

Percentagem das PC – 31,34 %

Inscritos – 31 (11 RC1, 18 RC2, 2 RC4)

Participantes – 28 (10 RC1, 17 RC2, 1 RC4)

Classificados – 20 (10 RC1, 10 RC2)

Comandantes sucessivos

Absoluto – Andreas Mikkelsen e Thierry Neuville, na 1.ª PC; Jari-Matti Latvala, na 2.ª PC; Esapekka Lappi, da 3.ª PC à 11.ª PC; Sébastien Ogier, da 12.ª à 17.ª PC

RC1 – Andreas Mikkelsen e Thierry Neuville, na 1.ª PC; Jari-Matti Latvala, na 2.ª PC; Esapekka Lappi, da 3.ª PC à 11.ª PC; Sébastien Ogier, da 12.ª à 17.ª PC

RC2 – Kalle Rovampera, na 1.ª PC; Jan Kopecky, na 2.ª e 3.ª PC; Kajetan Kajetanowicz, da 4.ª à 16.ª PC; Gus Greensmith, na 17.ª PC

Vencedores – Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Citroen C3 WRC)

RC1 – Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Citroen C3 WRC)

RC2 – Gus Greensmith/Elliott Edmondson (Ford Fiesta R5 MK2)

CLASSIFICAÇÃO

POS EQUIPA CARRO TEMPO
1.º Sébastien Ogier/Julien Ingrassia Citroen C3 WRC 3.50’12,1″
2.º Esapekka Lappi/Janne Ferm Citroen C3 WRC a 34,7″
3.º Andreas Mikkelsen/Anders Jaeger Hyundai i20 Coupé WRC a 1’04,5″
4.º Teemu Suninen/Jarmo Lehtinen Ford Fiesta WRC a 1’35,1″
5.º Dani Sordo/Carlos del Barrio Hyundai i20 Coupé WRC a 2’25,9″
6.º Jari-Matti Latvala/Mikka Antilla Toyota Yaris WRC a 2’59,1″
7.º Kris Meeke/Sebastian  Marshall Toyota Yaris WRC a 3’53,3″
8.º Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul Hyundai i20 Coupé WRC a 5’34,8″
9.º Pontus Tidemand/Ola Floene Ford Fiesta WRC a 7’22,9″
10.º Gus Greensmith/Elliot Edmondson Ford Fiesta R5 MK2 a 15’18,7″

OS MAIS RÁPIDOS

1.º 2.º 3.º 4.º 5.º 6.º
Thierry Neuville 3 5 2 1 1 0
Esapekka Lappi 3 5 0 1 3 1
Andreas Mikkelsen 3 3 2 2 3 1
Jari-Matti Latvala 3 2 1 2 0 2
Sébastien Ogier 2 0 6 3 4 0
Ott Tanak 2 0 0 0 2 3
Dani Sordo 1 1 3 2 1 3
Kris Meeke 1 0 0 0 2 3
Teemu Suninen 0 0 2 7 3 1
Pontus Tidemand 0 0 1 0 0 0
Kalle Rovampera 0 0 0 0 0 1

CLASSIFICAÇÕES DOS “MUNDIAIS”

PILOTOS – 1.º, Ott Tanak, 210 pontos; 2.º, Sébastien Ogier, 193; 3.º, Thierry Neuville, 180; 4.º, Andreas Mikkelsen, 94; 5.º, Kris Meeke, 86; 6.º, Jari-Matti Latvala, 84; 7.º, Teemu Suninen, 83; 8.º, Esapekka Lappi, 80; 9.º, Elfyn Evans, 78; 10.º, Dani Sordo, 72; 11.º, Sébastien Loeb, 39; 12.º, Kalle Rovampera, 16; 13.º, Gus Greensmith, 9; 14.º, Benito Guerra 8; 15.º, Marco Bulacia Wilkinson, Craig Breen e Pontus Tidemand, 6; 18.º, Jan Kopecky, 5; 19.º, Yoann Bonato, e Mads Ostberg, 4; 21.º, Stéphane Sarrazin, Ole Christian Veiby e Pierre-Louis Loubet, 2; 24.º, Adrien Fourmaux, Ricardo Triviño, Janne Tuohino, Pedro Heller, Emil Bergkvist, Nikolay Gryazin, Takamoto Katsuta, 1

MARCAS – 1.º, Hyundai Shell Mobis WRT, 314 pontos; 2.º, Toyota Gazoo Racing WRT, 295; 3.º, Citroen Total WRT, 259; 4.º, M-Sport Ford WRT, 184

PROXIMA PROVA – Walles Rally GB, de 3 a 6 de Outubro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: