SEAT sobre duas rodas e 100% eléctrica

O design do concept SEAT e-Scooter foi um desafio para os designers de exteriores da marca ao entrarem no mundo das duas rodas. 100% eléctrica e com 115 quilómetros de autonomia, estará no mercado em 2020.

(auto.look2010@gmail.com)

 Já passaram 66 anos desde que a SEAT desenhou o seu primeiro carro. Agora, com o seu novo concept, entra na mobilidade do futuro e fá-lo sobre duas rodas. Eléctrico, conectado e orientado para ser partilhado: trata-se do concept e-Scooter desenhado pela SEAT.

UMA NOVA ABORDAGEM

Mudar o mindset foi a chave para começar com o design do novo concept e-Scooter da SEAT: «É outra visão. Uma moto é muito mais interactiva com o ser humano e há mais implicações ergonómicas», afirma Joan Melenchon, designer de exteriores da SEAT.

Este foi o primeiro desafio para a equipa que criou o concept e-Scooter. Mais peças e mais relações entre os elementos para construir um todo único: «Para um designer de automóveis foi obviamente um grande desafio criar algo para um público diferente daquele a que estamos acostumados», diz Francesca Sangalli, responsável de Color&Trim da SEAT.

FUNCIONALIDADE 100% ELÉCTRICA

Desenhado e criado em Barcelona, a cidade europeia com mais motociclos, o concept e-Scooter faz parte da estratégia de mobilidade urbana da empresa. A sua estrutura é formada por linhas simples e estilizadas de bases geométricas.

«Entendemos que deveria ser um objecto simples, icónico e prático. Não queríamos fazer um objecto minimalista em termos visuais, e sim em termos da sua utilidade», explica Joaquín García, responsável pela equipe de design de exteriores da SEAT. Design 100% funcional para uma scooter 100% eléctrica, com bateria removível para facilitar a recarga.

CONCEBIDO PARA PARTILHAR

O concept e-Scooter foi desenvolvido para todo o tipo de clientes, mas centra-se principalmente no motosharing. Por esta razão, foram utilizados materiais duráveis, tais como borracha nos pára-choques laterais, e as peças foram estrategicamente divididas para que possam ser facilmente substituídas. O assento também é especial, envolvente e tem capacidade para dois capacetes. Para estar conectado, tem duas entradas USB e um espaço para colocar o telemóvel.

SEGURANÇA FLUORESCENTE

No seu design, uma ideia chave também prevaleceu para reforçar esta aposta no veículo partilhado: a visibilidade: «Queríamos que fosse facilmente memorizável e concentrámo-nos em criar um produto muito icónico. Deixamos a scooter, saímos e lembramo-nos dela», diz Joan Melenchon. Os designers de Color&Trim escolheram o preto como base para todo o concept, realçado com uma cor de flúor nas áreas mais marcantes.

«Somente nestes elementos colocámos esta forte cor flúor, que também ajuda a visualização do concept e-Scooter a todos os outros condutores, dando-lhe uma vantagem de segurança», sublinha, por seu turno, Francesca Sangalli.

INSPIRADO NA INDÚSTRIA AUTOMÓVEL

As mais recentes tecnologias aplicadas ao mundo automóvel também estão presentes no concept e-Scooter da SEAT. Destaca um sistema de iluminação que abrange todo o perímetro dianteiro e traseiro, com uma novidade já habitual nos automóveis, mas não nos motociclos: “Está equipado com sinais de mudança de direcção dinâmicos, que hoje em dia são componentes básicos nos automóveis, e que queríamos incluir na scooter pois fornecem uma indicação inequívoca e potenciam esta iconicidade», refere Joan Melenchon.

O SEAT e-Scooter em números

100% elétrico

115 quilómetros de autonomia

11 kW de potência (equivalente a 125cc)

100 km/h velocidade máxima

0 a 50 km/h em 3,8 segundos

Espaço para dois capacetes

Custo de carregamento de 0,7 euros/100 km

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação