Sande e Castro no Caramulo Motorfestival

Francisco Sande e Castro vai marcar presença no Caramulo Motorfestival, que decorre nos dias 6, 7 e 8 de Setembro, ao volante do Honda Civic Type “R”, um automóvel com 330 cv e uma velocidade máxima de 280 Km/h, levando convidados no lugar de co-piloto e a quem será prometido muita adrenalina.

(auto.look2010@gmail.com)

O piloto português começou a correr em motos com 17 anos e, dois anos mais tarde, estreou-se nos automóveis. Nas duas rodas venceu várias corridas em Portugal e ficou em segundo lugar numa participação esporádica no Campeonato Nacional Inglês, em Brands Hatch.

Venceu dezenas de corridas a maioria em troféus monomarca, tendo ganho o Troféu Citroën em 1991 e 1993 e o Volkswagen em 1996.

Durante vários anos participou em três competições distintas no mesmo ano e foi o único piloto português que venceu, no mesmo fim-de-semana, corridas de três marcas diferentes. Em 1994 sagrou-se vice-campeão Europeu do Troféu Citroën. Participou ainda duas vezes no Rally Paris-Dakar ao volante de um UMM.

Como é hábito, o evento vai também contar com uma longa lista de pilotos convidados que terão oportunidade de competir em prova, fazer demonstrações ou ter um contacto directo com o público no evento ou durante a sessão de autógrafos planeada para os dois dias do fim-de-semana.

O Caramulo Motorfestival é organizado pelo Museu do Caramulo em parceria com o Automóvel Club de Portugal e conta com o apoio da Bentley, Castrol, Sagres 0.0%, Porsche, Alfa Romeo, Martin Miller’s, Michelin, Strong Charon, Prio, Fidelidade, Ascendum, Alpine, Câmara Municipal de Tondela, Turismo do Centro, Antena 1, RTP, Jornal dos Clássicos e Banco BPI.

 

 

 

SANDE E CASTRO À “VOLTA AO MUNDO EM 800 DIAS”

“Volta ao Mundo em 800 dias” é o nome do livro de viagens da autoria de Francisco Sande e Castro: «Não sendo escritor, achei importante registar em livro esta viagem à volta do mundo», afirmou recentemente Francisco Sande e Castro, em Coimbra, quando apresentou a obra juntamente com José Valença e Miguel Fortunado, ambos do Moto Clube de Coimbra.

Mas como a viagem se prolongou por sete anos, desviando-se do seu objectivo inicial que era dar a volta à circunferência da terra, as memórias não cabem num só livro. Por agora o autor lançou o primeiro livro onde conta a viagem desde a saída de Lisboa até chegar a Timor-Leste. «Pelo meio, atravessei a Europa toda, contornando o Mediterrâneo até à Turquia e depois passei para o Irão» explica. O segundo, que deve sair «lá para o fim do ano», vai ser dedicado à segunda parte da viagem, em que Sande e Castro passou por destinos como Austrália, Japão, Américas e África.

Sempre ao volante de uma Honda Crosstourer, Sande e Castro iniciou esta viagem em Setembro de 2012, terminando-a no início de maio deste ano. Ao todo percorreu 140 mil quilómetros, com passagem por 62 países. Depois do objectivo cumprido, o autor admite que esta experiência o mudou: “Cheguei ao fim da viagem com um sentimento muito mais positivo do mundo, do que aquele com que parti». A próxima viagem é ao alto do Caramulo para a já anunciado Motorfestival.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação