Rovanpera luta pelo triunfo na “casa” de Tanak

Pela quarta vez consecutiva, depois de Portugal, Itália e Quénia, o finlandês Kalle Rovanpera (Toyota GR Yaris Rally1) abre a estrada numa prova com especiais em pisos de terra. Ott Tanak (Hyundai i20 N Rally1) pretende repetir o sucesso de 2020.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Kalle Rovanpera

Do ponto de vista teórico, este cenário prejudica o piloto nórdico no primeiro dia de competição do Rali da Estónia, situação que tem conseguido neutralizar com sucesso, como o demonstram os sucessos alcançados em Portugal e no Quénia. Sabendo minimizar os prejuízos no primeiro dia da competição, o finlandês tem, nos dias seguintes, aproveitado os erros dos adversários, para somar quatro vitórias, em seis provas, e chegar à Estónio, com 65 pontos de vantagem sobre o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 N Rally1).

A “jogar em casa”, o estónio Ott Tanak (Hyundai i20 N Rally1), vencedor em 2020 e um dos dois, o outro foi o francês Sébastien Loeb, em Monte Carlo, que puseram em causa a superioridade do finlandês, assume o papel de principal opositor do piloto da Toyota, embora, até agora, os carros da marca sul-coreana tenham estado um passo atrás dos do construtor japonês, que tem 62 pontos de avanço sobre o seu mais directo adversário.

Ott Tanak

Fica a dúvida de saber se, na fase final da prova, o estónio estiver à frente do belga haverá instruções para a inversão de posições em benefício de Thierry Neuville, por ser aquele que pode, ainda que vagamente, impedir o finlandês de se tornar no mais jovem campeão do mundo.

O inglês Elfyn Evans (Toyota GR Yaris Rally1), que tem tido uma temporada longe daquilo que estava à espera, depois de ter sido anunciado como o mais sério candidato à sucessão do francês Sébastien Ogier na lista de campeões, deverá ser o quatro candidato ao triunfo, mas, também ele, pode ser condicionado pelos superiores interesses da marca.

A M-Sport Ford, sem o francês Sébastien Loeb, fica longe da discussão da vitória ou mesmo de um pódio, como sucedeu no Quénia. O irlandês Craig Breen (Ford Puma Rally1) pode vir a registar um bom resultado, havendo a curiosidade de ver se o francês Pierre-Louis Loubet (Ford Puma Rally1) continua a evolução que tem vindo a demonstrar.

Kajetan Kajetanowicz

No que diz respeito aos WRC2, o polaco Kajetan Kajetanowicz (Skoda Fabia Rally2 Evo) chega à Estónia no comando do campeonato, com três pontos de vantagem sobre o francês Yohan Rossel, ausente na Estónia, 14 sobre o russo Nikolay Gryazin (Skoda Fabia Rally2 Evo) e 15 sobre o norueguês Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Rally2 Evo) que, depois das vitórias nas duas primeiras provas (Monte Carlo e Suécia), não voltou a pontuar.

Na luta pela vitória na categoria estarão, igualmente, o finlandês Teemu Suninen (Hyundai i20 N Rally2) e o neo-zelandês Hayden Paddon (Hyundai i20 N Rally2).

A prova estónia arranca esta quinta-feira, com uma super-especial para, no dia seguinte, cumprir uma dupla passagem por quatro especiais, duas delas, Peipisaare (24,35 km), que abre o dia, e Raanitsa (21,45 km) a serem as mais extensas da prova.

 

No sábado repete-se a dupla passagem por quatro provas de classificação, com o dia a terminar com a segunda passagem pela Super Especial de abertura, para no domingo, só haver três classificativas, feitas por duas vezes, mas a somarem 77,98 km, quilometragem que por norma não é atingida no derradeiro dia.

CLASSIFICAÇÕES DOS CAMPEONATOS

PILOTOS – 1.º Kalle Rovanpera, 145 pontos; 2.º, Thierry Neuville, 80; 3.º, Ott Tanak, 62; 4.º, Takamoto Katsuta, 62; 5.º, Craig Breen, 60; 6.º, Elfyn Evans, 57; 7.º, Sébastien Loeb, 35; 8.º, Dani Sordo, 34; 9.º, Sébastien Ogier, 34; 10.º, Gus Greensmith, 28; 11.º, Pierre-Louis Loubet, 18; 12.º, Esapekka Lappi, 17; 13.º, Andreas Mikkelsen,12; 14.º, Oliver Solberg, 9; 15.º, Yohan Rossel, 7; 16.º, Jourdan Serderidis, 6; 17.º, Kajetan Kajetanowicz, 6; 18.º, Nikolay Gryazin, 6; 19.º, Ole Christian Veiby, 4; 20.º, Emil Lindholm, 3; 21.º, Jari Huttunen, 3; 22.º, Adrien Fourmaux, 3; 23.º, Erik Cais, 2; 24.º, Jan Solans, 2; 25.º, Egon Kaur, 1

MARCAS – 1.º, Toyota Gazoo Racing World Rally Team, 246 pontos; 2.º, Hyundai Shell Mobis World Rally Team, 184; 3.º, M-Sport Ford World Rally Team, 144; 4.º, Toyota Gazoo Racing World Rally Team NG, 68

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.