Robin Frijns lidera em sessão interrompida

A primeira sessão de treinos livres de Fórmula E ficou amputada devido a uma saída de pista de Sam Bird, colocando Robin Frijns a liderar a tabela de tempos, com António Félix da Costa a ficar com o 11.º registo devido a um pião.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Um despiste do inglês Sam Bord (Jaguar), que bateu de forma violenta no muro de protecção na entrada da recta da meta, a sete minutos do final da sessão, levou os carros para as “boxes” de onde já não saíram. Quem beneficiou deste cenário foi o holandês Robin Frijns (Virgin) para ficar com o melhor tempo, à frente do inglês Oliver Turvey (Nio) e do alemão Max Gunther (BMW).

O português António Félix da Costa (DS), que chegou a passar pelo topo da tabela de tempos, mas que não evitou um pião, ficou com a 11.ª marca, a pouco mais de um segundo de Robin Frijns.

Na fase inicial da sessão, o asfalto junto ao Terminal de Cruzeiros de Brooklyn estava húmido, mas é de querer que na segunda sessão de treinos livres, na qualificação e na corrida vai estar seco, uma vez que o dia avança na cidade que nunca dorme e o aumento do calor vai contribuir para que isso suceda.

Tempos do treino – Robin Frijns (Virgin), 1’10,282”; Oliver Turvey (Nio), 1’10,377”; Max Gunther (BMW), 1’10,701”; Lucas Di Grassi (Audi), 1’10,963”; Pascal Werhlein (Porsche), 1’10,970”; Joel Eriksson (Penske), 1’10, 970”; Stroffel Vandoorne (Mercedes), 1’11,041”; Mitch Evans (Jaguar), 1’11,181”; Sébastien Buemi (Nissan), 1’11,190”; Sérgio Sette Câmara (Penske), 1’11,217”; António Félix da Costa (DS), 1’11.293”. Treinaram mais 13 pilotos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *