Ricky Brabec sobe à liderança nas motos

Norte-americano venceu a terceira etapa da prova, numa tirada bastante difícil em que a Honda colocou os seus pilotos nas três primeiras posições.

(auto.look2010@gmail.com) – EM ACTUALIZAÇÃO

O norte-americano Ricky Brabec (Honda) venceu esta a terceira de 12 etapas do Rali Dakar de todo-o-terreno, em redor de Neom, na Arábia Saudita, e ascendeu à liderança da categoria das motos. Ricky Brabec gastou 4h08m23s para cumprir os 477 quilómetros da especial, numa tirada com um total de 504, deixando o segundo classificado, o chileno José Ignacio Cornejo (Honda) a 9m39s. O espanhol Joan Barreda (Honda) fechou o pódio, a 13m16s.

Com estes resultados, Ricky Brabec assumiu o comando da prova, com 15m02s de vantagem sobre José Ignacio Cornejo e 15m14s em relação a Joan Barreda. Atrás do trio da Honda, Luciano Benavides foi o melhor representante da KTM, gastando 17m54s do que Ricky Brabec, com o seu irmão Kevin Benavides, da Honda, a completar o top cinco, a 18m51s do piloto norte-americano. Matthias Walkner, que foi apenas sexto na tirada e perdeu mais de 20 minutos para o novo líder, caiu para a quinta posição da geral, atrás de Kevin Benavides, ainda que seja o melhor representante da KTM. Já António Maio foi o melhor português.

O dia de hoje fica marcado ainda pelo grave problema no motor da moto de Paulo Gonçalves. O líder da armada portuguesa foi obrigado a parar, ainda durante os quilómetros iniciais para tentar reparar a mota, o que lhe custou tempo precioso. A terceira etapa do Dakar viu também um dos favoritos ter de ficar de fora. O francês Adrien Van Beveren (Yamaha) abandonou a prova depois de uma queda que lhe custou uma fratura na clavícula.

Amanhã disputa-se a quarta de 12 etapas, entre Neom e Al-Ula, com 672 quilómetros, 453 deles ao cronómetro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: