Ricardo Teodósio destaca-se no Rali Vila do Bispo

Piloto algarvio (único na classe X5) tornou-se o primeiro líder da prova organizada pelo Clube Automóvel do Sul, segunda proba do Campeonato Sul de Ralis, ao ser o mais rápido na “super-especial”, com o tempo de 2m09,6s, na frente do alentejano de Carlos Martins.

CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Carlos Martins

Para preparar o Rali de Mortágua, próximo compromisso de Ricardo Teodósio, é de capital importância dar valor ao “trabalho de casa”. O piloto de Albufeira aproveitou o Rali Vila do Bispo para, num “estudo acompanhado”, valorizar as notas de José Teixeira rumo ao sucesso. Ao volante de um Skoda Fabia R5, subtilmente preparado pela ARC Sport, de Aguiar da Beira, Ricardo Teodósio “puxou” dos “galões” para brindar as várias centenas de espectadores com um andamento soberbo que o conduziu ao topo da classificação geral, com o tempo de 2m09,6s.

 

Eduardo Antunes e Hugo Bentes

Sem argumentos para acompanhar o “foguete” made in República Checa, Carlos Martins, navegado por João Martins, não teve outra alternativa que suster algum entusiasmo e optar por uma condução consistente com o Mitsubishi Lancer Evo VII sem correr riscos desnecessários, cotando-se o segundo mais rápido, a 9,8 segundos da liderança, mas primeiro no Campeonato Sul de Ralis.

Coube a Eduardo Antunes, que faz equipa com Hugo Bentes, levar o Mitsubishi Lancer Evo VI ao terceiro posto da classificação geral, a 12,1 segundos de Ricardo Teodósio e a 2,3 segundo do piloto alentejano Carlos Martins. Já Márcio Marreiros e Rui Serra não foram além da

Márcio Marreiros e Rui Serra

quarta posição. Ao volante de um Mitsubishi Lancer Evo IX, os campeões em título do Campeonato Sul de Ralis presentearam o público com uma boa prestação, mas ficaram a 0,4 segundos de Eduardo Antunes e a 12,5 segundos do líder da prova.

O quinto mais rápido na “super-especial” dá-se pelo nome de Fernando Peres (Mitsubishi Lancer Evo IX). O piloto portuense, navegado por José Pedro Silva, optou por “eleger” uma condução animada mas sem colocar em causa os seus desígnios, porque nas “super-especiais” nada se ganha mas tudo se pode perder. O tricampeão nacional de ralis fixou o

Fernando Peres e José Pedro Silva

seu andamento em 2m22,2s, a 12,6 segundos de Ricardo Teodósio e a um magríssimo 0,1 segundo de Márcio Marreiros., com a dupla do Fundão, Fernando Teotónio e Luís Morgadinho (Mitsubishi Lancer Evo VII) na sexta posição, a 0,1 segundo de Fernando Peres.

Quanto às Duas Rodas Motrizes (2RM), a dupla JParreira Racing, João Monteiro e Gonçalo Assunção, lidera classificação geral. Ao volante de um Toyota Corolla 2.0, o piloto de Portimão, apoiado por “autolook.pt”, terminou os 1,9 km da “super-especial” na nona posição à geral, com o tempo de 2m23,4s, à frente de Pedro Lança e Sérgio Monteiro (Citroën Saxo), com o tempo de 2m24,5s (11.º da geral), seguidos de José Martins e Miguel Luz, em viatura idêntica (2m24,6s).

João Monteiro e Gonçalo Assunção

O Rali Vila do Bispo prossegue este domingo, com os pilotos a percorrer mais cinco especiais de classificação, cumprindo uma tripla passagem por Raposeira (18,05 km – 10h11, 11h17 e 13h12) e uma dupla passagem por Pedralva (11,53 km – 10h47 e 12h42), que fazem com que a prova tenha mais de 50% da sua extensão em provas de classificação, que totalizam 79,11 km dos 129,05 km que há para percorrer.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação