Ricardo Marques endiabrado em Vieira do Minho

Piloto do Hyundai i20 R5, navegado por Hugo Rodrigues, somou por triunfos as especiais “servidas” na prova do Motor Clube de Guimarães, deixando um rasto de supremacia evidente e sem margem para contestação.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Filipe Madureira e Emanuel Gonçalves, em Mitsubishi Lancer Evo IX

Ricardo Marques ganhou tudo o que tinha para ganhar no Rali Vieira do Minho, segunda prova pontuável para o Campeonato Norte de Ralis (CNR), começando pela dupla passagem pela super-especial Vieira do Minho, na véspera, recital que prosseguiu no dia seguinte. Uma prestação notável evidenciado pelo piloto nortenho que, ao volante do Hyundai i20 R5, visto e revisto pela Racing4you, foi cavando um fosso de especial para especial terminado com o tempo de 45m16,8s, menos 1m56,6s que os segundos classificados, Filipe Madureira e Emanuel Gonçalves.

A dupla do Mitsubishi Lancer Evo IX, preparado pela Peres Competições, teve o árduo trabalho de procurar diminuir distâncias, mas as diferenças díspares existentes entre as duas viaturas, não lhe permitiu grandes veleidades, terminando na segunda posição Apenas na sua segunda prova ao volante do Mitsubishi Lancer Evo IX, Filipe Madureira ganhou a prova do Campeonato Norte de Ralis nos exigentes troços de terra de Vieira do Minho e levar de vencida a categoroa P3.

Lucas Simões e Simplício Gonçalves, em Mitsubishi Lancer Evo V

O piloto navegado por Emanuel Gonçalves dedicou triunfo à Peres Competições. No entanto, o piloto de Gondomar teve ainda a tarefa espinhosa de manter o distanciamento para a dupla Lucas Simões e Simplício Gonçalves, em Mitsubishi Lancer Evo V, que não baixava os braços e sempre atenta a um eventual deslize do embaixador do Desporto gondomarense.

Perante este cenário, apenas 7,3 segundos separam as duas duplas, o que traduz na perfeição o forte andamento imposto por ambas as duplas na luta pela segunda posição, já que a quarta ficou na posse de Ricardo Matos e Estefânio Pinto, em Peugeot 208, a 2m35,2s do vencedor e a 31,3s de Lucas Simões.

Contudo, o piloto amarantino logrou o triunfo nas 2 Rodas Motrizes (2RM) com o bem afinado Peugeot 208, evidenciando também um andamento de excelência ao longo da prova orquestrada pelo Motor Clube de Guimarães, relegando para a a quinta posição José Machado e Paulo Marques, em Skoda Fabia R2, separados por 31,7s.

Estefânio Pinto e Ricardo Matos

Uma palavra de apreço para a bracarense Joana Barbosa que, navegada pelo experiente Mário Castro, de Fafe, terminou a odisseia de Vieira do Minho na oitava posição, aos comandos do seu Ford Fiesta 1.0 Ecoboost, a pouco mais de cinco minutos do vencedor e piloto da “casa”, Ricardo Marques.

 

 

 

Alfredo Barros e Pedro Alves, em Ford Fiesta R5

Quem também esteve num plano aceitável até abandonar, devido a problemas mecânicos no Ford Fiesta R5, foi Alfredo Barros e Pedro Alves. Uma dupla que, face à sua boa disposição, esteve sempre debaixo dos holofotes dos espectadores, que não tiveram mãos a medir com fotos e selfies.

Miguel Teixeira e Vítor Pereira, em BMW E30, situaram-se, igualmente, num patamar de bom nível, acabando, no entanto, por serem traídos pela ineficácia mecânica da viatura da marca germânica, mas também a merecer rasgados elogios pelo estoicismo colocado em prática até ao abandono.

A promoção dos ralis também se faz nos bastidores, mas com as estrelas do volante e da navegação. Um bom exemplo a seguir, com o Rali Vieira do Minho a provocar um “arco-íris” em seu torno com este tipo de atitudes.

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL

1.º Ricardo Marques/Hugo Rodrigues (Hyundai i20 R5), 45m16,8s

2.º Filipe Madureira/Emanuel Gonçalves (Mitsubishi Lancer Evo IX), a 1m56,6s

3.º Lucas Simões/Simplício Gonçalves (Mitsubishi Lancer Evo V)), a 2m03,9s

4.º Ricardo Matos/Estefânio Pinto (Peugeot 208), a 2m35,2s

5.º José Machado/Paulo Marques (Skoda Fabia R2), a 3m06,9s

6.º Rui Guedes/Gonçalo Carvalho (BMW E30), a 3m58,7s

7.º Daniel Silva/Filipe Martins (Mitsubishi Colt), a 5m10,1s

8.º Joana Barbosa/Mário Castro (Ford Fiesta 1.0 Ecoboost), a 5m18,2s

9.º João Pestana/André Pestana (Opel Kadett GSI), a 7m01,2s

10.º José Silva/Paulo Lopes (Peugeot 208), a 7m09,3s

11.º Henrique Mendes/Pedro Santana (Nissan Micra), a 7m36,6s

12.º Tiago Caetano/Leandro Caetano (Citroën AX GTI), a 8m06,6s

13.º Pedro Serôdio/António Sousa (Peugeot 206), a 8m16,5s

14.º Filipe Ferreira/Rui Rocha (Citroën Saxo Cup), a 8m26,5s

15.º Tiago Macedo/José Silva (Nissan Sunny), a 9m37,0s

16.º António Oliveira/Filipe Carvalho (Peugeot 205 GTI), a 9m37,0s

17.º Nuno Gomes/José Veiga (BMW 325 IX), a 11m04,7s

18.º José Gonzalez/Eva Rodriguez (Hyunday Accent), a 23m49,6s

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação